A Dupla Negativa no inglês

A professora convidada Mônica Bicalho explica como a língua inglesa funciona de forma diferente do português. Um exemplo é a dupla negativa, confira!

Para nós brasileiros quando dizemos “Eu não sei nada.” Fica claro que esta frase está em oposição à frase “Eu sei tudo”. Porém, quando traduzimos para o inglês não podemos dizer: “I don’t know nothing”, temos que dizer: “I don’t know anything”. Como vemos, a lógica da língua inglesa funciona diferentemente da língua portuguesa, quando em inglês negamos duas vezes, a segunda negativa anula a primeira, transformando a frase numa afirmativa. A regra, então, é clara, quando em inglês precisamos negar duas vezes e manter o sentido da negação usamos o “any”. Por exemplo:

Eu não vi nenhuma nuvem no céu. [ I didn’t see any clouds in the sky. ]

Se quisermos usar o “no” temos que construir a frase da seguinte forma: “I saw no clouds in the sky” , ou seja, usar apenas uma negação. Mais um exemplo?

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Eu não como nenhuma fruta. [ I don’t eat any fruit. / I eat no fruit. ]

Com explicar então essas linhas da música “Another Brick in the Wall” do grupo Pink Floyd com duas negações?

We don’t need no education.
We don’t need no thought control.

(Nós não precisamos de nenhuma educação
Nós não precisamos de nenhum controle de pensamento)

Embora negativas duplas sejam consideradas uso gramatical incorreto elas são encontradas, por exemplo, no dialeto cockney falado em áreas do Leste Londrino. Mas vamos combinar que esse não é o melhor exemplo a ser seguido, certo? Nada como falar como manda o figurino, ou melhor, como manda a gramática.

See you next time!

Mônica

Mônica Bicalho

Mônica Bicalho é brasileira. Além de 20 anos de experiência em sala de aula é examinadora certificada da Universidade de Cambridge. Atualmente trabalha como supervisora pedagógica e professora do curso Meuinglês.

Mostrar 15 comentários