O som do T no inglês americano

Perguntas e respostasMarcelo comenta: Gostaria que alguém pudesse me explicar sobre a pronúncia do “t” nas palavras precedidas de vogal. Será que podemos considerar essa pronuncia do “t” como se fosse um “r” do português, como na palavra (native) e nos linked sounds (a lot of)?

Oi Marcelo! A sua questão é muito frequente, quando eu comecei a estudar inglês também achava que o som do “t” em algumas palavras do inglês americano era bem parecido com o “r”. Até que um dia, um amigo americano, me corrigiu e disse que na verdade não era semelhante ao “r” e sim ao “d”.

Encontrando um denominador comum

Demorei um tempo para perceber que esse amigo, apesar de conhecer também o português, estava se referindo “d” do alfabeto inglês. Por isso que para eles não faz sentido dizer que o “t” em algumas palavras tem o som parecido com um “r” (diferente do português), só “serve” se for um “d”.

Receba aqui um prêmio que vai ajudar você a falar inglês!

Clique aqui e acesse!

Se você procurar referências sobre o tema no youtube, vai encontrar vários vídeos (em inglês) confirmando que o som do “t” se transforma em “d” em alguns casos. Nós brasileiros vamos ouvir um “r” mesmo. Então vamos combinar o seguinte, é o som do “d” mesmo, só que o “d” do alfabeto inglês. ok? Esse assunto foi discutido no podcast “O Segredo da Pronúncia Perfeita“.

Sabendo disso ouça abaixo as palavras native, pretty, beautiful e little. Observe bem o som do “d”.

Veja uma explicação detalhada no vídeo abaixo:

O Oxford Advanced American Dictionary também explica essa questão, veja:

American speakers use the sound //, which is like a quick /d/, in many words spelled with -t- or -tt-. It is used in words after a vowel or /r/, and before an unstressed vowel or syllablic /l/: city /ˈsɪt̮ɪ/;parting /ˈpɑrt̮ɪŋ/; little /ˈlɪt̮l/.

That’s it!

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

27 comentários

  • 28/03/12  
    Flavia Magalhaes diz: 1

    Alessandro,

    Além dos diversos tópicos do fórum sobre a pronúncia do T, e alguns sobre palavras específicas como “moniTor”, “ciTy” e “InTernet”, o comentário que até hoje eu achei mais “enlightening” foi a resposta que o Adam deu para o Josney no artigo “Diferenças culturais modificam o Inglês” (linca aí pra mim: https://www.englishexperts.com.br/2006/10/27/diferencas-culturais-modificam-o-ingles), e que transcrevo abaixo:

    “Let me clear up a little misconception about consonants in the middle of words (such as the t in little and the d in middle). Brazilians think that Americans pronounce this with an r sound. That is very wrong. We pronounce little with a very soft t sound and middle with a very soft d sound. It may appear to you that is an r, but the enunciation is quite different.
    In your example, let it be what it is, there are a lot of t’s… We enunciate each and every t as a t sound, but since we talk fast, it may appear as an r, but they are t’s… I just said this phrase, and during each t, my tongue went to the top of my teeth which is necessary to pronounce the t. If I were to pronounce a Brazilian r, this is almost like pronouncing an English h which doesn’t require the tongue.

    From a native US English speaker…”

    • 28/03/12  
      Alessandro diz:

      Oi Flávia,

      Você não sabe o quando eu procurei esse comentário do Adam, ele é o amigo americano que eu citei no texto.

      Isso mostra o quando você conhece o conteúdo do EE.

      Obrigado pelo comentário e colaboração de sempre!

  • 28/03/12  
    Rakky diz: 2

    A very nice article! Thanks a lot! =)

  • 29/03/12  
    sandrom diz: 3

    Essa mudança do som do T é chamada de “flap” ou “flap sound”.

    É mais comum no inglês americano e é um dos fatores que permite distinguir a pronúncia britânica da americana.

    Além disso, verifica-se que no inglês americano, o som do T tende a se alterar em outras situações. Por exemplo, em internet e interview, a pronúncia afasta-se inclusive do som do “d” do alfabeto americano, aproximando do som de “n” (innernet, innerview) ou até mesmo a desaparecer como no caso de “makes them” (makes ´em).

    Isso sem contar uma pronúncia que ouvi uma vez em que o som é produzido na garganta e não na boca na palavra “forgotten” (não sei de que região e não sei qual o símbolo fonético).

    De qualquer forma, sempre achei que a pronúncia do T, ao lado do TH sound, é um dos capítulos mais interessantes do estudo da fonética do inglês e também o que deixa a pronúncia mais bonita e com mais estilo.

    Parabéns EE pelos tópicos sempre interessantes.

  • 29/03/12  
    Jolimar diz: 4

    E quando as palavras com D, já notei que há palavras com D que no meu ouvido soa como um R como em Somebody.

  • 29/03/12  
    Eduardo Souto diz: 5

    Eu nunca tinha parada para observar com atenção os sons do “T” no Inglês, e com este post seu, eu fiquei curioso em relação e estou realizando um estudo em cima do tema!

