Todo Idioma é Aprendido de Forma Inconsciente

Todo idioma é aprendido de forma inconsciente através da escuta? Dei uma pesquisada e entrei em contato com algumas pessoas que tem esse ponto de vista. Para elas o ponto principal para se aprender inglês é escutar. Para elas escutar é superior a ler, falar, gramática, a qualquer coisa. A teoria delas é que quanto mais você escuta (algo que pode entender no mínimo 90% obviamente :) ) mais o seu cérebro aprende os fonemas daquele idioma e o sentido das frases e as situações que as palavras são usadas, tudo de forma inconsciente.

Então depois de um tempo você percebe que pode entender bem mais fácil um nativo, e então você começa a falar naturalmente (com erros claro) e com a prática de falar, vai corrigindo os erros da falar; só depois então que você deve começar a estudar gramática, só depois da fluência.

Esse método seria estudar um texto com áudio, ou série, e após entender tudo, ficar escutando aquilo como revisão. Por exemplo, já entendi as palavras que eu não sabia do episódio 1, então agora eu escuto o episódio 1, tipo 80% do tempo de estudo seria escutando e 20% aprendendo novas palavras para entender o texto ou legenda para depois escutá-lo.

Aqueles que são fluentes, vcs aprenderam assim? Sentiram o aprendizado de vocês foi "inconsciente" ou na verdade foi consciente mesmo, e estudado, como se estuda qualquer matéria escolar. Grato. Dissertem.
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Joarez.GN 905 3 13
Opa, tudo certo ?
Vou te dar minha opinião sobre o tema.

Primeiramente para ressaltar seu texto.
Escutar, é diferente de ouvir. Quando você escuta, você está prestando atenção, participando da ação, vivendo o contexto ao qual está se passando.
Ouvir, somente é a ação passiva da capacidade de audição de determinado som. Se você realmente estudar ESCUTANDO, você vai assimilar SIM, gradativamente, dependendo de cada pessoa em seu determinado nivel, quanto tempo ela tem, o quanto ela se desafia. NÃO EXISTE FÓRMULA MÁGICA! Existem métodos eficazes e não eficazes, dependendo de cada pessoa.

Sobre esse método, ele é o mais discutido atualmente, que diz ser o método ativo do inglês, sair da zona de conforto, parar de só estudar gramática e tentar utilizar o inglês, tentar realmente viver a lingua.
Por exemplo: Escutando Podcasts, montando frases, vendo séries com legenda, depois sem legendas, e etc.

Em minha concepção realmente é o melhor método... Lembra aquela história que todos esses professores do youtube falam nos vídeos, de que os bebês não aprendem a conjugar o verbo to be antes de usar eles Então, isso é verdade. Inconscientemente um bebê não tem outra escolha, a não ser tentar se expressar de alguma forma, explicar o que ele quer, e com o tempo isso acontece naturalmente, com seu crescimento... Por que ? Porque ele está VIVENDO aquilo, dia após dia está aprendendo.

Você tem que se ver como esse bebê. (Estranho, não?)
Você tanto quanto ele não sabe esse idioma.
Vocês dois tem que tentar se expressar.
Assim como ele escuta os Pais deles falando com eles.
Você começa ouvindo Podcasts, lendo. Você tem muitas ferramentas.

Eu realmente mergulhei no idioma com vontade. Todo dia eu estudo por mim mesmo no método de vivência do idioma, tenho um bom nível, consigo me expressar e estou sempre melhorando.

Mas cada única pessoa tem seu próprio entendimento, e somente na pele ela descobre o que move e motiva ela todos os dias!

Abraço!
Saudações!

Minha opinião sobre isso é que se fosse fácil assim, era só colocar podcasts, áudio em inglês para tocar enquanto dormimos que o nosso inconsciente cuidaria do resto. Acordaríamos no dia seguinte sabendo tudo. Pra quê perder tempo estudando, não é mesmo?
Avatar do usuário NeyF 3875 1 9 83
Não é de forma inconsciente, o contrário sua mente tem que estar atenta ao que você está escutando. É necessário ouvir, e interpretar o que está sendo dito. Se você só colocar o fone no ouvido e ficar focado em outra coisa, não vai adiantar de nada.

Um exemplo é a frase "The book is on the table." mesmo pessoas que nunca estudaram inglês consegue falar essa frase fluentemente. Por que? Porque eles já ouviram essa frase milhares de vezes durante sua vida. Essa frase está gravada na sua mente. Essa é a lógica de se praticar o listening.
Você vai ouvir a mesma frase várias vezes e essa frases vão passar a fazer parte do seu vocabulário.

Mas não é simplesmente ouvir, é necessário entender. Se você ouvir um áudio durante 1000 horas e não entender nada, isso não vai ajudar em nada, são só ruídos. Mas, praticando a audição você desenvolve a audição. Para desenvolver a escrita é necessário escrever, as pessoas que nunca estudaram inglês, entendem a frase não conseguiriam escrever a frase "The book is on the table" mesmo sabendo falar. O mesmo se aplica a conversação, se você não pratica você não desenvolve, por isso muita gente consegue entender uma pessoa falando inglês, porém na hora de falar trava, por que são áreas diferentes do cérebro trabalhando.
Avatar do usuário PPAULO 39785 6 32 695
I am with Steve Kaufmann (a linguistic and well-versed language learner), the problem is that people get overly conscious about themselves (and their learning), so this hinder their progress.
One has to exposed to the language, talk if they are in the mood to and grammar would be the last part of that.
Grammar should be a companion at some point, it would be a complementary thing. If the student has command of English is general at least at basic level, grammar will be what will fill the gap in their knowledge.
The grammar topics come as a "gap-filler" in the sense that it´s almost instinctive, but you don´t always conclude that a word goes with another, or a verb conjugation is different that in Portuguese (to mention a point).
But given enough exposure you make sense of it, you will think "ah! So it´s this way, it is what I thought!"
So, it´s not that you learn in subconsciously or accidental way it´s not the case, it´s that many of us give more weight to bookish learning and formal ways, rather than to the exposure to the language.
Of course, I am referring to English in a basic, or even intermediate way, and to general use, English for academical or for especific purposes is another can of worms, altogheter.