Quando usar ´S, OF, FROM

Viny
A um tempo atras vi um post com o mesmo assunto mas nao ficou claro para mim. Por isso gostaria que vocês me explicasse se ha alguma regra de quando usar: ´S, OF, FROM.

Take care!
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda a falar como é a sua profissão em inglês. Baixe o Guia Grátis da English Live sobre as Profissões em inglês.

Clique aqui e saiba como baixar!
14 respostas
Ordenar por: Data

Flavia.lm 3960 1 9 90
Olá Viny,

Recomendo reabrir a discussão no mesmo tópico: como-diferenciar-o-uso-entre-from-of-e-s-t8857.html

Viny
Ola Flavia,

Eu já havia visto este tópico porem eles se referem mais ao ´s.

Donay Mendonça 58015 22 97 1385
Viny,

Em inglês, o que menos se tem são regras amplas. As exceções acontecem por vários motivos: região, sonoridade, grau de formalidade, etc. Mas, apesar disso, acho que dá para fazer um breve resumo.

Flávia's book is missing. (O livro da Flávia sumiu.)--> Não diga "the book of Flávia". Para posse, o "of" neste caso é incomum.

The roof of your mouth. (O céu da boca.)
The best time of my life. (O melhor momento da minha vida.)

-->'Of' pode ser usado ao falar de objetos, coisas, lugares.

The message from my friend. (A mensagem que veio do meu amigo.)-->Poderíamos dizer "My friend's message", porém neste caso, a ênfase está na posse. No primeiro (from), na origem.

*É importante conviver com o idioma, ler e analisar bastante, já que muitas vezes não há regra. As conclusões são tiradas com o tempo, às vezes um bom tempo.

Bons estudos.

maryziller 325 1 1
The Apple of my eye
The hunchback of Notre Dame.
The Barber of Seville.
The Ghost of Christmas past.
Hound of the Baskervilles.
The man of La Mancha.
The tower of Babel.
Temple of doom.
Elements of Style
The Sons of Liberty
He is a friend of mine.
The ghost of Hamlet

Hamlet's ghost
Santa's Elves.
Gilligan's Island.
Victoria's secret.
Bartleby's quotes
Fulton's folly
Einstein's Theory of Relativity
King Arthur's Knights of the Round table
The Wife of Bath's Prologue and Tale
Hamlet's Soliloquy
The Bard of Avon
Milton's Paradise Lost
Of Mice and Men
Charlie Brown's Christmas special
His Father's Son

from the heart
The Man From Nowhere
Girl From Ipanema
From Russia with Love
Tales from the Dark side
Tales from the Crypt

Murphy's law
Barbie's Dream House
The World's Fair
All the King's horses and all the king's men couldn't put Humpty together again.
All the President's Men
Mr. Holland's Opus
Strunk's Elements of Style
Witch's Brew

Gustavo Dias 25
Ambos 's e of referem-se a posse. Mas a diferença é:
- O 's vc usa pra pessoas. Ex: Mary's doll - boneca da Mary
- Já o of vc usa pra outras coisas que não são pessoas, como objetos, substantivos abstratos e fenômenos da natureza. Ex: the tire of the car - o pneu do carro; the power of the love - o poder do amor; etc.

Agora o from não significa posse, significa a origem de um substantivo, seja pessoa ou não. Resumindo from significa "de(origem)".
Ex: The doll from the factory - a boneca da fábrica (a boneca veio da fábrica); James from Orlando - James de Orlando (ele veio de, ou mora em Orlando).

Espero ter ajudado.
MENSAGEM PATROCINADA Os verbos regulares são os mais utilizados e têm regras fáceis. Baixe o Guia Grátis da English Live e aprenda sobre os Verbos Regulares em inglês. O que tem no guia? Verbos regulares e irregulares, como conjugar os verbos regulares e quais são os verbos mais utilizados.

Clique aqui e saiba como baixar!

Logan18 30
Gustavo Dias escreveu:Ambos 's e of referem-se a posse. Mas a diferença é:
- O 's vc usa pra pessoas. Ex: Mary's doll - boneca da Mary
- Já o of vc usa pra outras coisas que não são pessoas, como objetos, substantivos abstratos e fenômenos da natureza. Ex: the tire of the car - o pneu do carro; the power of the love - o poder do amor; etc.

