Como dizer ”Quando um não quer, dois não brigam” em inglês

Briga GatosA expressão “quando um não quer, dois não brigam” é usada para dizer que uma briga só ocorre porque ambos permitem. Essa é também uma forma comum de pais e mães chamarem a atenção de seus filhos. Quem não se lembra? Vejam então um diálogo para ilustrar melhor o assunto.

João: Mãe, Maria me bateu, trancou a porta do quarto e não quer devolver meus brinquedos.
Mãe: Por que, João?
João: Porque ela me mostrou a língua e eu a chamei de feia.
Mãe: Viu? Se na hora que ela te mostrou a língua você tivesse deixado para lá, isso não teria acontecido. Quando um não quer, dois não brigam.

Agora ficou fácil de entender, não é mesmo? Em inglês, a expressão idiomática equivalente é “it takes two to tango”. Literalmente, “é preciso duas pessoas para se dançar tango’’. Como vocês já devem saber, o “tango” teve origem na Argentina e a dança normalmente é feita por um casal. Porém, a expressão em destaque não se aplica apenas a casais (homem e mulher), mas a situações diversas envolvendo duas pessoas em conflito.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Vamos agora aos exemplos de uso para que tudo fique mais claro e vocês aprendam a utilizar mais esta idiom muito interessante. Confiram a seguir:

  • She may want to argue, but it takes two to tango and I won’t stoop to her level. [Ela pode querer discutir, mas quando um não quer, dois não brigam e eu não vou me rebaixar ao nível dela.]
  • Remember: it takes two to tango. [Lembre-se: quando um não quer, dois não brigam.]
  • But as Mom always said, “It takes two to tango.” [Mas como a mamãe sempre dizia, “quando um não quer, dois não brigam.”]
  • It takes two to tango. Both are equally to blame. [Quando um não quer, dois não brigam. Os dois são igualmente culpados.]

Outra expressão usada na mesma situação é “it takes two to make a quarrel.” Porém, confesso que a tenho visto muito menos do que “it takes two to tango“. Vamos ao exemplo de uso:

Jane: I think Anna ought to apologize for arguing with me. [Jane: Eu acho que a Anna deveria se desculpar por discutir comigo.]
Mother: It takes two to make a quarrel, dear. Maybe you ought to apologize to her. [Mãe: Quando um não quer, dois não brigam, querida. Talvez você deva se desculpar com ela.]

Bom, pessoal, acho que por hoje é só.

Bons estudos e até a próxima.

Donay

Donay Mendonça

Donay Mendonça é professor de inglês com anos de experiência no ensino de idiomas para jovens. Além de colaborar com artigos ele ainda é moderador do Fórum do English Experts.

Mostrar 12 comentários