Quando usar o "I've"

Minha maior dúvida é no I've, nunca sei quando usar certo além quando tem o particípio, exemplo: I've been busy this week. Por favor, me ajudem! Quais outras maneiras de usar?

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário Henry Cunha 10000 3 16 177
leolimacezimbra escreveu:Minha maior dúvida é no I've, nunca sei quando usar certo além quando tem o particípio, exemplo: I've been busy this week. Por favor, me ajudem! Quais outras maneiras de usar?


Leo, algumas dicas:

1. I've é praticamente sempre parte de um verbo composto: I've wanted, I've got, I've been having, etc. (Sim, ouvimos "I've a car to get home", "I've a crazy parrot at home", etc.,mas descontando esse uso, quase sempre falamos de tempos compostos.)

2. Essa contração de I have pode ser feita nos tempos compostos porque o significado da locução já fica aos cuidados do outro verbo (nos casos acima: want, get, been having); ou seja, esse resíduo 've serve apenas como indicador de que, logo adiante, encontraremos o verbo significativo.

3. Existe um caso em que o estudante fica meio perdido, que eu acho vale a pena mencionar. Muitas vezes, a pergunta em inglês é feita de forma direta, como em

"You've just arrived from Brazil?" (Em vez de "Have you just arrived from Brazil?")

A resposta comum, mínima, é "Yes, I have", para ambos os casos. Nunca "Yes, I've."
A resposta incomum, mais extensa, pode ser "Yes, I've just arrived." ou "Yes, I have just arrived."

Ou seja, não largue esse "I've" como orfão. Ele precisa do outro verbo significativo para que a frase tenha um sentido completo.

E no negativo, o que acontece? Ouvimos coisa deste tipo:

A: You've spent too much money this month!
B: No, I haven't! (ou)
B: No, I`ve not!

Aquele "not" é o suficiente para não deixar "I've" orfanado.
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário PPAULO 40925 6 32 717
One usage is, as a contraction of "have" (used as an auxiliary verb).
It´s a fact that it usually take a "past verb", but not necessarily a past sense.

I've received your email. (for instance, to say that I have received your email this morning, that is, it´s recent.)

I´ve got a car. (doesn´t necessarily implies that you just bought, you could either have owned that car or just bought him, etc)

His company's got an important contract which has to be finalised this week, so they've got a lot of work on.
(the contraction ´ve intersects the verb tenses, you could mean that they have a lot of work on now, and since the contract was finalised.)

Many people think I´ve, ´ve in general is a bit informal. Not to be used in formal or school or college works. To the British, even not in periodicals, newspapers, news etc.

This is just a passing comment, with main general points.
Others will dig deeper into the topic.
I would suggest you get a comtemporary English textbook (or reference books, if you will) on the topic, to get it all covered in discussion Forums is a bit difficult. And I don´t know which English level you are, so you could be confused among so much information elsewhere.
Avatar do usuário TheBigSpire 1125 1 8 24
Moro na Irlanda, por aqui é comum em modo mais informal usar "I've" como contração para "I have" mesmo sem outro verbo na sequência, apenas como "Eu tenho", tanto no inglês falado quanto escrito. Não tenho ideia se esse hábito ocorre em outros países anglo-saxões.

Ex.: - I've a car.
- I've an appointment tomorrow.