Lendo livros em inglês

Pessoal, já de uma olhada em várias dicas sobre como ler livros em inglês, que falavam coisas como "leia autores que você já conhece", "leia livros curtos", etc.

Bom, não vou falar que segui tudo isso à risca (na verdade, acho que inverti bastante coisan :mrgreen: ), mas minha dúvida, que não encontrei em nenhum lugar, se refere ao próprio ato da leitura: como executá-la de modo mais eficiente?

Por exemplo, um jeito seria parar a cada palavra desconhecida e ver a tradução. A vantagem é que você provavelmente vai entender a história. O problema é que é muito massante e demorado.

Outro método seria ler um capítulo inteiro (ou um número estipulado de págs, por exemplo) direto, sem pausas, e depois relê-lo e verificando as palavras desconhecidas. A vantagem é que é bem menos chato. A desvantagem é que é possível perder algo na primeira leitura e aí, por exemplo, diminuir os efeitos dos clímaces ao relê-los já tendo uma noção do que ocorreu.

Atualmente estou lendo uma página direto e então a relendo, procurando no dicionário.

Como vocês costumam ler livros em inglês?

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário jorgeluiz 3875 1 5 80
Por trás do assunto leitura a questão importante é a aquisição de vocabulário, a qual deve ser constante e de modos variados, caso contrário irá demorar muito para se chegar a ter uma leitura prazerosa e tranquila. O estudante deve pensar em atingir 5000 e depois 10000 palavras para ficar mais confortável com a leitura; deve se interessar por phrasal verbs e idioms; se precisa se comunicar verbalmente na lingua, deve se preocupar com o listening e, se não houver dedicação, empenho, ele desiste ou vai levar mais de dez anos para ler ou falar alguma coisa.

Vou falar de minha experiência no aprendizado de linguas: 1- Tempo quando se quer se arranja; Houve época que casado ainda trabalhava como escrivão, à noite fazia faculdade de direito com muito assunto para estudar; algumas vezes ainda fazia trabalho extra para complementar a renda e contudo conseguia estudar um pouco o inglês. Sempre que estou de folga faço leitura de vocabulário, começando o dicionário da letra A até a letra Z; compro folhas de papel ofício e vou anotando em média dez palavras por dia, calculando que em um ano de 365 dias eu consiga utilizar 200 serão 2.000 palavras por ano, em cinco anos serão 10.000;junto com estas palavras terei visto idioms e phrasal verbs, o que aumenta o conhecimento.
Outro ponto importante: não tentar decorar os significados, pois não haverá cérebro que aguente o esforço e consiga lembrar depois; as palavras anotadas deverão ser recordadas umas cinco vezes ao longo do mês, sempre imaginando uma cena com os significados. Use sempre a imaginação pois é assim que aprendemos as palavras em nosso idioma materno. Temos também a ajuda do Google imagem; por exemplo; sabemos que um veleiro é um barco, mas que tipo de barco ? no The Free Dicitonary temos a definição de que é um barco pequeno e de uma vela; no Google imagem se digitarmos veleiro ou sailboat veremos os vários tipos de veleiros e veremos que existem de vários tamanhos e até com mais de uma vela; nós estudamos que deer=veado; reindeer=rena; moose=alce, no google imagem nós podemos vê-los e distingui-los, sem falar que a imagem ajuda a fixar o conceito. Imagem, imaginação e repetição é o que vale para fixar vocabulário.
Agora que estou aposentado estou numa boa para aprender Françês e Espanhol.
Procuro na net e no you tube lições de verbos, gramática e vocabulário tudo com audio e estudo uma hora ou hora e meia de françês no dia que é para estudar françês. Escuto músicas com as letras; No caso do espanhol faço leitura do dicionário, ouço músicas com letras e assisto novelas e é bom pois existem muitas novelas em espanhol( agora já estou perto de terminar Xica da Silva e já separei a novela el clon que corresponde à novela brasileira O clone).
Na maioria dos idiomas The Free Dictionary está presente e no caso do Inglês tem três pronuncias para cada palavra( uma com voz masculina e duas com voz feminina, estas últimas com pronúncia britânica e americana).
http://megafilmeshd.net/series é o site que sempre uso para me divertir assistindo séries legendadas.
Não sei os outros, mas no meu caso nunca tento ler um livro sem adquirir antes vocabulário razoável(evito uma chatice desnecessária). existe dicionários de bolso para se começar a leitura.
Outra coisa: eu sempre estudei sozinho;no caso de quem faz cursos só a frequência não é suficiente sem haver dedicação; é o caso de encontrarmos quem diga "ter feito" cinco anos de inglês e contudo não lê, nem fala nem escreve(ele não estudou, ele frequentou) o que me faz lembrar o ditado apropriado: " Para aluno bom não tem escola ruim e para aluno ruim não tem escola boa".

