Reading, Speaking, Writing and Listening: Qual é a habilidade mais importante?

Aprender inglês de verdade exige muito esforço e perseverança, caso contrário todo mundo estaria hoje falando esse idioma. Não é nenhuma novidade dizer que a proficiência em qualquer idioma exige o domínio de 4 áreas: leitura (reading), escrita (writing), fala (speaking) e compreensão (listening). Com o inglês não é diferente, algumas pessoas passam a vida toda tentando dominar as 4 áreas descritas anteriormente e muitas desistem no meio do caminho, frustradas.

Que tal escolher apenas uma habilidade e focar nela? A resposta parece óbvia, todo mundo vai escolher a fala. Mas pare para pensar um pouco, qual é a habilidade mais importante para você? Qual a sua realidade com relação ao inglês? Você realmente precisa falar em inglês?

Eu fiz esse exercício e cheguei a seguinte conclusão. Eu escolheria primeiramente a Leitura, depois a Escrita, seguida da Compreensão e por último a Fala. Trabalho com tecnologia, passo boa parte do dia lendo documentos técnicos. Preciso “teclar” com muitas pessoas em inglês, daí a necessidade da escrita. A compreensão, utilizo quando assisto a palestras e entrevistas. A fala nunca foi realmente necessária, sempre morei no Brasil, porém passo algum tempo praticando com alguns amigos e principalmente com os colaboradores do blog, via Skype.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Dominar um idioma por completo pode demorar muito tempo – 8 anos para a maioria das pessoas, dominar apenas uma habilidade é muito mais fácil. Quando eu comecei os meus estudos por conta própria escolhi o domínio da leitura como prioridade. Consegui obter avanços significativos em apenas 6 meses. Quer saber como? Confira o link abaixo:

É isso pessoal.

I hope that helps,

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 16 comentários