Save Galvao Birds, tradução: Cala boca Galvão

Quem utiliza o twitter vê nos últimos dias um termo no mínimo inusitado. O “CALA BOCA GALVÃO” está no Trending Topics mundial do twitter desde o dia em que a copa começou.

O termo “Cala boca, Galvão” gerou curiosidade na comunidade internacional após ser digitado pelos usuários do Twitter na abertura da Copa do Mundo. Rapidamente o termo chegou ao posto de tópico mais tuitado e permace em primeiro lugar até hoje.

Tudo começou, na quinta-feira (10/06), quando os usuários tuitavam para o locutor Galvão Bueno, da Rede Globo, parar de falar na abertura dos jogos. Depois de alcançar o topo dos Trending Topics, os estrangeiros que não entendem nada de português começaram a perguntar o significado da expressão.

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

O estopim para a divulgação em massa do termo, foi um vídeo humorístico de 1 minuto (one-minute video), criado pelo produtor Fernando Motolese. O vídeo muito bem produzido conta que “CALA BOCA GALVAO” é uma campanha no twitter para salvar um pássaro raro nativo do Brasil. Conta também que mais de 300.000 pássaros são mortos durante o carnalval e por aí vai. A estória é muito engraçada. O vídeo foi narrado em inglês por um ator britânico a pedido de Motolese.

O mundo todo está tuitando o termo achando que faz realmente parte de uma campanha para salvar o pobre pássaro. Confira abaixo o vídeo:

Dessa forma quem não fala português está crente que:

  • Cala boca = Save
  • Galvao = a brazilian bird

O tema foi parar no New York Times e no El País, que contaram a história real. Por isso que não é bom acreditar em tudo que dizem por aí. Eu não poderia deixar de publicar o relato de uma das traduções mais toscas que eu já vi.

See you folks!

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Ensino a Distância (EaD).

Mostrar 40 comentários