Origem da palavra "ispilicute"

Flavia.lm 1 10 95
Durante uma viagem que fiz em 2010 ao Ceará, escutei uma amiga de lá falando de uma criança: Que garotinha ispilicute!

Heim?

Ispilicute! Bonitinha, engraçadinha, vaidosa...

Pesquisando na Internet:

"Cresci atento às estórias dos bombardeiros que aterrissavam na Base Aérea de Fortaleza, trampolim que era às bases no norte da África e no sul da Itália. Escutei, e muito, sobre as famosas garotas Coca-Cola da alta sociedade local que, aos finais de semana, se aprontavam e se perfumavam para os passeios com o intuito de paquerar os pilotos ianques. Por causa desses passeios e dessas paqueras internacionais é que, desde aqueles tempos, a língua portuguesa e, em especial, o “cearês”, ganhou mais um vocábulo: ispilicute. Chamamos (já quase em desuso, é verdade) de “ispilicutes” as meninas bonitas (ou lindas) que tem aquele jeito meigo e gracioso de falar. Todavia, a maioria das pessoas que chama, chama sem conhecer a sua origem. E é simples, ispilicute é a junção de duas palavras da língua inglesa, Pretty e Cute, que eram utilizadas pelos garbosos pilotos americanos quando se referiam às meninas fortalezenses da época. Agora é até engraçado pensar num típico militar estrangeirão, de óculos de sol e trajando jaqueta de couro escuro com gola felpuda clara, a expressar, todo dono de si: “she is pretty cute”. É fácil imaginar como a despreparada e monolíngüe sociedade de outrora conseguiu transformar “she is pretty cute” em “ispilicute""

:)

Anúncio Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu nível de inglês. Perder o medo de se comunicar é o primeiro passo para a fluência. Cadastre-se na Cambly e experimente o método sem compromisso.

Iniciar Conversação
1 resposta
OMG!
Muito interessante.

Always learning with EE

Thanks Guys!
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!