Meu método para aprender inglês sozinho é suficiente?

Chega-se um novo ano e passa-se um novo mês. Escrevi metas para 2018 e uma delas é aprender de vez o inglês. Não tenho condições de aprender inglês nesses cursinhos por não ter dinheiro, mas quero muito aprender o inglês para ter muitas experiências diferentes, conhecer pessoas, mais ofertas de empregos, etc. Um mundo novo.

Meu método é revisar a gramática inglesa, aprender palavras novas, testar inglês com amigos, tanto na fala qto na escrita, ou com aplicativos(que não seja o duolingo). Eu faço química na faculdade e os livros em inglês são os melhores. Eu consigo entender absolutamente tudo quando estudo por livros em inglês, pq acho o reading muito mais fácil. No entanto, falar inglês é mais difícil porque não há com quem praticar.

Então, meu método é:

Testar o conversation com amigos e aplicativos
Tirar dúvidas sobre a gramática no English experts, sem muito se preocupar com ela(pois acho que isso me deixaria muito "fechado" na hora de falar)
Visitar lugares novos e descobrir novas palavras nesses lugares
Testar a escrita com amigos gringos que possam me avaliar
Intercâmbio no futuro
Escutar músicas que tenham maior variedade de palavras possíveis
Assistir filmes em inglês com legenda

Eu até conseguiria escrever tudo isso em inglês, mas o medo de ser julgado me atrapalha muito. Acho que o writing e o reading não são assuntos tão complicados qto ao conversation. Com esse método, em qto tempo é possível elevar o nível de conversation para que o mesmo seja utilizado por mim? Sei que depende de mim, sou bem focado, me dedido a pelo menos duas horas para reforçar as regras gramaticais. Mas transferir essas regrinhas de aprendizado ao conversation me tornaria apto em quanto tempo mais ou menos? 3 anos?

Obrigado

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário Ricardo F. Bernardi 9140 15 168
Olá THALQUIM,

Por mais organização que tenhamos, seguir um método que nós mesmos criamos pode se tornar uma tarefa árdua no meio do caminho. Sua organização não está errada, porém eu, em seu lugar faria alguns ajustes e recomendaria atenção:

1º) Um deles seria estabelecer os dias e os horários certos ou ideais para manter a rotina de estudo.

2º) O outro é não subestimar a gramática. Em qualquer idioma, ela é importante para nos auxiliar quanto a comunicação, seja ela escrita ou verbal. Leia a teoria e depois procure fazer exercícios associados ao tema que você for estudar. Dedicar-se duas horas neste estudo ainda é pouco. O ideal aqui é dedicar-se o quanto puder. Imagine que em 1 mês de estudo, você se dedique 3 horas-aulas semanais. Se você dedicar 2 horas desse tempo, isso já seria suficiente. Outros, em seu lugar, estudariam a gramática em semanas alternadas - o que ao meu ver não tem nada de ruim.

3º) Não tenha pressa para assistir filmes. Leia: https://www.englishexperts.com.br/aprenda-ingles-assistindo-filmes/. Um filme, que você assistiu hoje, você poderá repeti-lo daqui umas duas semanas, e de novo, e de novo até memorizar as falas dos personagens. O objetivo final neste tipo de estudo é assistir o filme sem legenda. Se você repete os filmes e não consegue largar as legendas é porque sua base vocabular ainda não é suficiente ou o seu treinamento de revisão tem pontos falhos. Oriente-se o quanto puder a este respeito para não ficar frustrado no futuro.

4º) Não precisamos necessariamente visitar lugares para aprender novas palavras. Conversar com um nativo ou um fluente em inglês já é o suficiente. Quando completamos cursos fluentes nas mais diversas escolas, chega o momento de focarmos nosso vocabulário em inglês em nossa área de atuação. Portanto, fazer cursos de Inglês para Engenharia, Medicina, etc, já é mais do que meio caminho andado.

5º) A respeito do treinamento com música, recomendo que leia: https://www.englishexperts.com.br/5-principios-para-aprender-ingles-com-musica/. Se depois de você se sentir confiante com alguma música que você trabalhou, você quiser submeter-se a algum teste de listening, faça isso. Quando eu descubro uma nova música, eu a estudo minuciosamente e depois de 1 mês, submeto-me a um teste de listening.

6º) O intercâmbio inicial pode ser de duas semanas. Pelo menos para você sentir o ambiente e a cultura local. Depois se quiser, vá aumentando gradativamente. Um intercâmbio de 1 mês, depois de 3 meses, e assim por diante. Não faz mal se você visitar o mesmo ambiente novamente, o interessante é o contato frequente com sua host family. Em seu lugar, eu deixaria para fazer o intercâmbio após concluir um curso intensivo de 1 ano ou senão o curso padrão de 2 a 4 anos.

7º) Um bom curso intensivo é o ideal para agilizar o seu processo de fluência, mas lembre-se: aprender a descansar o corpo também é peça-chave para nos ajudar com a concentração.

8º) Não considero um erro "fuçar" os aplicativos, mas ficar com um, depois mudar para outro rapidamente representa um descaso com a rotina de estudo. Alguns conhecidos meus, por exemplo, não avançam nas lições do Duolingo por não dedicarem seu tempo para ler as explicações e outra por pura comodidade mesmo - o que é um perigo. Cuidado com os aplicativos. Se for estudar pelo Duolingo, WeSpeke, EnglishLive, etc, recomendo seriamente que dedique-se a somente um deles num período de seis meses. Tente completar todas as lições disponíveis nesse período. [NÃO QUERENDO SER PUXA-SACO, MAS EU FICARIA COM O English EXPERTS, OK? :)]

9º) Qualquer dúvida, o English Experts estará a sua disposição. [Acho que eu já disse isso!]. Não esqueça de ler as regras do fórum.

Espero ter ajudado.

Boa sorte com seus estudos!

Att. Ricardo.
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda dicas sobre os tempos verbais em inglês! Baixe agora o seu Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um ótimo resumo para revisar todos os conceitos.

Clique aqui e saiba como baixar!