Entrevista: Como o Inglês se tornou tão importante

Estudantes PátioHoje eu li uma entrevista bem interessante sobre a expansão do Inglês pelo mundo. Nela a professora e consultora Cristina Schumacher explica porque o estudo do inglês foi mistificado no Brasil, detalhe galera, ela também e fluente em alemão, francês, espanhol e japonês. Um dia eu chego lá! ;-) À primeira vista (at first glance) parece ser um tema chato (boring), mas se você começar a ler não vai conseguir parar. Para quem não tem tempo eu separei alguns trechos que julguei interessante e importante.

Como o Inglês se tornou tão importante

O que acontece com o inglês é semelhante ao que aconteceu com o latim na época do Império Romano ou com o francês no século passado. A língua mais falada pela maior parte das pessoas num determinado momento do mundo reflete a cultura e a hegemonia de cada época. Hoje, os Estados Unidos fazem as regras do jogo, do ponto de vista econômico, cultural. Era somente no Ocidente, agora é quase em todo o mundo.

Outros fatores que contribuíram para a expansão do Inglês

A Inglaterra teve um papel parecido com o dos Estados Unidos. Foram dois golpes sucessivos de culturas que usam essa língua. A língua vem na esteira de outros movimentos de cunho econômico, social, cultural.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Os erros são aceitáveis dependendo da situação

Tenho níveis de correção que posso obter, independentemente do processo que sigo. Há pessoas que se dedicam ao processo tradicional, têm nível de correção mediano e não conseguem ir além em função da aptidão e do tempo de dedicação. Quando se usa o falante nativo como referência, espera-se que se espelhe sempre nele. O que defendo é tornar aceitáveis os erros; eles já acontecem. O importante é compreender e ser compreendido.

Se a propaganda diz “Aprender Rápido”. Duvide!

Com relação a aprender rápido, duvide de promessas. Ninguém pode dizer que você vai aprender inglês em um ano. É impossível precisar quanto tempo cada pessoa leva em seu aprendizado. Em um ano, você pode chegar a determinados conhecimentos, de estrutura, mas o que vai usar daquilo depende de você. […] Só se aprende numa situação em que estamos relaxados. O aprendizado deve estar associado a coisas que gerem interesse genuíno no aluno. Há uma angústia: o inglês se transformou em sinônimo de oportunidade profissional.

Todos podem Aprender (Essa foi a parte que mais gostei)

Todas as pessoas podem aprender se tiverem claro que vão estar trocando o ponto de vista da realidade. Uma língua é um ponto de vista da realidade, uma forma de ver as coisas. É outra forma de organizar a comunicação, flexibilizar a visão de mundo. Então, todas as pessoas podem aprender inglês como todas as pessoas podem aquilo que quiserem, desde que estejam motivadas.

A entrevista completa está disponível em: carreiras.emprego.com.br

I hope that helps!

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 4 comentários