Qual a diferença entre Holland e The Netherlands?

Qual a diferença entre Holland e The Netherlands?

Há muitas pessoas que, quando estão discutindo sobre países europeus em inglês, utilizam Holland (Holanda) ao se referir a The Netherlands (os Países Baixos), achando que é a mesma coisa. Mas, infelizmente, devo informar que não é! Então separa seus tamancos, o queijo gouda, agenda sua visita ao Heineken Experience e VEM COMIGO!

Normalmente, quando começamos nossos estudos de inglês, seja em um curso regular, seja autodidata, estudamos a pergunta clássica:

Para respondê-la, precisamos falar ou nosso país ou a qual nacionalidade pertencemos:

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Dessa maneira, estudar sobre países ou nacionalidades é essencial. Contudo, quando falamos da Holanda surge aquela dúvida: é Holland ou The Netherlands?

Frequentemente ouço pessoas falando:

  • I’m traveling to Holland.
  • I’m going to travel to Holland.

Logo, imagino que estão falando de uma província dos Países Baixos. Mas, quando vou perceber, muitos estão falando da Holanda como país!

Afinal, a Holanda é um país ou uma província? Qual a ligação dela com os Países Baixos?

The Netherlands, ou Reino dos Países Baixos – ou só Países Baixos –, é formado por um conjunto de 12 províncias:

  1. Drenthe – Drente
  2. Flevoland – Flevolândia
  3. Friesland – Frísia
  4. Gelderland – Guéldria
  5. Groningen – Groninga
  6. Limburg – Limburgo
  7. North Brabant    – Brabante do Norte
  8. North Holland – Holanda do Norte
  9. Overijssel – Overissel
  10. Utrecht – Ultreque
  11. Zeeland – Zelândia
  12. South Holland – Holanda do Sul

Como você pode perceber, duas dessas províncias recebem o nome de Holanda. A capital da Holanda do Norte é Haarlem, e a da Holanda do Sul é Roterdã, além disso, Amsterdã (a cidade mais populosa dos Países Baixos) fica na Holanda do Norte. Ambas as províncias são as mais populosas dos Países Baixos e, por muito tempo, representaram a maior potência econômica do reino, em função dos grandes portos, poder marítimo e da grande quantidade de navios que saíam daquela região carregando o nome Holanda.

holland

Assim, tradicionalmente, associou-se o nome Holanda ao do reino e assim permaneceu até que alguns idiomas como o espanhol e o português passaram a incorporar ao vocabulário. Mesmo conhecendo os Países Baixos, dificilmente ouvimos alguém falando que está viajando para lá e sim para a Holanda.

Entretanto, na língua inglesa, diferenciamos The Netherlands como o país e Holland como a região de Amsterdã e Roterdã. Chamar The Netherlands de Holland seria como chamar o Brasil de São Paulo ou os Estados Unidos de Flórida!

Então, seria incorreto falar Holland para se referir ao país?

Por regra, é considerado incorreto, porém, Holland passou a ser adotado como o nome “comercial” para os Países Baixos, pois é comumente associado à ideia de turismo e comércio nas principais regiões. Assim, se pretende falar da região de Amsterdã e Roterdã, utilize Holland e do país inteiro, utilize The Netherlands:

  • My brother lives in Holland. His city is very close to Amsterdam.
  • Perry wants to travel through The Netherlands next spring.

Para finalizar, aprenda outra dica!

O Reino Unido (United Kingdom) é formado por quatro países: Inglaterra (England), Escócia (Scotland), País de Gales (Wales) e Irlanda do Norte (North Ireland). Logo, se você falar que está viajando para o Reino Unido, está implícito que pretende percorrer alguns (ou todos) desses países. Caso esteja se referindo a apenas um deles, diga o nome do país:

  • Hey, I’m going to United Kingdom next month! I’m going to spend 4 weeks in England and one week in Scotland and Wales.
  • I’m studying English in England, I love the British accent!

Espero que tenha gostado da dica.
See ya. =)

Camila

Camila Oliveira

Camila gosta de viajar, conhecer lugares, pessoas e culturas, ouvir música, sentir aromas, degustar sabores, saborear a vida, aprender novos idiomas. Não quer criar raízes, pois sabe onde é o seu lugar: o mundo.

Mostrar 7 comentários