Não tenho tempo para estudar inglês

Eu já falei aqui sobre “não gostar de estudar inglês“. E fiquei de falar sobre a mais frequente desculpa que se ouve: “Não tenho tempo para estudar inglês”.

Quando se pensa no modelo de calendário que normalmente abraçamos, trabalhar das 8 às 18 h. (pensando em um padrão) e depois ir para a escola das 19 às 23 h., de fato, há que se perguntar ‘Onde está o tempo para colocar aí um curso de inglês, por mais que se necessite de um?’ Bom, se você for a uma escola de inglês comum, perguntar preços e carga horária de seus cursos, terá como informação algo como 100 horas por semestre. Cuidado, aí estão computadas as atividades extras em dias que você raramente vai poder ir… mas estão computadas nas 100 horas, tá? Pois do contrário seriam 66 horas (2 aulas semanais de 1,5 h.) ou 88 horas (2 aulas semanais de 2 h.).

Ora, mas você não tem tempo, por que estou insistindo? Porque digo que você tem tempo sim, de fazer no mínimo 66 horas de inglês num semestre, ou se for mais esforçado as 88 horas! Como?

Tire suas dúvidas sobre os tempos verbais, baixe um guia grátis da English Live: Guia de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola. Clique aqui e saiba como baixar!

Voltando ao padrão de horário, você deve não trabalhar o sábado todo, ou parte dele. Pronto! Já arrumei tempo para estudar no sábado! E o domingo então, que está livrinho? Mais um dia para estudar inglês. Bendito calendário que, aliado à MINHA BOA VONTADE DE PROGREDIR, me permitirá sim, estudar inglês!

Mas espera aí! E o professor? e o método? e a pronúncia? A Nilza deve estar louquinha, esqueceu disso…Não , não estou. Voltando ao fato de estarmos rodeados, envolvidos por esse idioma tão gostoso, o que há de possibilidades para se lançar a estudar sozinho, é de se admirar! Veja, o próprio Blog English Experts, é um excelente exemplo dessa possibilidade. Sem sair daqui você aprenderia com o Denilso a arrumar força de vontade e estímulo, com as sugestões de Podcasts do Alessandro, teria áudio e conquistaria por repetição e esforço uma boa pronúncia, as dicas de expressões, gramática, enfim, estão aqui. Mas o próprio Blog lhe encaminha a visitar outros links super-hiper úteis… Gente, só não estuda inglês quem não quer ou não tem acesso à Internet. Não é o seu caso, que está aqui me lendo.

Converse consigo mesmo, reveja suas metas de vida, inglês está lá entre suas conquistas? Até há alguns minutos, você achava que não tinha tempo? Acho que agora já viu que tem, não é? Então tentarei ajudar, voltarei a falar sobre temas que o façam refletir sobre essa necessidade do inglês para progredir profissionalmente. Ou para viajar e saber se virar, pedir comida, divertir-se ao invés de se esconder.

Bom, espero encontrar você aqui de novo, para seguirmos nesse papo. E quem sabe você já não terá comprado um caderninho para sentar-se à frente do computador e começar a anotar suas primeiras lições de inglês? Vá à luta! Estamos aqui para ajudar.

Até a próxima. See you!

Nilza

Nilza Dimambro

Nilza Dimambro leciona a disciplina de inglês na universidade. Trabalha como tradutora em sua empresa a ABA Textos Traduções.

Mostrar 7 comentários