Correção de texto: Ora se trabalha para o bem...

Fiz uma tradução, mas não domino a estrutura da língua inglesa. Se alguém puder melhorar a tradução...

“Ora se trabalha para o bem, ora para o mal”, pensou Francisco Moraes segurando uma lata de Red Bull. “Para o mal por quê? O país precisa se armar para evitar que sanguessugas tomem suas riquezas”, tirou os óculos e esfregou a face. “Meu Deus! Aqui estou eu tentando me enganar; afinal nunca me lixei se potências estrangeiras estão querendo ou não as riquezas nacionais”, tomou mais um gole da bebida. Passou a relembrar do dia em que voltou a rever um velho conhecido. Prof. Moraes conhecia Armando Bastos desde a adolescência. Ambos estudaram no Colégio Militar do Rio de janeiro; Francisco preferiu cursar faculdade, e Armando, seguir com a carreira militar. Há pouco, o militar o procurou para lhe propor o ressuscitamento de um antigo projeto no qual ambos se empenharam.


“At times someone works for the good, at other times to the evil.” Thought Francisco Moraes holding a Red Bull can. "Why for the evil? The country needs to arm itself to prevent the theft of it riches by leeches", he took off his glasses and rubbed his face. God! Here I am trying to trick me; I never fucked me if foreign powers are willing or not the national riches", he took another drink. He began to remember the day he saw again his old fellow. Prof. Moraes knew Armando Bastos since adolescence. Both studied at Military College in Rio de Janeiro; Francisco chose took class in college, and Armando, continue the military life. Recently, the military look for him to suggest the “resuscitation” of an old project where both undertook.

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário Marcelo Reis 4480 1 2 96
Não vou entrar em grandes detalhes a nível de "collocation" e estilísticos. Mas vou corrigir algumas coisinhas e sugerir outras em complemento à postagem do amigo acima:

1) it riches => its riches. (possessive adjective aqui!)

2) afinal nunca me lixei se potências estrangeiras estão querendo ou não as riquezas nacionais => after all, I couldn't care less whether foreign powers want (= turn a greedy eye towards) our national riches or not.

3) took another drink => took another sip (of the drink).

4) saw again his old friend => saw his old friend again (more usual position of adverb)

5) Prof. Moraes knew Armando Bastos since adolescence => Prof. Moraes has known Armando Bastos since adolescence. (proper verb tense)

6) Both studied at Military College in Rio de Janeiro => Both studied at the Military School in Rio de Janeiro.

7) Francisco chose took class in college => Francisco chose/decided to go to college.

8) and Armando, continue the military life => and Armando continued his military career.

9) Recently, the military look for him to suggest the “resuscitation” of an old project where both undertook. => Recently, the soldier/serviceman (= Armando) looked for him to suggest the “revival/return” of an old project they both worked hard on (= strived for success).

:)
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda dicas sobre os tempos verbais em inglês! Baixe agora o seu Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um ótimo resumo para revisar todos os conceitos.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Redseahorse 8000 1 13 143
Tá top !

eu apenas trocaria " Para o mal por que? " por " Por que para o mal? " e.... face por rosto !
Obrigado pela dica, Redseahorse!
Obrigado, Marcelo!