Do you have children? X Do you have ANY children?

Olá, pessoal!

Apesar de eu estar careca de saber as "regras" de uso de SOME e ANY, eu nunca entendi o por que de se usar a palavra ANY em alguns casos. Por exemplo:

Do you have any brothers or sisters?
Eu sei que essa pergunta significa "você tem irmãos ou irmãs?" ou "você tem algum irmão ou irmã?", mas eu não compreendo o por que da utilização do ANY, se é realmente facultativo ou não, se há diferença de significado em relação a "do you have brothers or sisters?"

Pela minha compreensão da palavra ANY, trata-se de "alguns" ou "a menor quantidade que exista" (dentre outros significados), mas nesse caso, por exemplo, qual o sentido de perguntar pra pessoa se 1) ela tem alguns irmãos ou irmãs, em vez de somente perguntar se ela tem irmãos ou irmãs, parece estranho a presenha do alguns; ou, 2) se no caso a ideia é "irmão ou irmã, que seja qualquer um, diga lá", também parece estranho porque está no plural (aí, nós que pensamos em português não poderíamos ousar a traduzir por "você tem alguns irmãos ou irmãs" ou "você tem irmãos ou irmãs, que seja um pelo menos", só pra tentar entender... mas parece burro perguntar desse jeito!

Outro exemplo:

Do you have any children?
Qual a razão de alguém querer usar o ANY se o que queremos saber é se a pessoa apenas têm filhos? Eu sei que essa é a tradução, mas qual seria a lógica que uma mente anglosaxônica encontraria aí? "Você tem alguns filhos?" Poderia eu tentar pensar assim (pensar apenas, e não traduzir, é claro)?! Isso é muito estranho. Ou, mais corretamente, eu pensaria "você tem algum filho", mas então porque se pergunta no plural, e não no singular "do you have a child?".

Ou, nesses casos todos, o uso do ANY seria como na construção "either... or", na qual o either pra nós não tem significado semântico, só gramatical. Mas mesmo assim, eu ainda não entendo o uso do ANY. Acho que deve haver alguma diferença de significado. Estou confuso... :?
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Carls 3155 2 74
ponto de vista:

Também já vi essa pergunta sem "any", mas eu acho que o mais correto é com "any".
Nem sempre o "some" ou "any" tem tradução em português.

I have two friends = tenho dois amigos
I have some friends = tenho amigos

he has three books = ele tem três livros
he has some books = ele tem livros

Usa-se quando não se especifica a quantidade, como é esse caso.
Do you have any brothers or sisters?
Do you have any children?
Obrigado, Carls!

Mas andei pesquisando e acho que estou perto do esclarecimento.

Nesse site (http://www.learnersdictionary.com/blog. ... &ba_id=273), é dito que o uso de any nessa questão é gramaticalmente opcional, mas há diferenças semânticas. O ANY adicionaria ênfase. Por exemplo, nesse caso, eu estaria já indicando ao ouvinte que eu igualmente espero uma resposta negativa, é mais educado. Pelo que entendo até agora disso tudo, o uso do ANY com o plural é uma questão gramatical, e teríamos então que fazer a diferenciação na entonação, nesse caso:

Do you have children? --> Cê tem filhos? (poderia ser, só pra acentuar que é mais informal)
Do you have ANY children? --> Você... tem filhos? (dito num tom mais baixo, com olhar sério rsrsrs)

É a forma que tô encontrando pra entender.

Outro exemplo:

Do you play sports? --> Você pratica esportes?
Do you play ANY sports? --> Você pratica algum esporte? ou Você pratica esportes? ("por acaso", talvez não, e eu estaria indicando isso ao ouvinte)

Essa exposição estaria de acordo com o uso de ANY no sentido: "even the smallest amount or number of" (Cambridge OnLine Dictionary).

Há uma discussão nesse fórum também: http://forum.wordreference.com/showthread.php?t=2111232

Experts, estou certo?
Avatar do usuário Donay Mendonça 56275 22 92 1341
O "any" nestes casos, além de dar ênfase, torna algumas perguntas mais naturais/idiomáticas. Tudo vai depender do contexto e da forma que for empregado. Vejo a possibilidade de "do you have children"(sem "any) ser usada em contextos mais gerais, onde o que importa é o fato de ter ou não filhos. Vejo "any" ser usado esperando-se que tenha algum filho.
Obrigado, Donay! Sua explicação me parece em sintonia com minhas elucubrações!

Então, além de ser mais formal o uso do ANY, de acordo com usuários do Wordreference Forum, ele seria aquele item da frase que se equivaleria ao "algum filho" em português, mas, no inglês, deve-se usar preferivelmente no plural: "any children" em vez de "any child". Esse "algum" daria ênfase à dúvida do entrevistador, por exemplo se ele vai perguntar a alguém muito jovem: você tem algum filho? (se bem que fica estranho perguntar com "algum" em se tratando de um filho).

Agora, em relação a tornar a pergunta mais idiomática, eu acho que não entendi direito. Seria como, por exemplo em português:

o termo "porventura" coloca a pergunta no plano da hipótese:
Você, porventura, tem filhos?

Supondo que esse termo fosse muito comum em perguntas, então ele seria idiomático? Mesmo sendo facultativo?

Outro exemplo, mais próprio a esse termo:
Porventura, continuarei nesse emprego?

Mesmo se tirássemos a palavra "porventura" daria pra se entender perfeitamente a pergunta.
Avatar do usuário Donay Mendonça 56275 22 92 1341
Agora, em relação a tornar a pergunta mais idiomática, eu acho que não entendi direito. Seria como, por exemplo em português:

o termo "porventura" coloca a pergunta no plano da hipótese:
Você, porventura, tem filhos?

Supondo que esse termo fosse muito comum em perguntas, então ele seria idiomático? Mesmo sendo facultativo?

Outro exemplo, mais próprio a esse termo:
Porventura, continuarei nesse emprego?

Mesmo se tirássemos a palavra "porventura" daria pra se entender perfeitamente a pergunta.


O raciocínio é por aí.

O que acontece é que no inglês existem contextos, frases ou expressões em que apesar de uma palavra como "any" não alterar a tradução para outro idioma, ela é usada, pois foi incorporada ali na formação da língua. Não usar pode até não alterar o sentido, mas pode "soar"/"parecer" diferente aos ouvidos de um nativo. O curioso é que se você perguntar o que muda, eles dizem "não sei", apenas é meio estranho/não natural/diferente para os meus ouvidos.
Obrigado!!!