A minha forma de melhorar o Inglês

Talvez a história saia um pouco grande, mas acho válido escrever para aqueles que buscam uma forma de vencer o desânimo de aprender Inglês por conta própria.
Bom, tudo começou quando eu e meu irmão decidimos que seria mais divertido jogar jogos do tipo Resident Evil e Dino Crisis, se traduzíssemos todos aqueles textos que apareciam a todo momento. Quem gosta de video game sabe do que eu tô falando. Esses papéis apareciam para complementar a história e até auxiliar o personagem no que ele devia fazer em seguida. Como eu e meu irmão jogávamos sempre com auxílio de revista, não ligávamos muito para esses "arquivos". Mas chegou o dia em que decidimos traduzi-los para ver o que estavam falando e assim pegamos nosso pequeno dicionário inglês-português/ português-inglês da Michaelis, mais cadernos e caneta. Confesso que não era fácil e tenho certeza que nossa tradução pecou pela qualidade várias vezes. Mas o importante era que descobríamos novas palavras e organizávamos as que já conheciamos de um jeito novo, talvez antes impensado. Naquela época, não era tão simples quanto hoje, quando basta ligar o computador, buscar um dicionario online ou um fórum de dúvidas. Éramos nós, com o que haviamos aprendido de inglês até então, e o que o contexto do jogo sugeria. Nunca fizemos curso de linguas - não havia dinheiro para isso. Mas traduzimos bastante, de vários jogos. Chegamos até a dispensar o uso de revistas e tentar zerar na base do que a gente traduzia. Fomos quase até final do jogo, hehe.
Lembro até hoje de algo curioso que aconteceu numa aula de inglês, no meu primeiro ano do Ensino Médio. A professora fazia as perguntas do que as palavras siginificavam e eu respondia na maior facilidade. Um amigo meu, que estava num curso de inglês à época, virou pra mim espantado e perguntou como eu sabia de tudo aquilo. Falei que vivia traduzindo textos do video game. "Você deve traduzir muitos mesmo", ele continuou. "Só se aprende assim, não é?", eu disse.
Essa onda de traduções decaiu bastante no meu Ensino Médio, mas eu me relacionava com o idioma de um jeito diferente. Sempre gostei de ler muito, inclusive livros de bolso com histórias de faroeste (influência do meu pai). Esses livros me despertaram a curiosidade para a história americana, ainda mais no que dizia respeito à expansão para o oeste. Como não havia computador em casa, matava minha curiosidade no colégio, acessando sites das cidades americanas citadas nos livros e lendo a respeito de sua cultura, história, população, paisagem. Não entendia lá muita coisa, mas era legal.
Eu só fazia isso quando lembrava, é claro, e um ou outro problema foram me afastando do interesse por inglês. Passei uns dois anos sem buscar aprender mais, até que surgiu uma oportunidade de ser bolsista lá na faculdade. Um dos requisitos era saber um pouco de inglês. Por que isso? Porque uma das atividades da bolsa é pegar da Internet textos em inglês que tenham a ver com o tema estudado pelo núcleo de pesquisa e traduzi-los! Para mostrar serviço, eu tinha que traduzir, traduzir e traduzir, auxiliado por um dicionário inglês-inglês que tem lá na sala onde fico. O dicionário parece uma Bíblia de tão gordo e pra saber o significado da palavra, você é obrigado também a traduzir a explicação. Ou seja, inglês pra todo lado!!
Admito que no começo foi super dificil. Havia coisas como "Present perfect", "Phrasal verbs", "Idioms", que davam um nó na minha cabeça e eu ficava dias preocupado achando que não iria saber traduzir essas coisas. Mas com persistência e interesse, eu revirei a internet em busca de exemplos e explicações que pudessem me ajudar - numa dessas, acabei descobrindo o English Experts. Além disso, achei que já era hora de ver filmes com legendas em inglês para poder ver as palavras em vez de apenas ouvi-las. Também passei a assistir muitos seriados legendados, mas muitos mesmo. Tudo isso abriu minha mente para o Inglês de um jeito absurdo. Tanto que hoje em dia, as explicações das professoras do Ensino Médio e do Ensino Fundamental parecem bobas, incrivelmente vazias e incompletas. O Inglês é uma lingua bonita, interessante e até divertida se você souber persistir e não fechar a mente para conceitos pré-concebidos, não se deixar limitar pelo o que você sabe de português. Não estou dizendo que o Português é seu inimigo no aprendizado da outra lingua. Ao contrário: o que eu sabia de português em alguns aspectos me ajudou a entender o inglês e vice-versa. Posso dizer que aprender Inglês me fez dar mais valor ao Português. Condeno veementemente as pessoas por aí que usam inglês sem necessidade num texto ou numa placa de anúncio só pra parecerem mais "chiques", "modernas". Cada idioma no seu lugar; é preciso fazer a separação porque o português é nossa identidade.
Tenho que admitir que não sou um expert em inglês. Entendo melhor do que falo ou escrevo e sou preguiçoso para fazer exercícios de fixação. Mas acredito que o negócio é persistir e sempre se achar capaz. A maneira como aprendi pode não funcionar pras outras pessoas, mas se tem algo que dá certo pra todo mundo é se manter firme e confiante.
Valeu!
MENSAGEM PATROCINADA Aprenda dicas sobre os tempos verbais em inglês! Baixe agora o seu Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um ótimo resumo para revisar todos os conceitos.