That´s it. I hoped I helped.

cheers !
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário PPAULO 35970 4 32 631
I think every reader has his method, that that suits him better.
To illustrate the point, this video from about the 13'00'' the teacher/commentator says that she´s used to read the books and sell them in top form, not even an annotation, an explanatory note, nothing.

https://www.youtube.com/watch?v=B5YxjzahLrg


She´s very disciplined, I just can´t help it. Sometimes I see a word that has a new meaning, not easily seen in dictionaries, or at least not in most of them, then I may highlight it and/or make explanatory notes with the meaning. It´s me, though, I don´t recommend people do what I do, but what I say, ha ha :lol: .
I saw that chunk on the magazine The Economist: "That is partly because growth is flagging..." Well, to me "flagging'' had a unusual meaning there, that of "becoming weaker" so, I hightlighted that part. It´s me, I just can´t help it. :lol:
When I see some sentence that is interesting and begins to appear in more than one place/novel etc (that is, it´s commonly found, it´s part of the day-to-day) I may or may not highlight, it´s a sort of flagging (in another sense here) to look it up in a dictionary or make a search.
There are words that I can understand out of context, I look it up in a dictionary but I don´t highlight it, unless it is ''interesting". This way, I don´t need to stop the "flow" of the reading.

Other habit of mine is, if a word/sentence caught my eye, but I can explain it in English I go ahead, look it up into a dictionary but I go ahead. Turn the leaf without giving much thought, unless it appears again and again, giving that
"de javu" feeling. So, I think "this guy really likes this expression", maybe it´s in vogue these days, it´s worth it to stop and study it more, see it in other contexts (not to use it in a wrong way etc).

Well, this is my passsing commentary on that one, not a comprehensive one, just to let you know my reading ways.
It works for me, but then, when it comes to the "notes" part, I must admit that I have some second-hand books/novels, so when I write on them there´s no need to cry! :lol:
Avatar do usuário Sypher 945 1 1 23
NA primeira vez que lí um livro em inglês, usei um caderninho onde fui anotando cada palavra ou frase que fossem necessárias. Primeiro eu lia um capítulo e fazia as anotações. Em seguida, eu relia esse capítulo com a ajuda das anotações. Conforme os capítulos avançavam, o número de anotações diminuía já que eu estava fixando várias delas e não precisava fazer o serviço duas vezes.

Não vou mentir, foi muito chato :D (mas você já deve começar a leitura sabendo que aquilo vai ser um estudo chato, não tenha ilusões). Porém considero que consegui duas coisas:
1º Minha auto-estima aumentou porque consegui dizer pra mim mesmo que lí um livro em inglês (boa auto-estima te ajuda a perseverar no estudo).
2º Você mantém um bom ritmo de estudo enquanto a leitura do livro durar.

Uma coisa que acho que você deve evitar são livros que usam termos quase impossíveis de pesquisar, como muitos dentro do nicho da ficão científica. E pensando bem, já que isso vai ser um estudo, por que não escolher algo mais simples, com vocabulário mais do dia-a-dia? Romances do Nicholas Sparks são bons, curtos e baratos (e quase todos tem um filme pra você assistir depois, usando legendas em inglês).
Faço curso a dois anos e meio.Eu tenho estudado bastante. Comprei alguns livros redigidos em inglês recentemente e confesso que meu método não foge muito do que foi exposto aqui.
Eu comprei o dicionário da Oxford ( Inglês - inglês ) - O que ajuda a vivenciar mais o inglês, não fugindo muito do objetivo. sendo assim , sempre quando tenho uma duvida a respeito de alguma palavra pesquiso exclusivamente nele.
Quando ao modo de ler, eu , particularmente, vou lendo e anotando aquelas palavras-chave e depois dou uma pausa e vou relacionando-as.
Mas claro que o primeiro contato com um livro estrangeiro vai ser cansativo. Demanda trabalho e estudo mas com o tempo vem a experiência e a facilidade com livros posteriores.
P.S - Morfologia ( Sufixo e prefixo) - ness , less , ship , ly , er etc...
Boa Sorte !
Avatar do usuário PPAULO 35970 4 32 631
Little corrections on my French expressions, he he.

Where it reads
...giving that "de javu" feeling. it should read ....giving that déjà vu feeling.


And where it reads
Mon ami Ana "Mon amie Ana." it should read Mon amie Ana. Being that, mon ami would be to masculine a subject, and mon amie to a feminine one. In French, obviuosly.


Mon français est très limité!

