Estrutura de Frases Interrogativas Compostas

Olá, eu preciso de ajuda para entender melhor como formular questões compostas em inglês, levando-se em consideração as regras gramaticais para tal. Eu sempre fico em dúvida quando vou formar frases como as que citarei como exemplo...

Vamos supor que eu quero perguntar: "Que lugares seus pais conheceram quando eles viajaram para o exterior?"

O correto seria: What places did your parents know when they traveled to abroad?
ou.... What places did your parents know when did they travel to abroad?

Outros exemplos:

Frase em português: "Estes pequenos problemas serão resolvidos pela escola ou eu mesmo precisarei resolvê-los?"
--> Will these small problems be solved by the school or will I need to solve it by myself?
ou....
--> Will these small problems be solved by the school or I will need to solve it by myself?


Frase em português: "Você parece com a sua minha família ou eu estou errado sobre isso?"
--> Do you look like your family or am I wrong about this?
ou....
--> Do you look like your family or I am wrong about this?

Eu suponho que o mais gramaticalmente adequado seja utilizar a estrutura de pergunta, mesmo que seja duas vezes em uma só frase, mas não tenho certeza e às vzs parece que fica algo tão estranho, hahaha... hsaus. ^^

Anúncio Descubra seu nível de inglês em 15 minutos! - Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu inglês.

Começar agora!
19 respostas
Quanto a primeira pergunta acredito que o certo seria:

Which places have your parents been (to) WHEN they traveled abroad?

Não estou certo quanto a preposição 'to'

A questão é que você usa a conjunção "When" então se torna uma só oração cuja pergunta é feita com 'Which' ou se trata de uma oração na qual já existe uma pergunta.
Por exemplo:

Do you think I can speak many languages?

e não

Do you think can I speak many languages?

Onde a pergunta é feita com 'Do you think'

não sei se tá claro.

Quanto as outras frases acredito que estejam certas por se tratarem de duas orações diferentes.

1- Will these small problems be solved by the school or will I need to solve it by myself?
2-Do you look like your family or am I wrong about this?

Comentem ai!

Best regards!!
Henry Cunha 3 17 182
Hi Vanessa

You ask some good questions. This is how I think about them.

A. In one instance, you are really asking two questions in one sentence. So it makes sense to maintain the interrogative form:

"1- Will these small problems be solved by the school or will I need to solve it by myself? "

Perfectly correct, except for a small mistake of agreement. It should be "them" and not "it," since you´re referring to "these small problems" (plural):

Correcting:
Will these small problems be solved by the school or will I need to solve them by myself?

Your last sentence is also a double interrogative, and your first choice is perfectly correct.

B. In the other case, you have a sentence consisting of an independent clause and a dependent one, but there is only one question being asked:

"What places did your parents know when they traveled to abroad?

The independent clause is "What places did your parents know?" It´s independent because it makes sense all by itself. "When they travelled abroad" is the dependent clause, one that simply adds a qualification to the question.

"Conhecer" in Portuguese has the sense of "to visit," or "to get to know," or "become acquainted with," any of which carry the meaning better than just "know". "Travel abroad" is an idiomatic expression which doesn´t need "to.".

So a corrected form would be "What places did your parents get to know when they traveled abroad?"
Henry Cunha 3 17 182
Olá Vanessa

Só para esclarecer um pouco a questão de "travel abroad," e porque não precisamos do "to." Essa expressão é semelhante a muitas outras em inglês, tal como

to go away
to go afar
to put aside
to travel amidst
to get along

Em cada caso, pode-se notar que um "a" foi adicionado a uma palavra que existe independentemente. Eu creio, sem muita consulta, que a introdução deste "a" talvez tenha ocorrido na mistura do francês normando com o Anglo-saxão, depois da invasão de 1066.

Alguem quer pesquisar isso?
Ow, amazing!! Thank you so much for the answers everybody!! :D

I have understood clearly now... orações subordinadas e orações coordenadas, como no português. ^^
Não sei como se chamam em inglês, mas parece que é bem igual...

Quanto ao "travel to abroad", eu entendi Henry, muio obrigada, não precisa pesquisar tão a fundo não xD

Quanto ao uso de "them" ao invés de "it", nem tinha pensado nisso... pra mim tipo, o "them" seria para pessoas apenas, eles ou elas. ;x

Vlw novamente, pessoal!!! o/
Tenho uma dúvida, sempre o auxiliar, no caso "did", vem sempre antes do pronome, no caso "your", se existe essa regra, é geral?
Anúncio Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.

Começar agora!
Henry Cunha 3 17 182
Igorstorino escreveu:Tenho uma dúvida, sempre o auxiliar, no caso "did", vem sempre antes do pronome, no caso "your", se existe essa regra, é geral?
Olá Igor,

Sim, diria que de modo geral, no interrogativo, posiciona-se "do" ou "did" antecedendo o nome ou pronome pertencente ao verbo que gera a questão:

"Did your father go out?"
"Did he go out?"

Não se confunda com outros elementos que simplesmente adicionam informação à questão:

"At what time did your father go out?"
"If you go out in this weather, do you usually carry an umbrella?"
E veja, podemos dizer esta ultima tb assim:
"If you do go out in this weather, do you usually carry an umbrella?"

Nesta ultima, "If you do go out in this weather," e´uma expressão condicional, e não o interrogativo propriamente dito, portanto não invertemos. Faz sentido?
Thank you very much! I guess I did understand! Não sei se está certo... Achoq ue understand é irregular.. correto?
I guess it would be " I understood", not "I did understand". =)
Isso msm, verbo irregular...

