Such x So: qual utilizar?

SuchDouglaspfc pergunta: “Vi a frase ‘We had such a good time at the wedding’ em um outro fórum e vi que a tradução é: ‘Tivemos um tempo tão bom no casamento’. Queria saber por que essa frase não pode ser traduzida da seguinte forma:  ‘We had a time so good in the wedding’?”

Olá Douglas,

Você está literalmente perguntando por que o inglês é o que o inglês é. Não há sentido em tentar explicar os porquês de um idioma ser estruturado de um certo modo. Seria como perguntar por que o planeta Terra é o terceiro planeta a partir do sol, e não o quarto. Não há resposta!

Receba aqui um prêmio que vai ajudar você a falar inglês!

Clique aqui e acesse!

Inglês e português são idiomas diferentes. O inglês não é uma tradução do português, e nem foi criado com base no português. Por isso, ele não deve satisfação por ser assim ou assado. Ele simplesmente é o que é. Um caso similar é o fato de, no inglês, o adjetivo vir antes do substantivo. Não há maneira didática de explicar o porquê isso – trata-se de uma característica do idioma.

Note ainda que qualquer percepção nesse sentido é relativa. Um nativo do inglês poderia ir ao fórum “Portuguese Experts” e perguntar por que ele não pode dizer “nós tivemos tão um bom tempo em o casamento”, e a pergunta dele seria tão válida quanto a sua.

No caso da frase:

  • We had such a good time at the wedding.

A tradução é: nós nos divertimos muito no casamento. To have a good time significa divertir-se.

Such

A estrutura such a + adjetivo + substantivo é uma estrutura comum no inglês, que significa um + substantivo + tão + adjetivo. Assim, podemos dizer coisas como:

  • He’s such a nice person [Ele é uma pessoa tão legal.] 
  • It’s such a good restaurant [É um restaurante tão bom.]
  • We had such a fun night [Nós tivemos uma noite tão divertida.]

Neste caso, dizer

  • He’s a person so nice.
  • It’s a restaurant so good.

Não estaria correto, pois estas não são frases naturais do inglês.

Such

Entendo que, no início, você poderá ficar frustrado por não entender o porquê de certas estruturas do inglês serem diferentes e, em alguns casos, muito diferentes das do português. O importante é que você construa uma base de conhecimento sólida da gramática, estudando-a por tópicos e aos poucos. Leia muito, e, com o tempo, tudo irá parecer muito simples e natural para você! Indagações como “por que isso” ou “por que assim” irão aos poucos tornar-se irrelevantes.

No mais, espero ter ajudado. Bons estudos!

Sobre a autora: Juliana Oliveira Rios é servidora pública e amante da língua inglesa desde a adolescência. Aos vinte anos, teve a primeira oportunidade de experienciar o idioma em primeira mão, quando estudou inglês nos Estados Unidos durante um ano. Autodidata e aficionada por linguística, utiliza o site do English Experts como ferramenta de compartilhamento de conhecimento e aprendizado nas horas vagas.

Há quanto tempo você estuda inglês? Já passou por sua cabeça que você pode estar estudando de uma forma que dá pouco ou quase nenhum resultado? Que tal fazer um intensivo de inglês de 180 dias e recuperar o tempo perdido? Em 6 meses você pode elevar o seu inglês a um novo nível. Clique aqui e saiba como.

Autor

Autor Convidado

Este artigo foi escrito por um Autor Convidado do English Experts. Confira o nome do autor no rodapé do texto acima. Seja um colaborador, clique aqui e saiba como participar.

1 comentário

  • 23/09/15  
    Érica diz: 1

    Tópico muito bom
    Realmente as vezes eu me pego com esses questionamentos do porquê da frase ser construída de tal forma. A verdade é que realmente com o tempo você acaba “aceitando” que o Inglês tem as suas particularidades e não dá para compará-lo com o Português.
    Mas no começo é difícil e frustante mesmo :P