Agente de imigração AMERICANO com sotaque do ACRE

Adriano Japan 840 2 18
Para quem está acompanhando uma séria muito interessante na Record, que fala da saga dos imigrantes ilegais dos Estados Unidos, já deve ter visto o Jonathan, agente americano de fronteira, com cara e jeito de falar completamente americano, mas adivinhem, com sotaque do ACRE! :D
Ele é filho de missionários americanos, e morou no Brasil dos 5 aos 15 anos.
Muito interessante aprender um determinado sotaque do Brasil logo com um americano.. rs nunca tinha ouvido ninguém de lá.
Bem, assistam:

Imigração ilegal para EUA continua aventura perigosa

Outra parte interessante, o "revés", quando americanos atravessam a fronteira do México... para beber la tequila até cair.. :roll:

Jovens americanos cruzam fronteira mexicana para beber
MENSAGEM PATROCINADA Os verbos regulares são os mais utilizados e têm regras fáceis. Baixe o Guia Grátis da English Live e aprenda sobre os Verbos Regulares em inglês. O que tem no guia? Verbos regulares e irregulares, como conjugar os verbos regulares e quais são os verbos mais utilizados.

Clique aqui e saiba como baixar!
4 respostas
Ordenar por: Data

Adriano Japan 840 2 18
Em mais outra parte sobre fronteiras...Vídeo interessante de americano atravessando a fronteira SEM mapa, passaporte, carteira de motorista e (quase) sem dinheiro.

PPAULO 47355 6 39 839
Muito boa a matéria, e é sempre bom ver pessoas que amam a linguagem. Daí se vê que linguagens são belas, não importa a situação social ou econômica do país falante.

Adriano Japan 840 2 18
Paulo, não sei se é pelo tipo de ambiente onde frequento (sempre ligado á línguas, intercâmbio cultural, meet up) mas sempre quando encontro algum brasileiro perdido por aí (2, 3 vezes por ano) sempre me deparo com pessoas educadas, eloquentes, que gostam de uma boa música e sabem falar sobre qualquer assunto, dá prazer em conversar e falar um PORTUGUÊS BONITO, escutar junto música brasileira de alta qualidade (que parece que só se acha no estrangeiro), trocar muita idéia sobre tudo e rir à toa.

PPAULO 47355 6 39 839
Indeed abroad (and the traveler) is a well-rounded person; I mean, they learn a lot from their experience and they do use creativity (using language too). We lend plenty of joie de vivre in our descriptions and try to get the most of our experiences, whether at work, traveling, learning, etc.
That´s my feeling, even if I have never been abroad, but that´s what I have learned from the videos, interviews shown in TV and other media.
Plus, some encounters I have with native speakers of English right here in Brazil. And, for that matter, some speakers of English of other countries as well. A Russian, some Chinese, and plenty of French (don´t know why but the French has a particular liking of Joao Pessoa where I lived awhile).
Not to mention, the exchange of experiences and the temptative of using my poor Spanish skills with the Venezuelan and Latin countries at the time of the JMJ, in Brazil.
Not to mention that we are a communicative people by itself. I wonder how it would be if we had more and diverse means of communication, if cable TV was cheaper (not in quality, I mean), we would take off in terms of language and education (not to mention others things).
Thanks for sharing your experiences, videos and knowledge. ;-)