O uso de exclamações de surpresa: Oh my God!

Hoje vamos falar de um assunto que intriga muitos de nossos leitores: o uso de exclamações de surpresa com sentido religioso. Em português usamos “Nossa!”, “Senhor!”, “Jesus!”, “Meu Deus!” entre outras, não é? Em inglês não é diferente, porém o puritanismo exerceu forte influência nos hábitos e costumes – entre eles a fala e, por conseqüência, a escrita – dos povos de língua inglesa.

Esse puritanismo excessivo tomava rigorosamente ao pé da letra as injunções e proibições da Bíblia, entre as quais se destaca o segundo mandamento que proíbe “tomar em vão” o santo nome de Deus. A obediência escrupulosa a esse mandamento deu origem a expressões onde a palavra God é substituída por outra que também começa com G. Let’s check it out!

  • Gosh! = God!
  • Goodness gracious! = Good God!
  • My goodness! = My God!
  • Goodness knows ... = God knows …
  • For goodness´ sake! = For God´s sake!
  • Good grief! = Good God!
  • By golly! = By God!
  • Ye gads! = You gods! (Oh gods!)

Também com a palavra Jesus.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

  • Gee! = Jesus!
  • Geez / Jeez! = Jesus!

Também existe a expressão “God damn it“, que é bem forte e não é ouvidas em programas de televisão aberta, é traduzia como “maldição”, “maldito”.

God damn it! You ruined my car!

Take this god-damned thing out of my face!

Não se recomenda o uso das expressões acima em conversas educadas.

Adir

Adir Ferreira

Adir Ferreira é professor e tradutor de inglês e espanhol há 22 anos. É responsável pelo blog de língua espanhola da empresa americana Transparent. Trabalha com educação corporativa, treina professores e ministra workshops sobre metodologia.

Mostrar 12 comentários