Do, Does e Did com o significado de "realmente"

Discussões sobre Verbs, Nouns, Adjectives, Prepositions, Present Perfect, Simple Past etc.
Avatar do usuário Lígianlf 75
Hello,
Normalmente nós usamos do, does, did como verbos auxiliares em frases interrogativas e negativas, mas eles também podem serem usados em frases afirmativas com o significado de realmente, de fato. Como no exemplos abaixo:

Ex.:She does Know English. (Ela realmente sabe inglês.)
Ex.:They do listen to us. (Eles realmente nos escutam.)
Ex.:They did like the show. (Eles realmente gostaram do show.)

see you

Para aprender mais sobre os tempos verbais baixe agora um guia grátis: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar agora!
Avatar do usuário osnysantos
Why did you use 'do' in second example and 'does' in third example?
What's the difference between them?
Correct me if I'm wrong.
Thanks

Avatar do usuário Flavia.lm 3375 1 7 72
Olá Osny

Ainda que usado como "enfatizador" do verbo seguinte, eles precisam ser conjugados de acordo com a pessoa:

I do
You do
He does
She does
It does
We do
You do
They do

Espero ter ajudado.


Avatar do usuário mandyferrero
Adorei o tópico, tava pensando nisso hoje mesmo, queria entender porque as pessoas ás vezes usavam os verbos auxiliares, quando poderiam apenas usar uma palavra no passado, que bacana, agora eu entendi, obrigada pelo tópico ;)

Avatar do usuário Flavia.lm 3375 1 7 72
Pessoal,

Tenho observado o uso do enfatizador após a palavra "please", ex.:

- Please do let me know (...)
- Please do send me (...)

Pra mim, soa um tanto estranho fazer uma solicitação "educada" (please) e em seguida uma "exigência" ("do send me" = qdo eu leio isso, entendo "se vc não me mandar isso em dois minutos eu te mato").

O que acham?

Avatar do usuário Henry Cunha 9695 2 16 173
Flávia,

O que está sendo enfatizado é o acordo com seja-lá-o-quê sendo proposto; então, é o contexto que é importante; como em

A: I'd like to send you a copy of the proposal for you to take a look at.
B: Yes, please do.

A: May I tell you what's on the menu today?
B: Yes, please do.

A: I can tell you what he said.
B: No, please don't.

Quer dizer, pode tomar tal e tal ação com todo o meu consentimento. E funciona no negativo também, como uma forma gentil de negar permissão.

Avatar do usuário Flavia.lm 3375 1 7 72
Mas, Henry, nos seus exemplos o "do" está sozinho, substituindo o verbo da pergunta.
Veja que nos exemplos que citei antes tem outra função:

- Please do let me know what option you prefer.
- Please do send me the file before Friday.

Avatar do usuário Henry Cunha 9695 2 16 173
Flávia, I could have added

Yes, please do send me a copy.
Yes, please do tell us.

"Do" nestes casos ainda é um enfatizador, e não um auxiliar.

Agora, eu noto que foi você que achou estranho a "exigência". (Sorry, I don't mean to be pointing fingers!!) Eu estava sugerindo que não é exatamente uma exigência...o que no contexto soaria estranho mesmo...

As a demand, I'd probably write:

Please be sure to let me know...
Please ensure you let me know...

In this case, where I want to be co-opting, and agreeable, (as always, right?):

Please do let me know if this makes any sense at all!

Avatar do usuário Flavia.lm 3375 1 7 72
Henry Cunha escreveu:(...)
As a demand, I'd probably write:

Please be sure to let me know...
Please ensure you let me know...
(...)


Agora sim faz sentido.

Concordo com o uso do enfatizador nos casos "Yes, please do let me know..." quando alguém está respondendo uma sugestão prévia. Mas se eu te mandasse um email dizendo "Henry please do answer this message today" soaria muito mais mal-educado do que "Henry, would you please answer this message today?" Isn't it? Por isso acho estranho o uso após "please".

p.s.: filtrei as ocorrências "estranhas" e vieram de Singapore (a língua mãe deles é chinês, certo?), e de Montreal, QC. Não sei o quanto posso confiar no inglês "nativo" de Quebec ou se porventura o francês deles interfere em alguma coisa.