Presente do Subjuntivo em inglês - Como usar?

Olá, pessoal, tudo bem com vocês? Hoje ensinarei a vocês como usar o Presente do Subjuntivo em inglês, algo que não é ensinado nas escolas de idiomas nem nas tradicionais, já que nelas só ensina os If Clauses (Futuro e Pretérito do Subjuntivo, mas não o Presente).

Estrutura do Presente do Subjuntivo: "...Verbo + Objeto + To + Verbo no Infinitivo..."

Achou muito difícil de entender esta estrutura? Não se preocupe, passá-los-ei alguns exemplos que facilitarão o entendimento.

Exemplo: "Eu quero que ele faça as lições imediatamente." - "I want him to do the lessons immediately."

Explicando o exemplo acima, "Want" é o Verbo normal da frase, que está no Simple Present, até aí acho que vocês não encontrarão muitas dificuldades, certo? Prosseguindo, "Him" é o Objeto da frase (pois ele vem após um verbo que não de ligação, logo é o objeto da frase), aí vem o "To" e o "Verbo no infinitivo". Traduzindo literalmente a frase em inglês para o português ficaria algo como "Eu o quero fazer as lições.". Por isso a tradução literal de um idioma para o outro não vale a pena, pois nem sempre as estruturas funcionam de maneira idêntica, ou seja, 100% idêntica de um idioma para o outro.

Outro exemplo: "Eu esperava que o meu irmão tivesse ganhado o jogo." - "I expected my brother to have won the game. Explicando este exemplo: O verbo "Esperava" está no Simple Past, o "my brother" é o Objeto da frase, já que ele está vindo após o verbo, e como o verbo não é de ligação, então o que vem após dele é o objeto da frase. (Se você não sabe o que é um verbo de ligação, recomendo que procure aqui no fórum tópicos explicando o uso do mesmo "Linking Verbs"). Agora aparecerá uma das maiores dificuldades do estudante em aprender esta estrutura: A parte do "To have won". Ora, se é "Tivesse ganhado", por que usar o "To have won", e não algo do tipo "To had won" ? Simples, não se pode usar "to" na frente de verbos que não estão no infinitivo. Se o verbo da primeira frase "expected" já está no passado, então se usa o "To have + Verbo no particípio" para o verbo que vier após o objeto da frase, pois como já foi dito nos exemplos acima, as estruturas de um idioma para o outro não são 100% iguais, por isso não se pode traduzir a frase "I expected my brother to have won the game." como "Eu esperava meu irmão ter ganhado o jogo.", por isso a maneira mais prática de entender estas estruturas da língua é praticando o tempo todo, lendo exemplos novos e agregando informações a respeito dos mesmos.

Mais exemplos desta mesma estrutura:

"Eu espero que meu pai consiga um emprego novo." - "I expect my father to get I new job."
"Preciso que ele entenda os problemas que estou enfrentando." - "I need him to understand the problems I am fighting against."
"A mãe de Marcos ordenou para que ele entrasse no carro." - Marco's mother ordered him to get into the car.

A dica de hoje é essa, pessoal, espero que tenham gostado! "I expect you to have liked it!".
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Excelente dica, eu realmente nunca ouvi falar sobre o presente do subjuntivo na língua inglesa e ficava em dúvida quanto ao seu uso, obrigado pela dica!
Avatar do usuário Henry Cunha 10040 3 16 178
Infelizmente, iridescent, as suas informações estão incorretas. Sugiro olhar aqui, por exemplo:

http://www.englishpage.com/minitutorial ... ctive.html
Henry Cunha escreveu:Infelizmente, iridescent, as suas informações estão incorretas. Sugiro olhar aqui, por exemplo:

