Crime em inglês: vocabulário dos noticiários

Falar sobre crimes não é lá das coisas mais agradáveis, mas no mundo em que vivemos, é infelizmente necessário. Não há um dia em que não nos deparemos com notícias de algum tipo de crime e isso, com certeza, não é um privilégio de nós, brasileiros. Então, como precisamos ficar a par do que acontece no mundo vamos a algumas das palavras que vi aparecendo com mais frequência, numa rápida busca que fiz, nos jornais mais importantes dos Estados Unidos e da Inglaterra.

Murder: é o assassinato, mas é muito comum vermos no noticiário a palavra manslaughter, que também é um assassinato, mas quando não há intenção. Em termos legais é chamado de homicídio culposo.

Embezzlement: esse é um crime bastante comum nos nossos noticiários, é o crime de peculato, ou seja, quando alguém se apropria de bens ou valores públicos a ele confiados.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Bem, na área de se apropriar do que não lhe pertence, infelizmente, temos uma gama de opções:

Burglary: é o ato de entrar num local com a intenção de cometer um roubo (theft).

Robbery: é um tipo de roubo em que há tentativa de conseguir algo de valor usando força física e/ou ameaças. Se for um roubo com mão armada, usamos a palavra holdup.

Pickpocketing: tipo de crime que envolve o roubo de dinheiro ou outros bens sem que a vítima perceba no momento do ocorrido, também traduzido como furto.

Shoplifting: é o ato de roubar mercadoria de uma loja que está aberta para negócios.

Temos ainda crimes extremamente violentos como rape (estupro), genocide (genocídio) e arson, que é o incêndio doloso, ou seja, aquele que é intencional. E para terminar, as formas de sequestro: quando se trata de sequestrar pessoas, dizemos kidnapping e quando se trata de veículos, como avião, trem ou ônibus, usamos hijacking.

Apenas para descontrair um pouco, veja só que placa criativa encontrei num artigo sobre o assunto.

Acho que agora você já vai pode entender um pouquinho mais quando ler artigos nos jornais com esse assunto.

Bons estudos!

Mônica

Mônica Bicalho

Mônica Bicalho é brasileira. Além de 20 anos de experiência em sala de aula é examinadora certificada da Universidade de Cambridge. Atualmente trabalha como supervisora pedagógica e professora do curso Meuinglês.

Mostrar 24 comentários