Em frases afirmativas no passado vc coloca o próprio verbo no passado (acrescentando "ed", "d", ou "ied" ou colocando a forma específica do verbo no passado, no caso dos irregulares), ou seja, "eu entendi" seria "I understood", você não precisaria do "did". ^^

Agora, o "do" também serve para enfatizar ou ressaltar alguma coisa em uma frase afirmativa, será que ocorre o mesmo com o "did"?? :roll:

Daí, neste caso, "I did understand" seria algo como: "Eu realmente entendi"?!
Igorstorino escreveu:Thank you very much! I guess I did understand! Não sei se está certo... Achoq ue understand é irregular.. correto?
Igor,

o fato de ser irregular (por sinal, ele é mesmo) não muda a estrutura em si de uma afirmativa no passado.

No caso, o correto seria "I guess I understood!". Por se tratar de uma afirmativa conjuga-se o verbo principal (entender).
O did somente será usado, nesse caso, quando se tratar de uma interrogativa (did I understand?) ou negativa (I didn't/did not understand!), sendo que o verbo principal ficaria no infinitivo sem o "to" (understand).

Outro caso possível seria usar o "do" (presente de did) com o fim de dar-se ênfase no que está sendo afirmado. Da mesma forma é utilizado o "really".
ex.:
I do understood. = Eu realmente entendi.
I really understood. = Eu realmente entendi.
Henry Cunha 3 17 182
You should feel comfortable in saying "I guess I did understand!" It´s more exclamatory than "I guess I understood," and, in that sense, it´s a different emphasis. Both are just fine.

The important thing to recognize about "do" and "did," as you´ve pointed out, is that the principal verb always takes the same infinitive form. It´s a nice simplification in that you don´t have to worry about the verb being regular or irregular.
Anúncio Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.

Começar agora!
Eu acho que estou pegando o jeito da coisa, mas fiquei em dúvida novamente quando fui fazer esta frase:

Há uma maneira diferente de fazer o que você está me pedindo?

--> Is there a different way to do what you are asking me?

Como é uma pergunta só, coloquei "what you are asking me" em forma de afirmativa mesmo, está certo? ;x

-------------- Editando ----------------

Vou aproveitar o tópico porque me surgiu uma outra dúvida sobre construção de frases, a respeito dos tempos verbais.

Eu quero dizer: Que lugares você gostaria de visitar quando você estiver na Europa?

A frase vai ficar: What places would you like to visit when you are in Europe? - ou não?? ;x

Eu fico em dúvida porque "quando você estiver" é no futuro, e eu usei o presente pra dizer isso. ;x
Henry Cunha 3 17 182
Olá Vanessa,

Your sentences are perfect. Excellent, really.

If you think about it, the expression "when you are in Europe" is not really a present tense. It refers to a future event just as much as "qdo vc estiver."
Thanks Vanessa and Daniel! See you later!
Vanessa, achoq ue você poderia usar um "if when you are", o que daria uma idéia de condição. Não sei se estou certo, ma sé uma idéia!
Henry Cunha 3 17 182
Vanessa, vc fez uma ótima pergunta que ainda não resolvemos de vez. Já havia pensado sobre a troca de "when" por "if," mas causa uma troca de sentido.

What places would you like to visit when you are in Europe? OU
What places would you like to visit IF YOU WERE in Europe?

No seu original, existe um~subentendido de que estamos falando com alguem que já tem planos firmes de ir a Europa. No seguinte, "ir a Europa" se tornou uma mera cogitação, uma hipótese. E"Were" não é passado neste caso:

"If I were to go, would you go with me?" (Se eu fosse...?)

Tem muito aqui a ver com a formação de expressões com "when."

"When you were" é uma expressão de evento realmente acontecido. Não substitui "if you were," que é realmente condicional.

Mas "when you are" funciona bem tanto no sentido de coisa possivel como no sentido de coisa feita:

"When you are sick, go to bed." / "If you´re sick,..."
"It´s time for class to start when the bell rings." / MAS NÃO: "it´s time for class to start if the bell rings." {a classe começaria quer a campainha tocasse ou não!)

Será que esta explicação ajudou?
Anúncio Você tem medo de falar inglês? - Se você já estudou inglês mas ainda se sente inseguro(a) saiba que o primeiro passo é se expor ao idioma. Converse grátis por 15 minutos com um professor de inglês nativo, você vai se surpreender o quanto isso pode fazer a diferença.

Começar agora!
Oi... ^^

Ah sim, esse negócio aí do "if" que o Igorstorino falou eu também pensei na hora que li que daria um sentido diferente à frase, eu estaria dizendo outra coisa. ^^

Tudo perfeito... só fiquei com uma outra dúvida agora :P
Na frase que você escreveu, Henry...
"It´s time for class to start when the bell rings."
Eu não entendo porque o "for class"... "É tempo para a aula começar..." - por que não "for the class"? E também... por que usa-se o "for" e não o "to"? ;x

Desculpe aew pelo monte de perguntas, rsrss =)
Henry Cunha 3 17 182
Olá Vanessa,
Não sei se existe uma regra sobre isso. Mas posso pensar em diversos casos em que a omissão do artigo não causa problemas:

It´s time for lunch / supper / dinner / school to start (ou outro verbo)... when .... the bell rings (ou outro evento relacionado).

Se quizermos utilizar "to", para dizer o mesmo, precisamos fazer algumas inversões:

It´s time to start lunch / etc. when the bell rings.

Acho que com contato contínuo com o inglês essas dificuldades vão desaparecendo.
Hmmm.. okay. Thanks a lot for all!!!!! o/
What did they take to visit of?

Alguém poderia me explicar o porque deste "of" no fim da frase? Não compreendi esta estrutura. Poderiam me dar exemplos similares para que eu possa absorver este conhecimento?

Desde já agradeço a ajuda de todos.
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!