Preparando Monografia sobre a língua inglesa

Gente, boa tarde.

Estou no processo de pré-projeto no meu curso de secretariado e estou pensando em fazer algo voltado para a lingua inglesa

A principio, ele teria como objetivo analisar no contexto histórico brasileiro a importância da língua inglesa (tendo em vista o grande crescimento de organizações que exigem o idioma) e as metodologias de ensino utilizadas atualmente (escolas de idiomas, intercambios ou o próprio self learner), a fim de levantar as dificuldades de aprendizado e, a partir deste ponto, traçar alternativas viáveis, dentro das novas tendências disponíveis.

Sendo assim, gostaria de ler sobre vocês, a principio, quais vocês acham que seriam as grandes dificuldades no aprendizado? A metodologia utilizada por grande parte das escolas atualmente voltadas para o decoreba? Os professores que não são formados de forma adequada, não sabendo as reais necessidades dos alunos?

E quais metodologias vocês acham mais eficientes para o aprendizado, ou vocês acham que o melhor método varia de pessoa a pessoa? (digo isso porque algumas pessoas acham que aprendendo a falar, assim como fazemos com a nossa lingua materna, trás mais resultados, outras acham melhor obter base gramatical e depois treinar a fala....)

E é isso ai gente, conto com a ajuda de vocês porque vejo que seria um ótimo tema a ser pesquisado, porém, o que eu levantei até o momento é muito abrangente e precisaria delimitar mais.
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Tate,

Vou tentar te dar uns toques. O ensino-aprendizagem de línguas requer muito esforço de ambas as partes, mais por parte de quem aprende, do que de quem ensina. Você tem razão, quando se refere ao despreparo dos professores que não tem bagagem o suficiente para ensinar aos alunos de escolas públicas, mas isso não é uma máxima, temos até bons profissionais na área com vasto conhecimento na matéria, mas o maior problema se concentra no seguinte:
1- Sala com número muito grande de alunos, onde o ideal é entre 10 e 12;
2- Duas aulas semanais de 50 minutos cada, onde o professor tem que fazer outras coisas antes de iniciar as aulas, como por exemplo: fazer chamada, organizar a sala, responder a questionamentos de dúvidas, etc;
3- A falsa percepção por parte do aluno, que inglês não é uma matéria importante, e portanto não reprova;
4- O total desinteresse por parte do alunado, que não vê utilidade prática no aprendizado de inglês, que não sai do verbo "to be"; e
5 - Esmorecimento por parte do professor, que não consegue atingir os seus objetivos mínimos.

Só para você ter uma ideia, o próprio MEC quando emite os PCNs, parâmetros curriculares nacionais, já sugere que o professor se preocupe apenas com a decodificação, ou seja, que ele saiba ler e escrever em outro idioma, e não priorize a oralidade.
Portanto, já deu pra você perceber, que o problema é extenso, e que você deve delimitar bastante o seu tema, senão você não vai conseguir fazer uma monografia, mas sim, uma MULTIgrafia rs :lol: .
espero ter ajudado,
Cleber