More than one IS or ARE?

Seguindo a dúvida de um exemplo anterior que um dos usuários levantou aqui, More than one, nós usamos no plural ou no singular?

Obrigado pela atenção.

Renato Lins

Anúncio Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.

Começar agora!
4 respostas
adirfer 4
Renato, bom dia!

Quando more than one for seguido de um substantivo no singular, usa-se IS:

- More than one editor is working on that project.
- More than one field has been planted with oats.


Quando more than one for seguido de of e um substantivo no plural, o verbo vai para o plural:

- More than one of the paintings were stolen.
- More than one of the cottages are for sale.


Quando more than one estiver sozinho, geralmente leva o verbo no singular, mas também pode levar o verbo no plural se a noção de multiplicidade predominar:

- The operating rooms are all in good order.
- More than one is/are equipped with the latest imaging technology.


Espero que tenha ajudado! Qualquer coisa volte a escrever ok?
Na verdade, creio que se você sabe estas regras em português, sabe usá-las em inglês. Não concordam?

Eu tenho visto bastante dicas no site sobre os diversos usos de palavras e expressões comuns em inglês, mas se parar para pensar, esses usos são os mesmos em português. Logo, é só traduzir. Não é sempre, mas na maioria dos casos...

Quando começei a aprender inglês, minha mãe me disse que eu jamais aprenderia um bom inglês sem antes dominar meu idioma nativo (ela quem me ensinou desde cedo, ela é professora de inglês e português). Tenho levado isso bem a sério e vejo que está valendo a pena. Por exemplo, nos casos onde as pessoas confundem o verbo Ter com o verbo Há ("na sala tem uma mesa" ao invés de "há uma mesa na sala").

Bem, esse Reply foi tipo um "rápido desabafo", desculpem-me...

De qualquer forma fica a dica: se querem ter o inglês fluente, dominem seu idioma nativo. ;)
Concordo plenamente Colin, mas ainda nao sei se isso seria um metodo ou se pode ser aplicado a todos.

Na verdade acho isso pode ser um metodo e que pode funcionar perfeitamente para determinado tipo de estudante. Esse e o meu caso. Quando eu cheguei em Londres fiquei louca com o fato de ver tantos brasileiros que mal tinham o portugues tentando falar o ingles. E ha aqueles que ja estao la a muito tempo e que nao dao a minima para o estudo mas que devido ao tempo ja decoraram muitas expressoes - e que falam mas nao sabem nem como se escreve (o que me aterroriza)e ainda assim pensam que nao precisam mesmo estudar.
Porem existem acho que podem existir os que dominam a lingua mas por algum motivo cientifico sobrepoe o portugues com o ingles. Isso ocorre tambem. Inclusive isso chegou a acontecer comigo, nao por falta do portugues mas pelo costume do uso.
Tenho uma amiga que nao conseguiu deslanchar no ingles dela porque seu portugues era muito pobre. Bom ela esta melhorando no portugues e quando voltar a estudar ingles acredito que desta vez ter progresso.
A verdade e que quanto mais estudo ingles mas vejo o quanto preciso do meu portugues. Porem admito que nao acho que seja regra geral.

Brigada pela oportunidade do desabafo tb.
Abraco.
Bem, como eu disse, não é sempre. Não é regra geral, mas evita muitas complicações. Tem gente que se embabaca com muitas expressões em inglês, mas se conhecessem o português, não teriam tais problemas.

Tenho um tio que foi trabalhar em Londres há alguns anos. Ele também não tinha noção alguma de inglês e mesmo assim conseguiu lugar para morar, alguns empregos e ainda levar o filho dele (outro sem conhecimento do inglês) para morar e trabalhar com ele. Eles se viraram muito bem justamente como você exemplificou. Uma vez conversei com meu tio pelo MSN e perguntei sobre a vida lá, e ele me respondeu que tinha que trabalhar "furtaime". Eu fiquei me indagando por minutos até decidir perguntar a ele o que isso significava. Ele me explicou, como se eu fosse um total ignorante, que trabalhar "furtaime" era trabalhar sem parar, o dia inteiro. Lógico que eu não o corrigi, mas entendi que ele falava em trabalhar "full-time".

É chato para nós que estudamos e nos dedicamos ver casos como esses...

Concordo plenamente com sua frase:
A verdade é que, quanto mais estudo inglês, mais vejo o quanto preciso do meu português. Porém, admito que isso não seja regra geral.
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!