Como dizer “E olhe lá” em inglês

Aqui no Brasil é comum dizermos coisas assim ao longo do dia:

  • Ela tem uns 18 anos, e olhe lá.
  • Custa uns 15 reais, e olhe lá.
  • Agora só mês que vem, e olhe lá.

Deu umas 30 pessoas, e olhe lá.É curioso notar que são simples expressões como “e olhe lá” que nos deixam maluquinhos na hora de falar inglês. Queremos, em inglês, manter a naturalidade da fala, usar as expressões de modo confortável, sem nervosismo, apreensão, medo, etc. Mas acontece que quando nos deparamos com expressões simples e corriqueiras como esta o cérebro simplesmente trava!

A tendência natural da maioria das pessoas é a de traduzir ao pé da letra – pois é mais rápido e lógico. No entanto, se você estiver conversando com um gringo e falar algo como “she’s about eighteen, and look there“, certamente o gringo olhará para algum lugar tentando ver o que você quer mostrar. Ou seja, ao pé da letra não vai dar nada certo.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Encurtando a conversa, saiba que este simples “e olhe lá” em inglês é expresso por “if that“. Sem tirar nem por nadinha. Sabendo disto podemos traduzir as sentenças da seguinte forma para o inglês:

  • She’s about 18, if that.
  • I think it costs 15 reais, if that.
  • Now, it’s just next month, if that.
  • There were about 30 people, if that.

Bom, agora que você já sabe, não cometerá o erro de traduzir ao pé da letra, não é mesmo? Caso queira aprender mais expressões corriqueiras como estas é só adquirir o livro Inglês na Ponta da Língua: método inovador para melhorar o seu vocabulário. (Como diz o velho bordão: “propaganda é a alma do negócio!”)

Denilso

Denilso de Lima

Denilso de Lima é autor de “Inglês na Ponta da Língua” e “Por que assim e não assado?” [Ed. Campus/Elsevier]. Dá palestras e workshops sobre ensino/aquisição de vocabulário [Lexical Approach e Linguística de Corpus] em instituições de ensino.

Mostrar 10 comentários