Desafio: The people are very selfish sometimes

Desafio: The people are very selfish sometimes

Olá, amigos do English Experts! O nosso último desafio foi um dos mais polêmicos e difíceis da série, apenas dois leitores acertaram. Parabéns Ronaldo Cardoso e Dimas pelas respostas precisas.

Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.
Começar agora!

Prontos para mais um desafio? Então vamos lá!

Frase em Português: “As pessoas são muito egoístas às vezes.”
Erro comum em inglês: “The people are very selfish sometimes.”
Identifique o erro na frase em inglês e envie nos comentários. A resposta será publicada amanhã neste post.

Aguardo sua participação.

Good luck!

Você tem dificuldade para se lembrar das palavras, phrasal verbs e expressões em inglês? Conheça o curso do English Experts (com a ferramenta Meu Vocabulário) e descubra como nossa equipe resolveu esse problema definitivamente.

Nota: Desafio extraído do livro Michaelis Dicionário de Erros Comuns do Inglês. É importante observar que o erro é apresentado no livro não como algo negativo, mas como um fenômeno inerente ao processo de aprendizado.

Atualizado em 23/09/2011

Resposta do desafio

Errado: The people are very selfish sometimes.
Correto: People are very selfish sometimes.
Explicação: quando nos referimos às “pessoas em geral”, não usamos o artigo the antes da palavra people, exceto quando nos referimos a “um povo” ou “grupo específico de pessoas”. Exemplos: The people in Brazil are very nice. / As pessoas no Brasil são muito simpáticas; Do you know the people here? / Você conhece as pessoas aqui?

Hora de Praticar

O nosso parceiro está oferecendo 15 minutos de Aula Grátis para você colocar em prática o que acabou de aprender. Não perca essa oportunidade.

Acessar Código Promocional

Mark

Mark Nash

Mark G. Nash, canadense, reside no Brasil há quatorze anos. Formado em Teoria da Comunicação pela McGill University e Antropologia e Semiótica pela Trent University. Autor de 10 livros na área de linguística aplicada pelas editoras Melhoramentos (Michaelis) e Disal.

Mostrar 168 comentários