É correto responder “I’m fine” para “What’s up”?

É correto responder "I'm fine" para "What's up"?

A expressão what’s up? se popularizou tanto no inglês que até serviu de inspiração para o nome do aplicativo WhatsApp, por causa da semelhança fonética. Para quem ainda não sabe, what’s up? pode ser usado como uma expressão de cumprimento informal – principalmente em inglês americano –, e o seu significado, neste caso, equivale a “e aí?’’, “beleza?”, “jóia?”, “tudo bem?”.

A título de curiosidade, what’s up? deve muito de sua popularidade ao personagem de desenho animado Pernalonga (Bugs Bunny), que dizia what’s up, doc?, geralmente ao mastigar uma cenoura. A tradução para o português, ou melhor, a adaptação feita, na época, foi “o que é que há, velhinho?”.

O futuro é agora. Saiba mais sobre esse tempo verbal em inglês. Baixe o guia grátis da English Live: O Futuro em Inglês. Nele você encontrará mais informações sobre como utilizar o Simple Future, e também outras formas de falar do futuro e de possibilidades em inglês. Clique aqui e saiba como baixar!

Depois de um tempo, quando what’s up? estava meio esquecida, fora dos holofotes, eis que aparece um comercial da Budweiser (que mostraremos no final da dica), e ela volta com força total. Simplesmente virou febre, principalmente entre o público mais jovem.

As respostas mais comuns para what’s up? (entre falantes nativos do idioma) são: not much, what’s up?, not a lot, notta lotta, nothing much, the same old thing, hey, yo, ‘sup, ou simplesmente diga o que você está fazendo no momento.

Depois de aprender tudo isso, acredito que você vai, em alguma ocasião, testar as suas habilidades com o idioma e utilizar what’s up? ao encontrar alguém que também saiba inglês. Como what’s up? é uma expressão de cumprimento, que vai ser utilizada no lugar de, por exemplo, how are you?, a tendência é que se responda – instintivamente – I’m fine, que é uma das respostas mais comuns para how are you?.

Então, surge a dúvida cruel: um americano (ou falante nativo do idioma) responderia what’s up? utilizado I’m fine? Posso usar I’m fine, neste caso?

Sim e não. Dizer I’m fine depois de ouvir um what’s up? é algo que também pode ocorrer entre falantes nativos do idioma. Instintivamente e de forma inconsciente (automática), você poderá encontrar, por exemplo, lá nos EUA, um americano respondendo: “I’m fine”, depois de ser cumprimentado com what’s up?. Porém, é importante saber que essa resposta não está entre aquelas que mais se espera em situações normais. É o tipo de resposta que soa estranho e pouco natural. O melhor a se fazer é evitá-la e recorrer às opções que recomendamos no início da dica de hoje. Não torne o uso de I’m fine um hábito quando ouvir what’s up?.

Além do que acabamos de dizer, é importante saber que what’s up? não é apenas uma expressão de cumprimento. Ela pode ser utilizada em outros contextos, por exemplo, para saber o que está acontecendo, o que há de errado. Observe as definições e exemplos de uso a seguir.

What’s up?: what’s wrong?; what’s the matter?; what’s happening?

  • What’s up? Why haven’t you left yet? [O que está acontecendo? Por que você ainda não foi?]
  • You’re quiet – what’s up? [Você está calado. O que há de errado?]

Bom, agora que você já está por dentro de mais esta dica de inglês, sugiro assistir o vídeo a seguir. Trata-se do comercial da cerveja Budweiser (intitulado de Wassup Generation), que mencionamos no início. Ele ilustra muito bem os usos de what’s up? – na prática. Vale a pena conferir:

Esse comercial foi tão impactante que virou até parte da sátira Todo Mundo em Pânico:

Bons estudos. Até a próxima.

Aprenda mais

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

Donay

Donay Mendonça

Donay Mendonça é professor de inglês com anos de experiência no ensino de idiomas para jovens. Além de colaborar com artigos ele ainda é moderador do Fórum do English Experts.

Mostrar 13 comentários