Merci beaucoup, mon amie Ana, et vous tous! ;)
O primeiro livro que comecei a ler tinha 150 páginas e acabei parando na página 50 porque meu professor tinha passado vários spoilers no final do curso. Contudo, achei muito interessante a experiência pois eu consegui com facilidade aprender muitas palavras aparentemente comuns no dia a dia e que sem esse processo de repetição que o livro proporciona eu não conseguiria guardar em minha mente. Mas eu fui meio relaxado, traduzia todas as palavras que via pela frente(mesmo que elas fossem 50% da página), na verdade, para mim, o lance de descobrir pelo contexto muitas vezes simplesmente não funciona, haha.

Agora parti para um livro de ficção cientifica do Asimov, mas cheguei na página 10 e já estou desistindo, como dito acima, parece que o livro é repleto de termos pouco usuais e complexos, além do fato do livro já possuir seus 60 anos...

Estou pensando em pegar algum livro mais infantil estilo Harry Potter, é novo e provavelmente tem uma linguagem relativamente simples.
It took me months to finish my first book in English. It was "This Charming Man", by Marian Keyes. I avoided stoping the reading to look for the meaning of the words I didn't know. Although I could perfectly understand what I was reading, it was like my brain insisted in translating the words in English to Portuguese to move on. The reading didn't flow.
I can't tell when it stopped, but it simply did. Now the reading is effortless. I've read about 50 books in English since then. \o/
But, I read for fun, not exactly to study . I don't go "Oh, look at the structure of this sentence! There's a new word, I'm going to write it down!". New words don't bother me, unless they appear several times during the chapter. It's amazing how much you can learn, even if you are not worried about it.
My favorite chick-lit writers are Marian Keyes and Sophie Kinsella. Don't read in public, people will think you're nuts with all the laughing. Their books are really funny.
My next step is reading Jane Austen's books, I have them waiting for me on my bookshelf, it's one of my New Year's resolutions.
Avatar do usuário PPAULO 35970 4 32 631
Hi, Clarissa. You have good taste, I read Sophie Kinsella´s The Undomestic Godess and it´s both, hilarious and likeable, an easy reading indeed. Another chick-lit book I read, and equally interesting as well, is the I Don't Know How She Does It by Allison Pearson. It´s very good, believe me.

In spite of the bad-good-I-am-sitting-on-the-fence review from the Guardian.

http://www.theguardian.com/books/2002/j ... anreview18
MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!
Avatar do usuário TheBigSpire 1050 1 6 24
Reading a book in English is very challenging and addictive also!

The first English book I read was called The Bat, by Jo Nesbo, in August 2013. Sort of best-seller style. I must say it's not my style of books and the story as a matter of fact was pretty weak, having not grabbed my attention throughout the more than 400 pages it has.

However, as I'd spent 31 days on the road travelling and that was the only option of reading in the English language I had, I took it! And I must admit: Even not enjoying the story as I would if I had been able to pick whatever book I wanted to, the reading was really worth it: My self-esteem was pretty high at the moment I finished off reading the book.

For that book, I was stopping at every unknown word and looking that up in a dictionary straighatway. In fact, I took 2 or 3 times more to read that book than a book written in Portuguese. Nevertheless, as somebody said over here in this tread, whenever you decide to read a book in another language, you have to face it as a study opportunity: Loads of new words, vocabulary enrichment, focus and attention training, reading skills enhancement, etc.

After The Bat, I should say that I have read a couple of books more and I'm still using the same method of stopping by every unknown or uncertain word to look their meaning up. On the other hand, my girlfriend prefers to keep reading and understand the unknown words by the general context. As you see, every person has its single methods of studying! It's up to you to try'em and see which one best fits your needs!
Eu faço diferente. Eu dificilmente paro para procurar as definições das novas palavras no dicionário, eu continuo lendo. Mas isso nunca foi assim! No começo eu parava para procurar e entender as palavras desconhecidas, mas a leitura ficava travada e muito lenta. Eu acabei mudando a forma de leitura e me condicionando a “não procurar por toda palavra” depois que eu conheci o Warren do site “Successful English”, ele tem um tópico muito interessante sobre a leitura em Inglês que vocês podem ler aqui: http://successfulenglish.com/2010/06/ex ... new-words/

Hoje eu faço exatamente o que ele descreve no tópico e são raras as vezes que eu procuro por alguma palavra no dicionário quando a vejo pela primeira vez, se a palavra se repete várias vezes e não consegui entender pelo contexto, ou se fico extremamente curioso com alguma expressão nova, eu copio e colo a sentença inteira para depois então de terminar a leitura procurar pelas definições, eu nunca copio/colo a palavra isoladamente, sempre dentro do contexto/sentença cheia.

Abraços.