Como dizer "Teje preso!" em inglês

1 30 406
Dar voz de prisão.

You're under arrest!

Anúncio Descubra seu nível de inglês em 15 minutos! - Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu inglês.

Começar agora!
4 respostas
  Resposta mais votada
6 47 1.1k
It´s indeed a corruption of "esteja preso".
Once, I overheard a mocking story, the guy saying this one
"a puliça chegou e disse teje preso! num tejo!"
"deca a faca! num deco! "


Notices -
*deca a faca - a corruption of "(me) dê cá a faca!"
"num tejo" and "num deco" was a mocking way of speaking, it doesn´t exist, the guy made it up (for fun).


A little of hillbilly lingo. Except that in our modern world, with TV and all those communication devices, this is a bit of stereotyped lingo. A few people would know, that´s why I explained it further.


http://www.recantodasletras.com.br/humor/2725220
Poesia "esteja preso".
Anúncio Cambly Gostou da dica? Agora é hora de praticar!

Utilizar o inglês em interações reais levará você à fluência mais rápido. Pensando nisso, o nosso parceiro está oferecendo 15 minutos de aula grátis, não perca essa oportunidade. O link abaixo ativa o cupom!

Cupom: 15 minutos de aula Grátis!
3 11 91
Apenas para contextualizar o erro gramatical "teje", essa é uma expressão coloquial antiga utilizada para dar voz de prisão.

Referências em publicações renomadas:
1 30 406
É a voz do povão, PPaulo.

- Não fununcia.
- Veve-se bem aqui.
- Não inflói nem contribói.
- Aí vareia, etc.

Vícios de linguagem?
6 47 1.1k
No caso do "teje" é (ou era) tão comum em certas áreas que era linguagem corrente, contudo pela definição seria considerado vício de linguagem sim. Tão comum que chega a ser quase um regionalismo.
"Não inflói nem contribói" é uma forma bem humorada de se expressar um aforismo, e também talvez o uso de desvio da norma culta seja para justamente de "grudar na mente" do ouvinte.
Os dois podem ser encontrados ainda hoje, e dependendo da região não será criticado (por muita gente).
E finalmente, a intenção é enaltecer vícios de linguagem, estava só lembrando coisas (palavras e expressões) que vi sendo usadas, mesmo não tendo feito parte do meu léxico, contudo tive que ouvir e saber de que se tratava. E mesmo falando de modo mais próximo do português padrão as pessoas que falavam assim não iriam aprender do "meu jeito". Por outro lado, aonde mais observei -em termos de comunicação- pena que não aprendi tanto nessa área!
Tive contato com a língua padrão, e ao mesmo tempo com alguns outros falares e sotaques. ;)
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!