Uso do "About" com sentido de "com"

Alguém pode me explicar um pouco sobre o "about" com sentido de "com"?
Por exemplo: Victor is going out for the evening and Agatha is very curious about his friend.
Don't worry about the price.

Sei que é uma coisa meio tola mas realmente queria saber um pouco sobre isso, se alguém tiver um tempinho para me explicar, eu agradeço muito !

Mais Votada Mais Votada

Avatar do usuário Izabella Bruno 625 3 10
Hey!
Lendo seus exemplos, temos que:

Victor is going out for the evening and Agatha is very curious about his friend. Victor está saindo a noite e Agatha está bastante curiosa SOBRE seu amigo (a) (Amigo de Victor).
Provavelmente Victor está saindo com uma amiga e Agatha está curiosa sobre a tal.

Don't worry about the price. Não se preocupe sobre/com o preço.

About só significa com se puder ser substituido por sobre.

Na primeira frase eu não a li no sentido de com...

Espero ter ajudado!
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Eu diria mais: About é usado quando se pode substituir por "em relação à"

Victor is going out for the evening and Agatha is very curious about his friend.
Victor está saindo a noite e Agatha está bastante curiosa SOBRE seu amigo (a) (Amigo de Victor).
Victor está saindo a noite e Agatha está bastante curiosa EM RELAÇÃO AO seu amigo (a) (Amigo de Victor).

Don't worry about the price.
Não se preocupe COM o preço.
Não se preocupe EM RELAÇÃO AO preço.
O problema é que você está se prendendo a traduções de palavras por palavras. Não existe uma correspondência 'bijetora' de palavras entre as línguas (ex: 'A' em inglês significa 'B' sempre em português, e vice-versa), então esse tipo de tradução nao pode ser feito para formar (ou entender) frases. A tradução sempre depende do contexto - pois a fala, o uso das palavras, sempre depende dele também. Portanto, você tem que entender como cada palavra se comunica com a outra, observando sempre o contexto.

'worry' é um exemplo disso. No sentido da sua frase, worry pede a preposição 'about', porque é verbo transitivo indireto e a preposição usada na língua inglesa para esse verbo nesse sentido é 'about', e ponto. Pode-se até discutir de 'about' ter um sentido de 'tema' muitas vezes e ele é usado por isso, mas não é isso que realmente importa: fosse esse o caso, outras preposições poderiam ser usadas, como regarding, que também tem um valor de tema, mas ninguém fala 'worry regarding' em inglês, soaria muito estranho. Então usa-se 'about' porque usa-se about (com worry no sentido da sua frase!) e resta aceitar.

Na língua portuguesa, a tradução de worry nesse sentido é 'preocupar-se', e, na nossa língua, o verbo é regido somente pela preposição 'com'. Perceba que a ideia é mesma: dá para entender 'se preocupar sobre'? Dá, mas fica muito estranho. Então usa-se 'com' porque usa-se 'com' com esse verbo nesse contexto.

Por isso que, nessa frase especificamente, e somente por isso, 'about' vira 'com' na tradução. Essa tradução existe por causa do verbo, e não do sentido, da semântica da preposição. Então não se prenda a traduções exatas de palavras, porque isso não faz sentido. O único jeito é entender a ideia delas e como elas se relacionam.

Um outro exemplo clássico é o verbo to depend (depender). Em inglês, 'to depend' pede a preposição 'on', que os dicionários geralmente traduzem como 'em'. Porém, em português, 'depender' pede a preposição 'de', então o 'on' seria traduzido como 'de', uma tradução bem diferente da tipicamente usada. 'On' é traduzido como 'em' nos dicionários porque, para dizer localização em superfícies (de maneira bem geral), geralmente se usa 'on' em inglês e 'em' em português para isso. 'The book is on the table' = 'O livro está na mesa'. Mas poderia ser usado 'O livro está sobre a mesa'? Poderia. Por isso não é bom se prender às palavras, mas sim à ideia que transmitem.