http://www.englishpage.com/minitutorial ... ctive.html

À luz da gramática normativa da língua inglesa pode realmente não ser considerado o subjuntivo arcaico, mas o atual, que realmente é usado no dia a dia dos americanos, isto eu posso garantir que este o é.
A propósito, este subjuntivo que você passou, além de não ser usado, só existe ainda com uns 12 verbos. E quantos outros verbos não existem? Por exemplo, o verbo "Want", que é muito usado, não aceita este tipo de subjuntivo. Portanto, não se pode dizer "I want that she be my girlfriend.", mas sim "I want her to be my girlfriend.". Sem contar que este tipo de construção soa muito mais natural, principalmente para um falante nativo do idioma.
Avatar do usuário Jonas Machado 720 10
Iridescent, estas são generalizações bastante perigosas - e, embora sua explicação seja claramente bem-intencionada, este não caracteriza o verdadeiro subjuntivo da língua inglesa. Eu não descartaria o link sugerido pelo colega, pois as estruturas apresentadas não são nem de longe tão incomuns quanto você afirma.
Cara, mas vai usar o "verdadeiro" subjuntivo nos Estados Unidos (exceto em algum documento histórico ou arquivo judicial) que os nativos vão rir da sua cara... é a mesma coisa de usar a mesóclise no português... você fala assim pra alguém, por acaso: "Deixar-te-ei em paz." ? Não, né, todos usam "Vou te deixar em paz.", até mesmo os gramáticos... é algo que já entrou em desuso hoje em dia... igualzinho ao presente do subjuntivo na língua inglesa... esta maneira que eu passei é como os americanos realmente usam hoje em dia, eles a usam para entenderem e para serem entendidos... não há regra gramatical que diga que este que eu passei é exatamente o presente do subjuntivo, assim como não existe regra na língua portuguesa dizendo que não se pode usar mesóclise, mas sim "Vou + Pronome + Verbo" ou algo semelhante do tipo... não gosto de me apegar a regras gramaticais, pois, para mim, o que importa é entender e ser entendido... e esta estrutura que passei para vocês é exatamente assim, ela tenta fugir ao máximo das regras formais para se adequar ao idioma falado.
Então por que a frase correta é "I insist that she be with me." em vez de "I insist her to be with me." ?
Tom_DeLonge escreveu:Então por que a frase correta é "I insist that she be with me." em vez de "I insist her to be with me." ?


Porque todos os verbos a seguir pedem a estrutura "Verbo + That + Sujeito + Verbo na forma base" para todas as pessoas

- to advise (that) – recomendar

- to agree (that) – concordar, obrigar-se

- to ask (that) – pedir

- to beg (that) – implorar

- to command (that) – determinar

- to decree (that) – decretar, determinar

- to demand (that) – exigir

- to order (that) – determinar, ordenar, mandar

- to plead (that) – alegar

- to prefer (that) – preferir

- to propose (that) – propor, oferecer

- to recommend (that) – recomendar

- to request (that) – pedir, solicitar

- to rule (that) – determinar, julgar

Exemplo: I insist that she be with me.

E essas expressões também:

- it is crucial (that) – é indispensável

- it is desirable (that) – é desejável

- it is essential (that) – é essencial

- it is important (that) - é importante

- it is necessary (that) – é necessário

- it is vital (that) - é vital

Exemplo: It is essential that she study.
Avatar do usuário Henry Cunha 10040 3 16 178
Mas, Iridescent, a sua resposta mais recente contradiz a sua própria definição original de como se forma o subjuntivo presente, a seguir:

"Estrutura do Presente do Subjuntivo: "...Verbo + Objeto + To + Verbo no Infinitivo..."

Achou muito difícil de entender esta estrutura? Não se preocupe, passá-los-ei alguns exemplos que facilitarão o entendimento."

Depois você reclamou do Jonas, que iam rir dele se não usasse "o verdadeiro subjuntivo" em ingles, exemplificando assim:

""Deixar-te-ei em paz." ? Não, né, todos usam "Vou te deixar em paz.", até mesmo os gramáticos... é algo que já entrou em desuso hoje em dia... igualzinho ao presente do subjuntivo na língua inglesa."

Agora, veja, no seu post original, você usou "passá-los-ei". Pois é...

Por fim, neste seu último post, em resposta ao Tom, você cria uma nova regra para o subjuntivo presente (para uns tantos verbos):

"Porque todos os verbos a seguir pedem a estrutura "Verbo + That + Sujeito + Verbo na forma base" para todas as pessoas"

A definição padrão da forma do presente do subjuntivo em inglês é a seguinte: "The present subjunctive is identical to the bare infinitive (and imperative) of the verb in all forms." (http://en.wikipedia.org/wiki/English_subjunctive). Neste mesmo site, leia o tratamento dado ao "Use of the Present Subjunctive". Em nenhum caso ali você encontrará a preposição "to" fazendo parte da forma do subjuntivo presente como entendido por pessoas que falam a língua. Foi por essa razão que eu discordei da sua apresentação original.
MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!
Henry Cunha, então quero que você me diga como fica a frase "Eu quero que ele faça a lição dele.". em inglês. Vamos ver se você conseguirá construí-la sem usar qualquer "to".