Agora o from não significa posse, significa a origem de um substantivo, seja pessoa ou não. Resumindo from significa "de(origem)".
Ex: The doll from the factory - a boneca da fábrica (a boneca veio da fábrica); James from Orlando - James de Orlando (ele veio de, ou mora em Orlando).

Espero ter ajudado.
Viny, o Gustavo Dias simplificou a explicação do tópico, acho que eu não conseguiria explicar melhor.

Gabi 795 1 1 15
Gustavo Dias escreveu:Ambos 's e of referem-se a posse. Mas a diferença é:
- O 's vc usa pra pessoas. Ex: Mary's doll - boneca da Mary
- Já o of vc usa pra outras coisas que não são pessoas, como objetos, substantivos abstratos e fenômenos da natureza. Ex: the tire of the car - o pneu do carro; the power of the love - o poder do amor; etc.
Sobre o 's usado para pessoas eu concordo, no entanto não é usado apenas para pessoas.
Exemplo : Have a good night's sleep.
Yesterday's class.

Assim como já foi dito nesse e em um dos outros tópicos sobre esse assunto - não há regras para no inglês em alguns casos. E esse é um deles.
O 's é usado para quando algo pertence a uma pessoa ou alguma coisa.
Eu também me confundo bastante com isso ainda, mas o jeito é ler, ter sempre contato com o inglês e aos poucos você vai saber naturalmente e vai perceber quando o "of" soar estranho na frase ao invés de 's.

Viny
Obrigado pessoal todas as respostas foram de grande ajuda.

Take care!

Someone Nice
Hello everyone,

Gostaria de saber por que se usa "of" na frase abaixo em vez de "in":

I'm thinking of you. (Eu estou pensando em você.)
I'm thinking of my friend. (Estou pensando no meu amigo.)

Thank you.

Igorstorino 10
Someone Nice escreveu:Hello everyone,

Gostaria de saber por que se usa "of" na frase abaixo em vez de "in":

I'm thinking of you. (Eu estou pensando em você.)
I'm thinking of my friend. (Estou pensando no meu amigo.)

Thank you.
Questão de regência do verbo thinking (pensar). No português usamos "pensar em", mas no inglês é "thinking in" ou, ainda, "thinking about". Não podemos traduzir as preposições do português para o inglês, porque isso não funciona. Um outro exemplo seria o verbo "apaixonar". No português seria "apaixonar-se por...", será que no inglês vai ser: "in love for..."? Não! O correto é usar a preposição "with", ou seja, I'm in love with her." (Estou apaixonado por ela). Não faz sentido para nós, mas para o inglês é o correto. Espero que tenha entendido. Regards!

Someone Nice
Olá @Igorstorino, obrigado pelo sua resposta.

Só não ficou claro a regra para se usar "of", "in" e "about". Por que se usar

Eu estou pensando em você. (I'm thinking of you.)
Eu não paro de pensar em você. (I can not stop thinking about you.)

Preciso me acostumar a pensar em coisas novas. (I need to get used to thinking of new things.)
Preciso me acostumar a pensar em termos mais amplos. (I need to get used to thinking in broader terms.)

Eu ainda não consegui entender a regra disso, e sem regra acaba-se trocando tudo, "of" no lugar de "in", "in" no lugar de "about", "about" no lugar de "of" e assim por diante.

E no exemplo que você citou "I'm in love with her", qual é a interpretação ou regra que se faz para a gramática inglesa usar "with" em vez de "for" nessa frases.

E aproveitando... Sei que verbos infinitivos no começo de frase se acrescenta a terminação -ing. Mas nas frases acima (tirando a 1ª), por que o verbo "thinking" est´usando -ing sendo que não está no tempo verbal contínuo?

I thank.

Marcio_Farias 12510 1 23 210
Someone Nice, você escreveu:

I thank.

Normalmente, quando agradecemos algo a alguém, dizemos "Thank you", forma polida e formal. Ou "Thanks", mas este falante nativo de inglês não gosta dessa forma! Veja o que ele disse:

""Thanks" is just too informal, curt, and dismissive to my ears. It always sounds and feels insincere. I always use "Thank you" both in speech and in writing, and it doesn't matter who I write or speak to. I say "Thank you" to my 8-year-old son: I don't want him saying "Thanks" to me.

