muriloslo: Diário de Bordo

Eu participei do programa RYE (Rotary Youth Exchange), desenvolvido pelo Rotary Internacional. Eu entrei em contato com o Rotary Clube de SLO, que possibilitou o intercambio atraves do distrito 4740. O programa funciona basicamente em um troca de adolescentes de diversos países, para aprender mais sobre a cultura e a diversidade, e pra promover a paz mundial. Como parte do intercambio eu fui para Pune na Índia, e um garoto indiano veio para nossa cidade. Eu sou o primeiro intercambista de São Lourenço atraves do Rotary.
Eu sai do Brasil no dia 14 de agosto de 2011, e fui de avião, com escala em Joanesburgo, Africa do Sul. O trajeto foi bom, mas na primeira escala já começaram a aparecer as diferenças, tanto em língua como costumes. Cheguei em Mumbai, India no dia 16 de Agosto.
Passei lá aproximadamente 10 messes. Regressei no começo de junho de 2012.
Minha primeira familia hospedeira (Sawlekar) me esperava lá. No programa eu fiquei em duas famílias/cidades diferentes. A primeira Sawlekar em Mumbai, e a segunda Schipchandler em Pune.
As duas familias eram muito diferentes entre si. A primeira tinha um cotidiano corrido por trabalhar o dia inteiro no escritório, e minha mãe trabalhava em escolas como professora. As refeições sao as mesmas, mas os horários sao bem diferentes, agente almoçava la pelas 2 da tarde.
Já na segunda familia meu pai trabalhava em uma escola de navegação, então estava sempre viajando.E minha mãe era promoter de eventos. Eles já tinham um cotidiano mais próximo do da gente aqui. Por serem descentes de britânicos, tem hábitos semelhantes ao nosso.
A alimentação é básicamente vegetariana, com pouquissima carne. Geralmente come-se chapati (uma espécie de panqueca) com vegetais, e arroz com lentilhas, e algum outro prato diferente a cada dia.
A comida é muito saborosa, com muitas especiarias, geralmente apimentada.
E toma-se muito Chá, mas é um pouco diferente do nosso, geralmente colocam gengibre e leite, que dá um gosto totalmente indiano, o famoso Chai.
As mulherem que vivem em vilas e cidades pequenas continuam a usar sari. Mas em cidades grandes, devido a influencia dos estrangeiros, usa-se calça e camiseta.
A Índia é a terra de todas as religiões. 80% porcento da população é Hinduista, uma religião politeista (com vários deuses), os mais famosos Shiva, Krishna e Ganesha. Essa era a religião da minha primeira familia; uma religião muito rica, com lindos templos e escrituras espalhados por toda Índia. Em seguida 13% da população é Muçulmana, como minha segunda familia. Geralmente eles são mais conservadores, e muitas mulheres ainda usam Burkas; mas tambem com lindos palácios como o Taj Mahal.
A Índia ainda é a casa de Buddha, o fundador do Budismo. E também tem muitos cristaes devido as invasões europeias.
É um país muito pacifico. Mas a criminalidade vem crescendo, devido a grande parte da população viver abaixo da linha da pobreza.
Grande parte da população é extremamente pobre, devido ao sistema de castas existente até anos atrás, e a má distribuição de riquezas. Mas a classe alta e média vem crescendo, com o avanço tecnológico que a Índia vem passando.
Eu vive no centro do país onte é quente, a média no inverno são 30ºC e no verão 42ºC. Só existem tres estações inverno, verão e chuvas, quando chove direto por quase 3 messes.
Falam-se mais de 28 linguas na Índia, mas sendo um ex-colonia britanica, o ingles está muito presente na vida cotidiana, as placas, anuncios, tv, jornais, geralmente tudo em ingles.E grande parte da população fala ingles como segunda lingua, então é muito facil se comunicar no país. Eu fui pra lá falando um ingles médio, e agora consigo falar fluentemente.
Eu escolhi a ìndia por sua grande riqueza cultural, e por ser um país que te leva a se descobrir.
A experiencia foi totalmente válida, ganhei muito com a experiencia. Poucas pessoas podem dizer que passaram pelo oque eu passei durante este ano.
Os costumes são muito diferentes, então praticamente tudo é estranho. Mas me adaptei rápido.
Senti falta da liberdade que temos no Brasil, de vestir, dizer e transitar por onde quer. Os hábitos estão ainda mudando por lá, pelo excesso de exposição dos Western, mas muita coisa ainda continua "atrasada" por lá.
Mas fica a dica, visitar o país, seja em intercambio ou viajem, será uma esperiencia inesquecivel e totalmente alucinante.

Mais informações sobre intercambio atraves do Rotary Club http://www.rotary.org/pt/studentsandyou ... fault.aspx

E qualquer duvida ou curiosida é só perguntar ou adicionar no Facebook, pra conferir as fotos, e praticar ingles se quiser. https://www.facebook.com/murilo.h.silva
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda dicas sobre os tempos verbais em inglês! Baixe agora o seu Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um ótimo resumo para revisar todos os conceitos.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Frank Florida 210 5
Murilo, você realmente escolheu um país muito exótico para fazer intercâmbio. É um dos lugares que eu ainda não visitei... mas quem sabe, talvez vou esse ano ainda. Se eu for, vou te mandar uma mensagem... Os meus amigos que já visitaram a Índia contam que é um lugar muito fascinante, muitas circunstâncias difíceis, mas muitas coisas boas também... a comida de lá com certeza é uma das melhores do mundo... mas engorda rs.

Boa estadia lá Murilo, eu vou seguir o teu diário e quem sabe, um dia a gente encontra em Pune. Lá também fica o Ashram de Osho, não é?

Abraço,
Frank
Gostei mano dessa forma me incentivas bastante.