'Dose-response' effect - Tradução em português

Looking at the graph in the paper, which is split by both age and gender, the confidence intervals (a measure of accuracy of the findings) are quite wide. This is particularly true for the women. In fact, from their graph it can be seen that, in the highest coffee consumers, there may actually be no difference between the age groups or genders, as the confidence intervals all cross each other.
Another slightly unusual aspect of the findings is that there's no 'dose-response' effect. If there was something in coffee that increased your risk of death, you would expect that a little bit of coffee would increase your risk a bit, and more would be more harmful still. However, their results and conclusions suggest that it's only for extreme levels of coffee consumption that a risk is seen.

Por favor, traduzir o que estiver destacado. Obrigado.

Anúncio Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.

Começar agora!
2 respostas
PPAULO 6 47 1.1k
as the confidence intervals all cross each other
quando/no momento em que os *"intervalos de confiança" cruzam um(uns) com o(s) outro(s).

*intervalo de confiança -é um fator estatístico, então seria quando se compara o intervalo de confiança X vs Y, digamos "dos consumidores de café num dado grupo de idade" vs "outro grupo de idade". Ou num grupo de generos (Masc x Fem) ou talvez --idade tal M--vs--idade tal Masc. Infinitas possibilidades...

============
There´s no "dose-response" effect - Não há uma determinação de relação dose-resposta (uma curva de resposta, para os mais estatísticos)
.

Só para ilustrar o tópico, com álcool (entenda-se bebidas) a concentração de 0,2 gramas/L o álcool pode não mostrar influência aparente (na maioria das pessoas)

de 0,2 a 0,5 g/L há uma queda de atenção/reação.

acima disso já existe uma redução da concentração e da coordenação (somados, há uma perda do julgamento crítico)


http://lh4.ggpht.com/-d90CGV042xU/TlXG4 ... imgmax=800


http://1.bp.blogspot.com/-QdxTU2UVLQ0/U ... 1lcool.jpg



No caso do café não há uma medida padronizada e preditiva (resposta clínica), além de que com o café há muitos fatores, alguém pode combiná-lo com cigarro, vida sedentária etc.
E sabe-se mais ou menos o tempo de metabolismo em que o álcool não fará mais este ou aquele efeito no organismo.
Sem contar o que vimos em outra leitura anterior, o café fraquinho (uma colherzinha do café instântaneo) comparando com cafés mais fortes. Por exemplo, um café feito com três colheres de café extra-forte; ou mais forte ainda, o café da vovó socado/amassado no pilão e torrado em casa...
Já a bebida tem base de comparação, X% de álcool etc e tal...
Telma Regina 9 61 593
Sugestão para a tradução (no contexto):

"Another slightly unusual aspect of the findings is that there's no 'dose-response' effect. If there was something in coffee that increased your risk of death, you would expect that a little bit of coffee would increase your risk a bit, and more would be more harmful still. However, their results and conclusions suggest that it's only for extreme levels of coffee consumption that a risk is seen."
Outro aspecto ligeiramente incomum dos achados é que não há efeito de dose-resposta. Se houve algo no café que aumentava o risco de morte, você esperaria que um pouquinho de café aumentaria também um pouquinho o risco, e um consumo maior seria ainda mais prejudicial. Apesar disso, os resultados e conclusões sugerem que é somente com níveis extremos de consumo de café que o risco é percebido.

http://www.dicinario-medico.com/definic ... _2197.html
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!