Clique aqui e saiba como baixar!
É isso aí, cara! Adorei sua história. Dá um incentivo a mais pra gente continuar estudando :lol:
Concordo com o que você falou sobre as línguas, cada uma no seu lugar com seu valor.
Sobre as explicações de professores, algumas parecem bobas mesmo...

Mas é isso né, persistência. Sem trabalho duro não há resultados! Flw cara! x)
Boa Cara,

Parabéns..

Eu to fazendo quase igual, só que ao invés de jogos eu estou traduzindo músicas, porque nas músicas eu ouço e fico prestando atenção na letra, quando a música(som) e a letra estão na minha cabeça, ai então eu traduzo..

Eu utilizo um pluguin no Windows media player do vagalume, que enquanto a musica está sendo tocada a letra aparece no próprio player, assim que eu estudo, mais não tem coisa melhor do que traduzir as coisas pra aprender,

Gramática eu baixei várias apostilas da net, e estou estudando-as, e aqui no EE tbm estou aprendendo pra caramba, aqui é onde tiro minha dúvidas, aprendo com a dúvida dos outros...O site está de parabéns, é um ajudando o outro.

Assisto muitos seriados, alguns com legenda em inglês, alguns com legenda em português, outros somente com o áudio em inglês, confesso que já estou conseguindo entender bastante coisa, mesmo sem legenda alguma, notei que ouve uma evolução.

E isso ai, vamos continuar estudando...rsrs, com perseverança a gente chega lá.


Obrigado a todos so EE que tem me ajuda até agora..

vlw

Abraço
Eu também uso esse plugin xP
É bem legal porque me ajudou muito no início. Quando eu não entendia nada (nada mesmo) do que ouvia, comecei a ouvir músicas e ver a letra ali. Depois de um tempo comecei a entender algumas coisas sozinho sem ajuda, e hoje já entendo bem mais (não é grande coisa mas está bem mais avançado :) )
Quanto aos filmes e seriados, eu acho que legenda em português só serve mesmo pra você saber mais ou menos o que certas expressões significaram no contexto geral, mas como as legendas em inglês são um transcript completo de tudo que é falado eu acho que é mais fácil anotar as expressões e ver na internet mais tarde. :P Não é isso mesmo?
Boa Tarde Emanuel

Então, eu costumo intercalar, hora legenda em inglês, hora legenda em português, hora sem legenda nehuma, porque cada maneira tem uma vantagem,

Por exemplo:
Esses dias eu estava assistindo 24 horas, ai ouvi a seguinte expressão: What's going on?, ai apareceu na lengenda, O que está acontecendo?

Eu só conhecia What's happening, já aprendi mais uma.....
outro dia eu ouvi: maybe, ai na legenda: Talvez, e assim vai,eu vou assimilando o que falam com que aparece na legenda. Isto é apenas um exemplo, dezenas de frases e palavras eu aprendi assim.

Quando é legenda em Inglês , eu uso como um auxilio pra mim entender o que a pessoa disse, por exemplo:

Se tem alguma coisa que a pessoa disse que eu não entendi, ai bato o olho na legenda(inglês) e já compreendo, entendeu?

cada maneira tem sua vantagem,

e ouvir sem legenda é uma complementação das duas coisas....


abraço!

Boa Sorte pra nós!
Como fiz um curso basico gratuito aqui perto de casa , ja aprendi algumas coisas e juntou o que ja estive na rede estadual ( que é basicamente o Verbo To Be ) e comecei a estudar pela net .

Copia as dicas para um caderno , assim , tenho uma maior assimilação do que aprendi
-
Assisto series e filmes legendados , primeiro assisto com legenda em português e depois de passado um tempo assisto com legenda em inglês.
-
Ouvindo musica , uma vez na semana copio alguma letra para o caderno , assim da para pegar a pronuncia e conhecer sempre palavras novas , e por se tratar de musica , aquilo fica na cabeça e se torna mais agradavel de aprender , porque e uma coisa que você gosta
-
Assisto clipes musicais legendados , hoje com esses programas se tornou muito facil criar legendas , assim da pra colocar as legendas facilmente
-
Sempre reforço a gramatica na questão dos verbos frasais , pronomes preposições e conectivos.
Pois é cara, eu sempre evitei legendas em português justo pelo fato de poder pegar em inglês e ver o significado depois, mas o seu método é muito melhor e mais prático, pois poupa o trabalho de anotar e ir procurar. Como você disse, cada jeito tem suas vantagens. :)
Avatar do usuário Alessandro 2970 3 9 71
Alex,

Publiquei a sua mensagem no blog.

A minha forma de melhorar o Inglês

Parabéns pelo ótimo texto.


Abraço,
Acabei de abrir meu e-mail e qual não foi a surpresa ao ver que meu depoimento havia parado no blog!
Obrigado, Alessandro.

Espero mesmo poder incentivar mais pessoas a persistir no estudo da lingua.
Hoje em dia, há inúmeros recursos!

E não deixemos de dar valor ao português!
MENSAGEM PATROCINADA Leia o e-book Aprendendo Idiomas por Conta Própria e conheça as técnicas utilizadas pelos Experts para aprender idiomas. Com ele você vai aprender a aprender inglês!

Baixar uma Amostra Grátis!
Não vi o post no blog :~