Existe problema misturar material de estudo americano e britânico?

Eu estou estudando sozinho inglês através de materiais disponíveis na internet. A maior parte desse material é do inglês americano, mas também encontro material britânico. Gostaria de saber se vocês acham que usar essas duas fontes pode causar algum problema ou dificuldade conforme eu for avançando, e por isso eu deveria evitar fazer essa mistura.

INGLÊS PARA VIAGENS
A professora Marcela Miranda, mais conhecida como a Tia do Inglês, ensina nesta aula introdutória o vocabulário básico de inglês para viagens. Está se preparando para sua próxima viagem? A sua jornada começa aqui! ACESSAR AULA
2 respostas
  Resposta mais votada
23 128 1.7k
Segredo de profissão:

Você pode e deve aprender qualquer variante (americana, britânica, etc), isso pode ajudar bastante no seu conhecimento geral do idioma, no entanto na hora de se comunicar, seja escrevendo ou falando, é de fato importante escolher uma forma: somente americana, somente britânica, etc. Não é legal, ao falar ou escrever, misturar, por exemplo, inglês americano e britânico.

Escolha um tipo de inglês e seja fiel a ele ao se expressar.

Fica a dica!
ENTENDENDO AS HORAS EM INGLÊS
Nesta aula, a professora Camila Oliveira ensina vários macetes para você nunca mais se confundir na hora de dizer as horas em inglês. ACESSAR AULA
6 49 1.3k
Eu diria que a maioria de material impresso, e 'quem dá as cartas' na maior parte do tempo em relação à gramática, normas de linguística, e até mesmo um certo 'monopólio' (por falta de melhor palavra) de material de ensino.

Já em termos de pronúncia o inglês americano parece ser o mais difundido. Contudo, seria interessante aprender variações, ouvir um pouco de outros países (Austrália, África, Índia, etc), mas se possível.
A pronúncia americana é mais divulgada e usada hoje em dia, em segundo lugar vindo a pronúncia do Reino Unido.
Se a pessoa for viajar para o Reino Unido então inverta a prioridade, estude a pronúncia de lá.
Haverá variações na gramática e algumas palavras diferentes para descrever a mesma coisa (comparando USA x UK), mas nada que em pouco tempo o estudante não se adapte.

Outros Experts, estudantes, professores e viajantes certamente vão dar mais e melhores detalhes, aqui foi só para dar uma ideia geral pra você.

Obs: com "monopólio" de material de ensino, eu digo que dicionários como Oxford/Cambridge e materiais da Oxford parecem servir para estudar dos "dois lados da poça" (USA e UK).
Os livros da editora Cambridge da série "...In use" (English Grammar in Use, por exemplo) de Raymond Murphy são mundialmente conhecidos e utilizados no ensino/aprendizado.

Só não misture o estudo de uma pronúncia junto com outro tipo, pra não fazer confusão. Quando digo seria interessante aprender mais de uma pronúncia estou me refererindo do nível avançado pra cima.
Vamos esperar outras dicas. Boa sorte nos estudos. ;-)