Inglês - Alguns porquês que determinam o sotaque de aprendiz

Inglês - Pesquisa revela alguns porquês que determinam o sotaque de aprendizes de um idioma estrangeiro

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0, ... REBRO.html
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário Flavia.lm 3885 1 9 86
"A pesquisa ressalta que as crianças bilíngues antes dos cinco anos são as que têm melhores chances de aprender as representações silábicas de dois idiomas evitando o sotaque de um deles ao falar o outro.
(...)
Os bilíngues precoces (antes dos cinco anos), pelo contrário, não estão determinados pela frequência silábica de uma das duas línguas, mas por aquela que utilizam em cada momento."

Deve ser way easier aprender qdo ainda é pequenininho!
Isto acontece quando a criança fica com contato continuo de falantes nativos... pais nativos, professores nativos, amigos nativos etc. Se for uma aula de contato com falante nativo, a pesquisa mostra que o sotaque pode ser reduzido, mas não necesáriamente eliminado.

As crianças, especialmente antes da alfabetização, não tem a conexão entre a palavra escrita e o som. Adultos já, e ha uma expectativa que uma palavra soa assim, e ponunciam assim.

Isto dito... um sotaque leve é coisa linda!

As crianças não tem esta noção difinitiva de palavra escrita ainda, e focam mais nos sons da frase, e não das palavras individuais.
Avatar do usuário Henry Cunha 9970 2 17 177
De um ponto de vista prático para quem, já adulto, deseja aprender uma outra língua, acho que o aproveitamento fica bem melhor se a pessoa utilisa tanto o ouvir, falar, ler, e escrever, geralmente nessa sequência. Muitos dos problemas de interferência (da língua nativa com a nova língua) são devidos a transferência dos sons nativos, na ausência do outro modelo naquela hora em que estamos tentando "adquirir" um novo som, pronuncia, ou mesmo entoações e ênfases. Eu já tive a experiencia de adquirir vocabulário novo e pronúncia errada, que depois sofri para corrigir. Mesmo falantes do inglês, vendo um vocábulo novo, frequentemente perguntam, "How do you say that?" Nada de errado a gente fazer o mesmo!