Little baby don't (es't) say a word

Vi o nome dessa musica "little baby don't say a word" e não entendi porque se usou o don't e não does't. Little baby está na 3 pessoa do singular então não seria does't?
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário PPAULO 39805 6 32 695
Gramaticalmente seria, mas...é música, é poesia, é lirismo...

Muitos cantores, jogadores de futebol, apresentadores, jornalistas e o pessoal do Marketing, no calor da emoção não usam a gramática nessas horas, ou talvez nem precisam. Os fãs perdoam.
Algumas vezes é pra chamar atenção, outras para não estragar uma rima; e dependendo do tipo de música, esqueça gramática.

Ás vezes até o tipo de audiência que o cantor vai ter influência sobre o tipo de linguagem que ele vai usar.
Por exemplo, Iminem era um devorador de "comics books" e estudava o dicionário


Despite being a poor student, Eminem always had a deep affinity for language, devouring comic books and even studying the dictionary. "I found that no matter how bad I was at school, like, and no matter how low my grades might have been at some times, I always was good at English ... I just felt like I wanna be able to have all of these words at my disposal, in my vocabulary at all times whenever I need to pull 'em out. You know, somewhere, they'll be stored, like, locked away.". E mais ainda, tinha gosto por tudo que se refere a linguagem...
Talvez, se tivesse oportunidade ele fosse outra coisa. Mas o fato é, a audiência dele "exige" que ele se comunique de uma certa forma, senão ele tá fora daquele nicho de música e outros virão. É só um exemplo aqui, só para ilustrar. ;)



http://www.biography.com/people/eminem-9542093

As a teenage dropout, Eminem found a way to express his passion for language, as well as to release his youthful anger, through the emerging musical genre of hip-hip. He identified with the nihilistic rage of late-1980s and early-1990s rap music, and he was especially taken with N.W.A., the popular and highly controversial gangster rap crew from Los Angeles.





Imprima isso para possíveis futuras consultas :D
http://www.theguardian.com/science/2013 ... can-forget
Avatar do usuário PPAULO 39805 6 32 695
Outro exemplo de incoerência, vindo do campo da música, é que quando o grupo Milli Vanilli apresentou suas primeiras músicas, as gravadoras européias não acreditavam que aquelas músicas "água com açúcar" e que não diziam nada iriam "pegar". Mas pegaram, foi sucesso total (talvez mais por causa da batidinha e da performance dos dois cantores..., tá bom modelos e atores, bons atores).
Até que um dia a tecnologia os traiu, numa performance ao vivo na MTV, o equipamento de som, bem, "faiou" :shock: e começou a repetir as mesma palavras... :o

http://www.liketotally80s.com/80s-costu ... nilli.html

Eles tiveram que devolver o Grammy que tinham ganhado.
Mas que aquela musiquinha água com açúcar teve seu sucesso, isso teve!
Hello. How are you?

Semana retrasada, eu estava ouvindo uma música do Bruno Mras (When I was your man), e também pude ouvir ele cantando "Same bed, but it feels just a little bit bigger now - Our song on the radio, but "it don't" sound the same...”. No mesmo momento me peguntei se eu estava ouvindo corretamente ou se realmente ele estava correto.
Então pesquisei na internet, e vi que o os cantores, artistas e etc... tem essa permissão de se expressar da forma que eles se sentem, desde que não prejudiquem o entendimento, algo que para nós consideramos gramaticalmente incorreto, ele se expressam. Mas vale lembrar que o significado na interpretação/tradução não muda.
O importante é que nós sabemos discernir essa diferença.

Happy new year!
Avatar do usuário Henry Cunha 9970 2 17 177
Leticia, interprete isso como se houvesse uma vírgula após 'baby':

"little baby, don't say a word"

--ou seja, isso está sendo dito ao próprio bebé: 2a. pessoa do singular.