Dicas para Professores de Inglês: Parte I

Dicas para Professores de Inglês: Parte I

Hoje começamos uma série de artigos direcionados aos professores de inglês. Além de professor e tradutor, também trabalho com treinamento de professores, tanto de docentes de escolas regulares (ensino fundamental I/II até médio) quanto de institutos de idiomas. Durante estes anos de treinamento percebi que uma reclamação recorrente é: “Como estudo para aperfeiçoar meu inglês?”. Como diz a expressão, “muitos professores passam muito tempo serrando e se esquecem de afiar a serra”, vamos, então, começar esta série de artigos com algumas dicas para você, professor, melhorar seu desempenho linguístico e aproveitar mais o tempo de estudo.

Faça uma Aula GRÁTIS de inglês com um professor de nativo e avalie se você é capaz de se comunicar com um estrangeiro.
Começar agora!

DICA 1: Voice-over

Desde os anos 50, atividades de escuta e repetição têm sido muito populares. Porém, uma variação de tal atividade produz resultados muito positivos que ajudam, não somente na audição, como também na fluência oral.

* Escolha um monólogo gravado, de velocidade e dificuldades médias. Ouça uma vez para compreensão geral.

* Quando você for ouvir pela segunda vez, não pare o áudio. “Duble” o monólogo depois do locutor, com um atraso de não mais do que duas ou três palavras. Caso você erre (o que certamente vai acontecer) não pare e se corrija. Alcance o locutor e continue.

* Depois que você tiver feito isso com os monólogos, tente fazer com diálogos.

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido?Clique aqui e saiba como.

DICA 2: Soe mais nativo que os nativos!

Geralmente, alunos adultos tendem a ter resistência em imitar a pronúncia nativa. Como professores brasileiros, também não somos exceções pois tememos parecer “esquisitos” se o fizermos. O desafio é: por que não tentamos quebrar tal barreira usando o exagero e a auto-ironia?

* Escolha um texto gravado, de preferência um com várias vozes, como uma peça teatral. Depois de ouvir uma vez, identifique os personagens: sua profissão, idade e sexo, sua relação um com o outro, etc.

* Toque o áudio de novo, frase por frase desta vez. Repita cada frase exatamente como ela foi pronunciada, mas tente exagerar na atuação. Por exemplo, seja mais pretensioso que o personagem A, mais ameaçador que o B, mais histérico que o C, etc. Mas acima de tudo, exagere na pronúncia – soe mais nativo que os personagens!

Referência: The non-native teacher, Peter Medgyes, Macmillan Publishers

Hora de Praticar

O nosso parceiro está oferecendo 15 minutos de Aula Grátis para você colocar em prática o que acabou de aprender. Não perca essa oportunidade.

Acessar Código Promocional

Adir

Adir Ferreira

Adir Ferreira é professor e tradutor de inglês e espanhol há 22 anos. É responsável pelo blog de língua espanhola da empresa americana Transparent. Trabalha com educação corporativa, treina professores e ministra workshops sobre metodologia.

Mostrar 7 comentários