Por que minha Mãe não me botou no inglês?

Navegando sem destino pela net encontrei no blog Técnicas Avançadas, um depoimento bem interessante de uma menina a respeito do gostar e do não gostar de estudar inglês. Vale a pena ler e refletir a respeito!

Eu nunca quis fazer inglês. Talvez eu fosse ligeiramente subversiva quando criança, minha irmã diria sem rodeios “revolucionária”, mas eu nunca quis falar inglês.

Você está se preparando para as provas de proficiência TOEFL e TOEIC?  Então baixe um guia grátis da English Live: Dicas Para as Provas do TOEFL e do TOEIC. Nele você encontrará mais informações sobre o que são esses exames, porque eles são importantes, e também dicas na hora de realizar. Clique aqui e saiba como baixar!

A primeira vez que me arrependi dessa infantil decisão foi no lançamento mundial do quinto Harry Potter, em inglês, claro. Culpei, obviamente, a minha mãe, oras, mas por que diabos ela NUNCA tinha me botado pra estudar inglês? Eu tive que fazer natação a contragosto, ela podia ter me botado no inglês também, poxa!

E Harry Potter, o 6 e o 7, sempre nos meses de julho desses últimos anos, foi o culpado por eu sempre me irritar com o fato de ser uma analfabeta na língua mundial. Pensei que, com o lançamento do último esse martírio de culpa e de ler traduções livres na internet tivesse acabado. Até que eu achei o site da UofT, University of Toronto.

Hoje, o dono da companhia que vai levar meu cunhado (minha irmã, meus dois sobrinhos e, daqui uns 4 anos, eu) pro Canadá, francês de nascimento e morador de Toronto há 50 anos, poliglota, olhou pra mim e perguntou: “Onde você estudou inglês?”.

Meu primeiro pensamento, rasgando, foi o de que as poucas palavras que eu tinha trocado com ele saíram completamente erradas, todas as conjugações que eu usei foram equivocadas e que eu não tinha a menor chance de um dia conseguir entrar no Canadá, o que seria do mestrado que eu queria fazer lá?

Eu respondi, morrendo de medo, “só na escola…”.

Ah! Ele disse que era ótimo!

See you!

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 16 comentários