Aprender inglês: A internet está cheia de tricks

Adriano Japan 2 20
A internet está cheia de tricks.
Já peguei muita palavra que está no dicionário, aparece em Google Images e tudo, mas que quase ninguém entende quando você fala :(
Tem que morar de verdade no país para saber o que é usado ou não.
É como estas 2 frases:

- ver televisão
- olhar televisão

Só vai saber qual dos verbos idênticos usar quando escutar bastante, de preferência no país.

TESTE DE NÍVEL Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 10 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores experientes. O resultado sai na hora e com gabarito. INICIAR TESTE
5 respostas
Donay Mendonça 22 107 1.6k
Não concordo com o Adriano, há de se tomar alguns cuidados, mas é perfeitamente possível de se aprender inglês sem ir para o exterior: pensando assim, acredito que o Alessandro criou o EE, pensando assim, eu me tornei professor; a experiência pessoal de um nativo é importante, mas não reflete, sempre, os costumes de uma nação inteira. Eu sempre recomendo nos basearmos por dicionários atualizados confiáveis, como: Longman, Oxford, Cambridge, Webster's, etc. Para mim, as sugestões da Flávia estão ok. Porém, gostaria de lembrar que todas as opiniões e sugestões serão SEMPRE bem vindas, acredito que este é o segredo do conhecimento.

Abraços,
Adriano Japan 2 20
Boas palavras Donay!
Fórum rico é formado de um universo de opiniões.
Creio sim que a gramática, listening com muito esforço você consegue sim dominar, mesmo sem sair do país.
Mas nem só destes ingredientes se faz uma língua.
Uma das grandes dificuldades que notei viajando por aí é que em países altamente consumistas como Inglaterra e Japão, eles usam muitas marcas como palavras comuns no vocabulário.
Exatamente como aqui se fala "vou no bob's", "seu cel é tim ou vivo?", "adoro ovomaltine", "li na veja".
Mas pense neste número de marcas multiplicado por MIL. :(
O pior é usarem essas palavras direto no cotidiano como verbo, substantivo, adjetivo, e você lá boiando...
Ainda lembro de todo mundo falando em um tal de "Kit Kat" e eu pensando sozinho "kit gato"? :?

Não só a infinidade de marcas (palavras que não existem em livro algum), mas o que pega é a diversidade de palavras com o mesmo significado.
Ex.: para a palavra "enganar" temos:
Deceive, mislead, delude, cheat, trick, coax, wheedle, seduce, entice, decoy, beguile, cozen, dupe, ensnare e por aí vai...

Dá até raiva porquê sou viciado em vocabulário novo, e de uma forma ou de outra acabo aprendendo o significado, mas sei que só vou aprender seu uso de verdade, legítimo e natural quando morar no país, ou der a sorte de escutar várias vezes em filmes (raro), para ter certeza de como se utiliza.
Fora que eles são muito ligados na mídia, autores e celebridades, sempre se fazendo ao uso de expressões usadas por famosos e tv.
Se não tivesse visto antes no Youtube, ficaria boiando neste anúncio e perguntando onde estaria a graça.
Donay Mendonça 22 107 1.6k
Adriano,

Nunca fui ao exterior e me comunico normalmente com nativos(já trabalhei com uma), sou professor há dez anos; conheço gírias, expressões e modismos; sei sobre cultura inglesa e americana: tudo isso sem ter ido para fora, com muita força de vontade e pesquisa. Acredito muito que outras pessoas possam fazer o mesmo, e se tornarem ótimos profissionais aprendendo tudo aqui no Brasil. Não acredito que existam obstáculos que impeçam alguém de aprender tudo aqui mesmo.

Abraço,
Flavia.lm 1 10 96
donay mendonça escreveu:(...)Não acredito que existam obstáculos que impeçam alguém de aprender tudo aqui mesmo.
I definitely second that.
Adriano Japan 2 20
Exato Donay!
Mas isto que é o deceitful da coisa!
Aqui no Brasil nos comunicamos normalmente com estrangeiros, seja por e-mail ou pessoalmente, assistimos a 3 horas de filme só precisando conferir a legenda aqui e ali, lemos de tudo e temos a certeza que chegar no país estrangeiro vai ser tão simples quanto estar em casa, "bah, sei inglês, vou me virar!"

Mas outra coisa é você sair de um avião, sentir toda aquela tensão inicial (dor de barriga, bola na garganta :? ) só de ver aquele mundo novo, com tanta gente diferente, escutar e ler tudo em um inglês rápido, na certeza que está sozinho, e é você e seu conhecimento ou nada feito.
Que se chegar na primeira pessoa e travar no "gostaria de um lugar onde possa despachar as malas no modo econômico e comprar passagens de trem-bala", você fica por lá mesmo rs
Língua é um bicho vivo, "adaptável" à cada região e cultura, com suas peculiaridades e diferentes pronúncias.
É como brasileiro chegando em Portugal com a bola toda e se sentir completamente perdido.