    Obrigado pelo post Alessandro!

    Uma ótima tarde pra você!

  • 29/03/12  
    aLEXANDRE pRATES diz: 6

    Eu gosto muito de estudar aqueles caracteres de representação fonética. No dicionário Oxford tem. Mas, infelizmente não há um carácter que representa este som. É questão de ouvir mesmo. E é muito sutil. Só depois que eu li e ouvi que eu percebi a diferença.

    Thanks a lot!!!!!!!

  • 29/03/12  
    Rick diz: 7

    Nossa! Adorei o post e o vídeo. Parabéns!

  • 29/03/12  
    FrankCastle diz: 8

    Muito elucidador! Obrigado pela dica!

  • 29/03/12  
    Cataline diz: 9

    Very interesting, thanks a lot. I’ll see again.

  • 29/03/12  
    Patrick Lennon diz: 10

    Gostaria de saber o por quê Americanos não pronuciam os “T” de Atlanta?!?!

    Grato.

  • 29/03/12  
    magda diz: 11

    Realmente, foi muito bom esse topico. Parabens, EE.

  • 30/03/12  
    Lucas Romão diz: 12

    It’s very interesting !I always thoght that the sound of “t” in English was “r” in Portuguese !
    Thanks for the help ‘-‘

  • 30/03/12  
    Jolimar diz: 13

    Vi o video, e confesso que por mais que eu me esforçasse, não consegui ouvir o som do D, ouvi foi um R mesmo, rs, mas percebi que seu eu pronunciar o D rapidamente, eu consigo sentir como se tivesse dizendo um R.

    My English teacher is british, so I don’t know if she can help me about that.

    • 11/12/16  
      SoniaMel diz:

      idem…

  • 31/03/12  
    joao diz: 14

    i already knew it, first of all it,s important to learn a little bit more.
    thanks!!

  • 31/03/12  
    Rafael Brito diz: 15

    Excelente dica! Já tinha percebido o som do “r” nesses casos, mas não sabia que para os americanos, na verdade, o som é da letra “d”. Como sempre o EE trazendo informação de qualidade!

  • 01/04/12  
    mario diz: 16

    Actually, as they say, the sound of the `T` is fast, which sounds more like our `R`, in Portuguese language.

  • 01/04/12  
    João B. L. Ghizoni diz: 17

    “If I were to pronounce a Brazilian r, this is almost like pronouncing an English h which doesn’t require the tongue.” This sentence makes it very clear that people are talking about different things! Alessandro was clear when he said that when Americans say the t sounds like a d, they mean “the American pronunciation for the letter d”, which, IS LIKE AN R IN BRAZILIAN PORTUGUESE. But an R between two vowels! Not at the beginning of words! If you pronounce words such as CARONA, QUERIDO, ARESTA, you will notice that the R really sounds the same as the t between vowels in American English.

  • 04/04/12  
    Neymi diz: 18

    I liked it, and it’s very interesting to see the functions of T.

  • 07/04/12  
    Andre Loureiro diz: 19

    Muito bom esse artigo. No entanto, é bom lembrar que não é que o som da letra “d” no português brasileiro seja diferente do Inglês. Ele é diferente de todas as outras línguas (com raras exceções). (Como sabem, mesmo problema com a letra “t”.) Se vc não é de Pernambuco e redondezas (eu não sou), vc vai falar assim. Moro no Reino Unido e já me disseram que identificam um Brasileiro falando inglês em poucas palavras. Morreram de rir quando eu disse que “doctor” em português vem do latim e é “médico”. Resposta: “What’s that? Magical?? LOL”. Se evitar este som de “j” quando falar “d” e “t” vais demorar um pouco mais pra descobrirem de onde vc é.

    • 07/04/12  
      Andre Loureiro diz:

      Correção: vão demorar (não vais…)

  • 08/04/12  
    Belinassi diz: 20

    I usually say every days, that the little details make a big difference when we are learning a foreign language.

    Tanks a lot

    Belinassi

  • 11/04/12  
    Caio Ferreira diz: 21

    Muito bacana isso! Depois que li o artigo fui dar uma pesquisada e achei uma serie de três vídeos bem completos que explicam sobre todos os tipos possíveis de soms do T.

    Achei mais completo e melhor explicado do que o vídeo do artigo. Segue o link do primeiro, para assistir o restante é só olhar nos vídeos relacionados.

    http://www.youtube.com/watch?v=iGDpZdZuU8c

    Abraços e valeu pelo artigo!

  • 18/04/12  
    Thiago Castilho diz: 22

    It was really interesting and new to me. In all these years studing english, i didn’t realized that the consonant “T” has the sound of “r” in portuguese. It really helped me a lot, thank you!!!!!!!

  • 03/04/17  
    Michelle Cristina F diz: 23

    Pra mim continuou soando como “R” mesmo. No curso de idiomas aprendi que T/D (entre vogais, tem som de corte) = R, como em Better. E ouvindo músicas percebo isso muito presente, mas continuei confusa…