Expondo meu método - Autodidata mudando a rotina

Olá Pessoal,

Bom sou novo aqui, não me apresentei no devido local, então aproveito o primeiro tópico para tal..
Meu nome é Luis, tenho 22 anos, sou formado em Design Digital pela AnhembiMorumbi e sempre odiei inglês =P hahaha

Vamos lá. Nunca me dei bem com o inglês, já estudei na Cultura Inglesa e na Centro Britânico e sinceramente não funciona, pelo menos pra mim. Resolvi estudar por conta própria, pois o faço no meu tempo e fazendo coisas que gosto, percebi que desse jeito tenho me dedicado mais, e com o fato de que irei para a Australia em 2014 a vontade de aprender esta a mil, preciso aproveitar esse tempo =P

O problema é que preciso aprender inglês em 10meses...Não é impossível, mas requer muita dedicação.

Para chegar nesse objetivo, mudei completamente minha rotina, e o inglês passou a ser parte dela.
Vamos aos detalhes:

-Rosetta Stone, a princípio tem me servido bem, pois meu inglês é "básico/intermediário". Estou fascinado com o método, achei impressionante e estou utilizando-o pelo menos 1hora a 1he30 por dia, tentando fazer 1 capitulo ou completar lições nesse tempo.

-PodCast. Nunca tinha pensado nisso, mas li aqui no fórum essa dica e vi que realmente é útil, pra quem tem iPhone é algo sensacional. No app de podcast do iPhone tem milhões de podcast, dos mais variados assuntos e inclusive de linguás. No blog indicaram o ESL e realmente esse é d+, mtu didático! Estou escutando no trânsito e antes de dormir.

-Effortless English via email, recebendo dicas, exercícios e aulas.

-Seriados/Filmes. Vou focar em seriados, pois filmes tomam muito tempo já os seriado tem 40 a 50min. Vou recomeçar a assistir Californication sem legenda, acho que por já ter assistido legendado em português vai ser bem legal prestar atenção em tudo o que é dito e começar um novo How i met your mother(me recomendaram).
Estou pensando em assistir tudo sem legenda mesmo, pois assim treino bastante o ouvido, depois talvez os assista com legenda em inglês, pois assistir com legenda em português é o mesmo que nada no meu ponto de vista(sempre assisti assim a anos e sou péssimo em inglês).

-Livros. Comprei o "Como entender o inglês falado" do Ben Parry, ainda não estou lendo, vou ver se passo a utiliza-lo nos finais de semana com mais tempo, vem com 2 cds e tentarei acompanha-los.

-Games. Passei a jogar de vez em quando para aprender me divertindo, não tinha esse hábito, mas percebi que a mulecada hoje em dia aprende o inglês com muita facilidade assim.

Se puderem ajudar, dando dicas e ou conselhos para melhorar em algo, sobre coisas novas que podem incrementar e sobre materiais impressos e livros, pois neste quesito ainda estou fraquinho.
Alguém sabe de apps para iPhone que sejam bons para aprendizado de idiomas? Na Apple Store tem de monte, mas só encontro porcaria e os apps pagos seria legar ter recomendações antes de comprar. No trabalho seria muito legal de usar no tempo livre.

Obrigado a todos que tiverem a paciência de ler e responder =D
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário jackmorais 140 2
É difícil cumprir a rotina, mas as dicas são excelentes. Como Aprender Inglês Em 1 Ano?

E esses sites são básicos para todo estudante de inglês:

1. bab.la - bom dicionário Port / Ing
2. google tradutor / imagens - use com moderação
3. thefreedictionary.com - excelente dic. Ing / Ing
4. howjsay.com - pronúncia
5. linguee.pt - dicionário de frases
6. culips.com - site com podcasts, pago
7. engvid.com - site com aulas em inglês por professores nativos, gratuito
8. englishexperts.com.br - melhor fórum de inglês em português
9. urbandictionary.com - dic. de gírias
10. Redes Sociais - faça amizade com outros estudantes da língua ou nativos.

Good luck, take good care!
Avatar do usuário Lucas PAYNE 260 7
Se me permite a pergunta, quando você diz que precisa aprender inglês em 10 meses você quer dizer, tornar-se fluente ?
Jackmorais, obrigado pelas dicas e sites. Vou ler com calma esse link que me enviou, já que tenho menos de 1 ano rsrs. Definir e seguir uma rotina que envolva treino e dedicação para aprender algo realmente é difícil, mas é preciso persistir.

