Autodidata em Inglês (Parte IV)

Hoje, no último post da série, eu gostaria lembrar da importância do professor de Inglês. Quando eu decidi estudar Inglês por conta própria (self-taught), acreditava que seria possível ficar fluente sem a ajuda de nenhum professor. Com o tempo a gente descobre que as coisas não são bem assim, principalmente no que diz respeito ao aprendizado de idiomas.

Calma! Antes que vocês pensem que eu estou contradizendo o que eu falei no início da série, eu explico. Imagine que falar inglês fluentemente signifique 100%, você sozinho só conseguirá 80%. Os outros 20% só serão conseguidos com o auxílio de um profissional da área, é ele quem vai aparar as arestas do aprendizado e corrigir aquelas falhas que quem estuda por conta própria não percebe. Lógico que este entendimento só vale para quem estuda Inglês no Brasil. Quem mora na Inglaterra, por exemplo, vai aprender isso no dia-a-dia.

Um idioma é uma habilidade adquirida essencialmente por interação humana, ou seja, aprender inglês lendo textos via internet, ouvindo fitas ou mesmo conversando via Skype é ótimo, porém a fluência só é adquirida através da prática diária, através da comunicação entre pessoas. Se você já adquiriu os 80%, busque agora praticar o Spoken English na vida real, pode ser com um professor ou com estrangeiros. Talvez você tenha mais sorte do que eu, infelizmente na minha cidade eu não encontro muitas oportunidades de conversar com estrangeiros.

Receba aqui um prêmio que vai ajudar você a falar inglês!

Clique aqui e acesse!

Espero que tenham gostado de nossa série sobre como aprender inglês por conta própria.

Posts da série:

See you!

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

Alessandro

Alessandro Brandão

Alessandro Brandão é coordenador caseiro do English Experts e do Fórum de idiomas. Trabalha também em projetos na área de Comércio Eletrônico e Ensino a Distância (EaD).

141 comentários

  • 15/04/10  
    Ney Lira diz: 1

    Olá Alessandro.
    Meus parabéns pelo blog.
    Também sou da Área de TI, em BSB.
    Descobri esse site, infelizmente e felizmente, hoje.
    Estudo inglês há vários anos. Fiz cursos de inglês como apoio. Entretanto, tenho limitações em Speaking e Listening. Este ano, resolvi partir para o contra-ataque. há dois meses, estou fazendo um review na gramática, assistindo a filmes em inglês com legenda e se o auxílio de legendas. Ainda não encontrei oportunidades de conversação.
    Vou me utilizar das dicas disponibilizadas aqui para atingir o meu objetivo. Quem sabe, no momento oportuno, obter o TOEFL ou IELTS?

    • 16/04/10  
      Alessandro diz:

      Ney,

      Obrigado pelos elogios. Espero que o site seja útil.
      Vou recomendar que você acesse o nosso fórum, mais especificamente a seção “Exames de Certificação”.
      https://www.englishexperts.com.br/forum/exames-de-certificacao.html

      Bons estudos!

    • 23/07/16  
      Iza224 diz:

      Tem um site chamado Italki, em que você pode estudar e praticar seu inglês com professores especializados em diversas árias, inclusive TOEFL e IELTS, ou nativos não-professores. Os professores são pagos, alguns podem te ensinar de madrugada até(mas é pago – algumas aulas são 9 reais ou menos!); com alunos do site, é depender mais da vontade da pessoa de falar e tal. Você pode falar via skipe (praticar listenning e speaking) e escrito mesmo. Eu ainda não fiz aulas via skipe porque tenho insegurança de falar, mas já vi pessoas fazendo as aulas e é bem legal; o site ensina como fazer tudo, então sem problemas.

    • 25/07/16  
      Alessandro Brandão diz:

      Oi Iza,

      Já que você falou de aulas via Skype, recomendo um excelente artigo do prof. Adir sobre o assunto:

      Aulas particulares de inglês via Skype: Prós e Contras

      Obrigado pelo comentário.

      Abraços,

  • 19/04/10  
    SIMONE A. LEMOS diz: 2

    ALESSANDRO GOSTEI MUITO DESTE SITE E COMO SEMPRE GOSTEI MUITO DO INGLÊS VOU SEGUIR SUAS DICAS APESAR DE FAZER MUITOS ANOS QUE Ñ ESTUDO MAS ESPERO CONTAR COM SUA AJUDA SEMPRE QUE EU PRECISAR. MUITO OBRIGADO DESDE JÁ.

  • 21/04/10  
    Sheyla diz: 3

    Sem dúvida, PARABÈNS!
    concordo com a opinião que já aqui deixaram, “muito generoso da tua parte”
    Dicas muito úteis
    Parabéns e Sucesso!.

  • 22/04/10  
    Heboni Felipe Dos Santos Correa diz: 4

    For me this was one’s best things that I taught in my life because I love english
    CONGRULATIONS for everybody that study english

  • 22/04/10  
    CLOVIS JUNIOR diz: 5

    Olá alessandro,

    Sou novo por aqui!!! Comecei mês passado um curso de inglês e procurando dicas de estudos na internet encontrei este site. Pelo que percebi nos comentários trata-se de um site bastante confiável. Estou extraindo o máximo de informação possível. Pode ter certeza que vou repassar para os colegas de turma. Parabéns pelo talento e sucesso!!!

  • 18/05/10  
    junio diz: 6

    bom eu sei praticamente nada de ingles mais quero muito aprender,, essas dicas com certeza sao importantes. valeu.

  • 21/05/10  
    RITA, vozcristal diz: 7

    MARAVILHOSA A MATÉRIA SOBRE O AUTODIDATA. PARABÉNS!!! DEIXO UMA DICA DE UM SITE MUITO BOM PARA A PRONÚNCIA DO INGLÊS BRITÂNICO E DO INGLÊS AMERICANO. ESPERO QUE SEJA ÚTIL. http://www.howjsay.com.

  • 30/01/17  
    Edson Viana diz: 8

    I WOULD LIKE TO BE AN INTELLIGENT CITIZEN TO LEARN ENGLISH, BUT UNFORTUNATELY I`M AN ILLITERATE CITIZEN. SOMEDAY I INTEND TO STUDY IT VERY HARD AND MAYBE I WILL GET INTELLIGENCE TO SPEAK, WRITE AND READ VERY WELL LIKE YOU.

1 2 3