Vergonha de Falar em Inglês

Eu comecei a estudar inglês há pouco tempo.
E estou com dificuldade na pronuncia, porém eu sei que é normal no começo.
Só que eu tenho muita vergonha de falar em público com meus colegas, mesmo que eu saiba a palavra ou a frase.
Eu não sei o que fazer, eu literalmente travo, e não consigo falar nada, mesmo que eu saiba.
Alguém tem dicas de como posso superar isso?

OBS: Eu sei que parece ser uma coisa boba, mas tem me atrapalhado muito.
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário PPAULO 45365 6 35 800
Engraçado, uma vez eu fui fazer um curso de inglês (de "conversation"), e tinha um problema semelhante.
Era que eu ajudava os colegas, falava com eles, falava com o professor, e no dia que dizia hoje ou amanhã é prova então eu travava, travava exatamente na prova!
Ora com o tempo os professores entenderam isso e eu ganhava uns pontinhos por participação (eles viam o conjunto da obra, o apanhado da semana ou do mês). Se eu perdesse um ponto ou outro por que "deu branco" (e por que isso? Ficava nervoso, preocupado, não muito à vontade, etc.). Mas e daí? Eu sabia se eu não tirasse um 10, eu tiraria pelo menos um 9,2 ou 9 (digamos que o tal 1 ponto de participação iria entrar em cena).

E era por pesos, a prova não tinha peso 1, digamos que tivesse peso 3 (apenas para ilustrar aqui).
Assim, a apresentação de trabalhos, a participação na aula, a relevância das perguntas - das respostas - e do conteúdo que trazia para as discussões, pronúncia de modo geral, escrita, o ajudar os outros alunos, etc etc. E o trazer o dever de casa feito, ufa! Só o que eu lembro, mas veja que dá trabalho ser um bom aluno! :-)

De certa forma eu era um aluno um tanto tímido para falar, mas quando era um assunto que eu dominasse então eu sentia mais segurança. Por exemplo, se você sabe que 2 + 2 = 4, então certamente você se sentirá seguro o suficiente para expressar isso (até mesmo se na sala estiver o presidente, o reitor da faculdade, qualquer pessoa). Da mesma forma, em inglês a pessoa dificilmente vai errar, ou ficar nervoso ao dizer '"good morning" ou "I love you" (
Por que é uma forma tão familiar para nós)

A comunicação é muito mais fácil quando se fala para alguém de "ranking" social menor, o professor para o aluno, um exemplo. Ou quando todos estão em situação inferior (você e um grupo de alunos - quando o professor não está por perto, ou não está prestando atenção...).
Mas para muitos alunos já não se sentem à vontade para "trocar ideias" com o professor, estranhamente (ou não), isso não era problema para mim. Eu sempre fazia amizade instântanea com o professor e me comunicava bem com eles (até o dia em que dissesse a palavra "prova", kkkk).

Uma forma de se "soltar" é dizer, admitir que se está ansioso.
Pode-se falar pra turma, pra quem quiser, que você fica ansiosa e que por isso pode dar branco, a voz não sair lá essas coisas, esquecer a pronúncia, enfim errar algo (ou algo dar errado). Mas e daí? Todos podem errar, então erre à vontade, antes de um concurso, antes de uma prova.
Aproveite a curiosidade, se tiver uma dúvida não a leve pra casa, "faça aparecer uma brecha", uma "janela" na conversação e pam! Faça sua pergunta.
Não tenha medo de parecer uma pergunta ou uma resposta ridícula (sim, tem gente que tem medo de responder uma pergunta por que acha que outros vão julgar, que responderiam melhor e "mais bonito", etc).
Balela!
Com o tempo você vai ver que quanto mais você se arma com conhecimentos, por menos inspirada que esteja o fator "expectativa" dos amigos vai fazê-los admirar sua resposta.

E dos não tão amigos? Ah, se quiserem que estudem mais que você, que se esforcem para responder primeiro, e melhor. Okay, se eles são competitivos, deixe eles serem problema deles, você está competindo consigo mesma. Se forçando (e se esforçando) para dar uma resposta, para falar e participar.

Ou você acha que o brasileiro que chega lá na Disney, ou em Londres nunca vai pagar um mico? bem vindo ao mico (se eu aprender alguma coisa, então que venham mil micos).
E aí, substitua a palavra vergonha por desafio de falar em ingles! NÃO...! Por desejo de falar em inglês que fica melhor! Tá legal assim? ;-)
Avatar do usuário PPAULO 45365 6 35 800
Não quero dizer que amanhã você já comece radicalmente, mas pode fazer pequenas "interferências", falar algumas palavras e expressões no seu dia a dia, com amigos etc. e vá ganhando confiança.
O importante é começar a "se soltar", tem pessoas que falam pouco até em português isso quer dizer que não sabem português? Não.
Mas o se soltar que eu digo é estar consciente de que você sabe, e se você sabe você pode falar nessa ou naquela linguagem, é isso.
É isso, não se deixar travar por outro motivo (uma vez que você aprendeu algo e pode usar), ter consciência de si mesmo e estar seguro que você pode. Se os outros podem, por que não você!
Cada pessoa tem algo a acrescentar, ninguém sabe tudo sobre todas as coisas.
Se errar uma pronúncia, aprenda a rir de si mesma, nada como um sorriso para desarmar aqueles que se acham, e que poderiam achar que podem julgar.

Errou? Diga algo: Oh my bad! Oops I did it again! Oh my God, oh my God! My English is great, ain´t it? (irônicamente, com um sorriso), mude para o português (switch to Portuguese if you wish). E vá adiante, vergonha é de não querer estudar, de colar do outro, de mentir, qualquer coisa, tenha é orgulho de falar, de errar, de acertar, em inglês. Valeu? Conhecimento é riqueza, e uma vez adquirido ninguém pode tirar isso de você. :-)