Lucas, como podemos definir alguém "fluente"? Existem níveis de fluência? Não sei mtu sobre o assunto...Como estou indo a Australia daqui 10 meses, do jeito que estou(básico), será um desastre hahaha. Devo ficar lá no minimo 6 meses e vou aproveitar para trabalhar e estudar, se tiver oportunidade de ficar por lá ficarei. Pensando nisso, estou almejando passar no IELTS ou TOEFL. Acha que da para atingir esse objetivo nesse curto tempo saindo do básico?
engvid.com: Este site indicado pelo jackmorais é ótimo, estou estudando por ele, acredito que o aprendizado seja equiparado ao dos podcasts, pois lá você tem professores estrangeiros comentando sobre dicas, pronúncia, e até sobre estes exames que devemos fazer para comprovar a fluência no inglês.

Aconselho ainda um livro, seu nome é "Como não aprender inglês" do Michael A. Jacobs, aprendi coisas neste livro que escola nenhuma ensinam e nem você aprende sozinho em casa (como eu :P)


E uma última dica, repita, repita e repita, isto impulsiona seu aprendizado ;)
Prezado Luis Tavares,

Lendo seu post vi a mim mesmo anos atrás, primeiramente pelo início do aprendizado: A maioria dos estudantes "caem" nas escolas de inglês, que focam gramática e deixam de lado o listening e o speaking, só lembrando que para se ter fluência em um idioma é necessário ler, escrever, escutar e falar.

Entretanto, quando tornei-me um autodidata no desenvolvimento do meu inglês, decidi tornar-me um "analfabeto" na língua inglesa, ignorando completamente as regras gramaticais, e focando na "comunicação", ou seja, fui entendido ótimo.

Sempre que iniciaria alguma conversa em inglês eu pedia desculpas pelo meu escasso inglês, e assim o outro lado me dava credibilidade, que por consequência eu conquistava confiança para continuar meu aprendizado.

O ponto alto desta minha parte autoditada da história fui 30 dias no Canadá estudando, que para ser sincero, aprendi mais indo aos malls conversando com as vendedoras e aos supermercados conversando com os repositores, do que na escola em si.

Na verdade a exposição total ao idioma te faz voar, portanto, em qualquer oportunidade fale em inglês, escute em inglês, pense em inglês!

Como ferramenta, recomendo a você usar os recursos disponíveis no TED.com.

Como por lá existem vídeos, áudios, e transcripts das palestras, você pode montar sua prática da forma que sentir mais produtiva. A quarta habilidade, a escrita, você pode fazer uma resenha da palestra e entregá-la para um professor de inglês corrigir, mas o importante é você escrever.

Assim como os áudios e podcasts do AJ Hoge, repita, repita e repita cada um deles. Num último estágio do uso do podcast repitido a exaustão, utilize o recurso do iPhone de acelerar o áudio, chagando a 1 e 1/2 ou mesmo 2 vezes a velocidade original do podcast. É como se fosse o final do treino na esteira da academia, manja?! Funciona!

Gostaria de perguntar-lhe: Como eu, sem vínculo com universidade ou empresas, posso ter acesso ao Rosetta Stone ? Gostaria de experimentá-lo!

Forte abraço,
Fabio
Robson e Fabio,

Muito obrigado pelas respostas, o engvid.com parecer ser bom mesmo, preciso utiliza-lo mais!! Agradeço novamente pelas indicações dos sites e materiais que me foram passados, pois estão me ajudando. O interessante é perceber uma boa evolução na leitura e consequentemente na escrita, quando percebi estava lendo um artigo esta semana e entendendo bem o que estava lá escrito. Minha comunicação com vendedores no eBay também melhorou, uso menos a ajuda do translate, o que já é um ótimo avanço =D

O problema está mesmo no listening e speaking...mas com o tempo vai neah! rsrs O que eu não gosto pra ser sincero é ficar reprisando podcasts, filmes ou seriado...é uma coisa que me desanima bastante, ter que ficar revendo, preciso pegar esse habito por mais chato que seja, afinal acredito que seja essencial como já frisaram.

Fabio, sobre o Rosetta Stone tenho certeza de que se experimenta-lo vai gostar, o método é muito bom e posso dizer que no meu caso está sendo um professor digital ao me passar matérias, lições e fazer correções, além claro, de ter todo meu histórico e progresso armazenados. Como eu não assino, não sei dizer, me manda um e-mail, porque provavelmente aqui não poderia falar sobre. luistavaresjr@gmail.com

Abçs
Obrigada pelas informações! Vou usar as dicas deste post para melhorar os meus estudos! Valeu mesmo!