Como funciona a tradução em nosso cérebro ?

Uma curiosidade!
Quando traduzimos uma palavra em inglês sempre a associamos à correspondente em português?
Por ex: Quando digo "love" vou associá-la à "amor" ou já sabemos o valor dela sem associá-la à palavra amor?
Como esse processo ocorre ?
Sei que isso é assunto de um Linguista, mas se alguém tiver alguma idéia !
Thanks in advance !

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário PPAULO 39195 6 32 684
Bom, seria assunto para três dias ou três anos, acredite...
Mas, basicamente aprendemos através de signos e significados
http://uegsemiotica.blogspot.com.br/201 ... icado.html

Por uma idéia mais global, pode-se falar de "significante" e "significado"
http://www.jodorecantodasletras.prosaev ... dt=4385860

Mas o que quero aqui não é mostrar erudição ou te confundir, o que quero é que você perceba que o "significado" geralmente é citado como a parte mais geral, mais "completa" palavra.
Assim é que quando criança vamos aprendendo as coisas da forma mais simples possível, e não temos o "traquejo" de discernir as diversas "associações" que um adolescente ou adulto vai adicionando as palavras, através de novas informações que vai aumentando o significado.
Isso com a ajuda de figuras de linguage, partindo das idéias mais concretas para as mais abstratas, fazendo contrastes, etc.
Enfim, complicando. Mas ao mesmo tempo deixando as palavras como um tempero para pratos mais sofisticados, de modo que com palavras se estabeleçam idéias, e com essas idéias se parta para conceitos maiores e mais abrangentes.
Voltando ao mais simples, a gente aprende o que é peixe (algo que está no mar ou rios e nada), pronto! Até algum tempo depois aprendemos o que é um mamífero. Quando temos todo o discernimento através das associações, definimos que a baleia não é um peixe, e sim um mamífero (apesar do conhecimento inicial que "nos leva" a deduzir que é um peixe).
Aí, entra a sua pergunta.
Sim, geralmente. A maior parte do tempo, o que vemos, sentimos, experimentamos, vivemos e aprendemos, precisa ter uma palavra para expressar. Quando não conseguimos fazer isso, dizemos que "não se consegue expressar" com palavras. E pra dizer isso, usamos o que? palavras.
Como existe essa forte associação entre as palavras (ou sinais, em certos casos) e o que vivemos, Freud (e outros) dizia que (até) o sonho é algo em que está contido aquilo que sabemos, que temos conhecimento.
Pessoas que não ouviam e passam a ouvir (através das maravilhas da medicina) ficam literalmente sem palavras para descrever o seu ambiente e experiências, elas precisam ser ensinadas a partir do conceito de simples-para-o mais dífícil. Se tiver alguém da área de saúde aqui, vai confirmar.
Sim, em inglês algo parecido vai acontecendo, as associações entre sons e significados.
Ajuda que sabendo uma palavra como "love" olhando-se no dicionário vai ver que é "amor" em português (e sabemos o conceito de amor).
Mas à frente (bem mais a frente, nos estudos e no tempo), vem as pegadinhas.
Como saber por exemplo, (pelos fundamentos de fonética básicos de inglês) que uma letra "a" geralmente tem um som de "êi". E aí sem saber das exceções, nuances e peculiaridades do inglês (inglês é vasto e algumas vezes engraçado) pensar que já muito e pronunciar uma palavra tal como "sabotage" assim - sabotêige. Só pra descobrir que é "sabotage"
Por isso que quanto mais se tem contato com a linguagem, mais se aprende.
Espero que com essa resposta eu tenha lhe ajudado, não confundido ou que eu tenha saído muito do assunto. Sendo um leigo, existe a possibilidade.
MENSAGEM PATROCINADA Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 15 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores e linguistas certificados. O resultado sai na hora e com gabarito.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!