Duas semanas sem Skype e MSN: viva a produtividade

Ferramentas de comunicação instantânea como Skype, MSN, Google Talk são fantásticas. Elas facilitam muito o contato com amigos, colegas de trabalho, familiares etc. Além disso, para desespero das operadoras de telefonia, os IMs (do inglês Instant Message) permitem uma economia considerável na conta telefônica.

Alessandro, eu já sei disso

Tudo bem, o primeiro parágrafo foi apenas uma introdução ao tema. O grande problema é quando essas maravilhosas ferramentas começam a atrapalhar a nossa produtividade. Eu sempre me gabei de saber usar adequadamente a internet, isso inclui Skype, MSN, facebook, twitter etc. As minhas conversas online geralmente são bem objetivas, evito ficar de bate-papo especialmente no horário comercial. Mesmo assim, como tenho uma agenda bem flexível, é muito fácil perder o foco e acabar adiando o trabalho necessário, resultado: algumas vezes tenho trabalhar até altas horas para compensar o tempo perdido durante o dia.

O uso exagerado dos IMs também pode ser negativo. Já trabalhei numa empresa onde chegávamos ao cumulo de conversar pelo skype mesmo estando na mesma mesa. A “justificativa” é que quando a gente envia uma mensagem pelo skype é possível responder depois sem interromper o trabalho. Calma aí, mas essa não é a função do email?

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

A minha ferramenta de trabalho é o computador, mas tenho que reconhecer que essa “maquininha” é um verdadeiro parque de distrações (desculpe o trocadilho infame). Algo que pisca na tela, um ícone que começa a pular (acontece no Mac), uma janela que se abre com uma mensagem de “oi” dentro dela. Tudo isso dispersa a atenção e quebra a concentração.

Com os IMs a situação é ainda pior, tem alguém do outro lado querendo falar com você. Assim que você responde ao chamado a sua atenção foi direcionada para aquela conversa, da mesma forma que acontece pessoalmente. Mesmo que o motivo seja importante, se não houver disciplina a conversa acaba debandando para assuntos off-topic. Conversas que poderiam durar segundos acabam se estendendo por horas.

A culpa nem sempre é da pessoa que está do outro lado, frequentemente eu me flagro abrindo o skype simplesmente pra ver quem está online. Coisa de doido!

Alessandro, o que você fez?

Simples, fiquei off do Skype e MSN por 2 semanas. Avisei para todos que precisavam entrar em contato comigo que caso fosse necessário, entrasse em contato por email. Alguns reclamaram no primeiro dia, mesmo assim eu mantive a minha decisão. O principal questionamento foi: “E seu eu precisar te passar alguma informação ou um link?”. A minha resposta foi: “Se for realmente importante, envie um email.”

Outra ação foi desativar todos os softwares que exibiam algum tipo de status na tela, eu não queria nada me distraindo. Foi a morte dos ícones que pulam e das janelas que abrem sem a minha permissão.

Os primeiros dias foram muito complicados. É difícil conter o impulso de abrir o MSN e o Skype, depois acabei me acostumando. Eu abria o email 3 vezes por dia para checar as mensagens enviadas e responder cada uma com a atenção merecida.

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

O Resultado

A minha decisão pode não ter sido muito popular, mas o resultado não poderia ter sido melhor. A minha produtividade nunca foi tão alta.

Sem todas as distrações de antes, consegui realizar atividades que vinha procrastinando há meses. Você, querido leitor, deve ter percebido algumas delas, lembra do pacotão de mudanças no fórum? E da atualização dos softwares do servidor?

Depois do teste eu voltei a utilizar o IMs, porém de forma diferente:

  • Passei a utilizar melhor o sistema de status: ocupado é ocupado, ausente é ausente e online é online. Quando alguém me chama e eu estou “ocupado” eu só respondo quando é possível. Quando estou “online” respondo rapidamente e com a atenção merecida.
  • Configurei a barra de tarefas para ocultar os ícones do Skype e MSN por padrão. Dessa foram além de evitar que eu fique clicando para ver quem está online, eu também não vejo aqueles números de notificações pendentes.

Pois é meus amigos, num mundo cheio de distrações a concentração e o foco podem ser fatores determinantes de sucesso tanto no trabalho quanto nos estudos.

Qual a sua experiência? O que mais faz você perder tempo na frente do computador?

Aguardo sua participação nos comentários.

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 41 comentários