Conditional 1 x conditional 2: Como utilizar?

Avatar do usuário Simon Vasconcelos 4185 7 79
If the housing market is hit hard again in a recession, the government would have fewer options. The Fed owns nearly a trillion dollars’ worth of mortgages. The Treasury has spent $130 billion on rescuing Fannie and Freddie, which are legally required to start shrinking this year. The government will still be able to try to use Fannie and Freddie — which aren’t counted as part of the budget — to help the housing market, but officials are unclear about what could be done to make a major difference.

Não entendi por que os tempos não foram usados de acordo com as regras da gramática. Se usarmos presente simples temos que usar depois futuro simples, presente simples ou imperativo. Se usarmos o passado simples temos que usar depois "would". WOULD no português corresponde ao futuro de pretérito e ,no inglês, qual a classificação dele?
MENSAGEM PATROCINADA Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 15 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores e linguistas certificados. O resultado sai na hora e com gabarito.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário Donay Mendonça 49875 21 80 1155
Simon,

Não costumo me orientar pelos nomes "condicinal 1, 2, etc". A meu ver, a frase está correta. Trata-se de uma hipótese, que é a função do "would".

If the housing market is hit hard again in a recession, the government would have fewer options.
Se o mercado da habitação for afetado seriamente em uma recessão novamente, o governo [teria, iria ter] poucas opções.

*Na verdade, existe uma série de opções/variações do condicional usadas por nativos que, muitas vezes, não aparecem nos livros.
Avatar do usuário Henry Cunha 9970 2 17 177
Vai aqui uma generalização sobre o uso (ou dispensa) da forma subjuntiva.

Falando de algo de pouca probabilidade (muito pouca), a tendência é de manter a forma:

If another huge asteroid were to hit the Earth, civilization would be doomed.
(E não "hits/was to hit the Earth")
He would fall for that scam only if he were very foolish.
(E não "if he is/was")

Se a probabilidade é maior, bem viável, frequentemente omitimos a forma
subjuntiva:

If we go, you would be welcome to come along.
(E não "If we were to go,")
I wouldn't know what to say if someone asked me about soccer.
(E não "if someone were to ask me")

Nem vamos falar disso como regra. É uma tendência descartar a forma subjuntiva com base nessa medida subjetiva.