Como dizer ”Quando um não quer, dois não brigam” em inglês

Como dizer ”Quando um não quer, dois não brigam” em inglês

A expressão “quando um não quer, dois não brigam” é usada para dizer que uma briga só ocorre porque ambos permitem. Essa é também uma forma comum de pais e mães chamarem a atenção de seus filhos. Quem não se lembra? Vejam então um diálogo para ilustrar melhor o assunto.

João: Mãe, Maria me bateu, trancou a porta do quarto e não quer devolver meus brinquedos.
Mãe: Por que, João?
João: Porque ela me mostrou a língua e eu a chamei de feia.
Mãe: Viu? Se na hora que ela te mostrou a língua você tivesse deixado para lá, isso não teria acontecido. Quando um não quer, dois não brigam.

Agora ficou fácil de entender, não é mesmo? Em inglês, a expressão idiomática equivalente é “it takes two to tango”. Literalmente, “é preciso duas pessoas para se dançar tango’’. Como vocês já devem saber, o “tango” teve origem na Argentina e a dança normalmente é feita por um casal. Porém, a expressão em destaque não se aplica apenas a casais (homem e mulher), mas a situações diversas envolvendo duas pessoas em conflito.

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido?
Clique aqui e saiba como.

Vamos agora aos exemplos de uso para que tudo fique mais claro e vocês aprendam a utilizar mais esta idiom muito interessante. Confiram a seguir:

  • She may want to argue, but it takes two to tango and I won’t stoop to her level. [Ela pode querer discutir, mas quando um não quer, dois não brigam e eu não vou me rebaixar ao nível dela.]
  • Remember: it takes two to tango. [Lembre-se: quando um não quer, dois não brigam.]
  • But as Mom always said, “It takes two to tango.” [Mas como a mamãe sempre dizia, “quando um não quer, dois não brigam.”]
  • It takes two to tango. Both are equally to blame. [Quando um não quer, dois não brigam. Os dois são igualmente culpados.]

Outra expressão usada na mesma situação é “it takes two to make a quarrel.” Porém, confesso que a tenho visto muito menos do que “it takes two to tango“. Vamos ao exemplo de uso:

Jane: I think Anna ought to apologize for arguing with me. [Jane: Eu acho que a Anna deveria se desculpar por discutir comigo.]
Mother: It takes two to make a quarrel, dear. Maybe you ought to apologize to her. [Mãe: Quando um não quer, dois não brigam, querida. Talvez você deva se desculpar com ela.]

Bom, pessoal, acho que por hoje é só.

Bons estudos e até a próxima.

Ainda precisa de ajuda?

Configura algumas opções:

  1. Envie sua questão em nossa comunidade;
  2. Pergunte a um professor: 15 minutos de aula grátis!
Donay

Donay Mendonça

Donay Mendonça é professor de inglês com anos de experiência no ensino de idiomas para jovens. Além de colaborar com artigos ele ainda é moderador do fórum do English Experts.

Mostrar 12 comentários