Most native English speakers will not feel as I do about this, I'm sure. "Thanks" is informal; "Thank you" is polite and formal. You have to decide which form is appropriate for you and the situation you find yourself in at work. I don't see anything wrong with using "Thank you" in every situation.

As I said, I doubt that most native English speakers will agree with me on this, but I feel that using "Thanks" is rude, uncouth, barbaric, and insensitive. People who use it are also likely to use things like "Well, duh, . . .", and a host of other barbarisms."
https://www.englishforums.com/English/D ... p/post.htm

Marcio_Farias 12510 1 23 210
Someone Nice escreveu:Olá @Igorstorino, obrigado pelo sua resposta.

Só não ficou claro a regra para se usar "of", "in" e "about". Por que se usar

Eu estou pensando em você. (I'm thinking of you.)
Eu não paro de pensar em você. (I can not stop thinking about you.)[?]

Preciso me acostumar a pensar em coisas novas. (I need to get used to thinking of new things.)
Preciso me acostumar a pensar em termos mais amplos. (I need to get used to thinking in broader terms.)
Você formulou uma pergunta sem o necessário ponto de interrogação.

O porquê? Porque se tratam de verbos frasais. Talvez este tópico a ajude a entender a mecânica do think of e do think about.
Eu ainda não consegui entender a regra disso, e sem regra acaba-se trocando tudo, "of" no lugar de "in", "in" no lugar de "about", "about" no lugar de "of" e assim por diante.
Pratique um de cada vez, i.é., primeiro pratique as colocações com of, depois com about e, finalmente, com in. Vá por partes. A pesquisa na Internet sobre o gerúndio e as preposições também deverá ajudá-la sobremaneira a entender quando, como e por que usar os verbos com estas (e demais) preposições.
E no exemplo que você citou "I'm in love with her", qual é a interpretação ou regra que se faz para a gramática inglesa usar "with" em vez de "for" nessa frases.
Temos em "To be in love with someone" ou, se preferir, em "I'm love with you" uma expressão idiomática fixa. Os ingleses, os americanos, os australianos, para não citar os demais falantes nativos de inglês, aprenderam a usá-la desse jeito desde criança. Durante o tempo que levaram para atingir a fase adulta, eles a viram, ouviram, entreouviram, leram e usaram no dia a dia. Da mesma forma aprendemos nós, falantes nativos de português do Brasil, a empregar nossas expressões idiomáticas. Não teríamos, por exemplo, a expressão "dar mão", quando na realidade alguma coisa "dá pé"; tampouco a "acertar no mosquito", quando só "acertamos na mosca"; muito menos a "bater papa", quando só "batemos papo" etc.

Aqui, mais uma vez, fica a sugestão de consultar a Internet sobre as expressões idiomáticas e verbos frasais ingleses.
E aproveitando... Sei que verbos infinitivos no começo de frase se acrescenta a terminação -ing. Mas nas frases acima (tirando a 1ª), por que o verbo "thinking" est´usando -ing sendo que não está no tempo verbal contínuo?
O verbo thinking assim está flexionado porque se trata da forma gerundiva que ele assume após, p.ex., o verbo stop. Acostume-se com o fato de que os falantes nativos de inglês preferirão dizer/escrever, por exemplo mas não exata ou necesariamente, I can't stop screaming even for an hour, Old Joe can't stop thinking of his ex-wife, The Lava-Jato police task force accused Mr. Remet of stealing 1 million dollars etc a dizer I can't stop to scream..., Old Joe can't stop to think of..., The Lava-Jato police task force accused Mr. Remet of steal[...] etc., pois consideram estas últimas expressões incorretas.

E, mais uma vez, não há nada que uma pesquisa e um estudo diligente sobre as expressões idiomáticas não resolva!

Boa sorte, bom proveito e bons estudos!

Marcio_Farias 12510 1 23 210
Errata!

No último parágrafo de meu post onde se lê "[...] não resolva!" leia-se "[...] não resolvam!" pois o verbo deve concordar com o sujeito composto.

MENSAGEM PATROCINADA Você sabe o que é o infinitivo? Tudo que fazemos e falamos em inglês depende desse tempo verbal. É ele quem dita as regras do jogo no idioma. Baixe o Guia Grátis da English Live e aprenda sobre o Infinitivo em inglês.

Clique aqui e saiba como baixar!