Quando uso o did?

Por favor estou com dúvida se na frase (What killed them?) não deveria ser obrigatorio o uso do did? Ex: What did kill them?
O mesmo caso também acontece com : Who wrote the note? Não deveria ser: Who did write the note?

Muito obrigada para que puder me ajudar.

Beijos

Anúncio Descubra seu nível de inglês em 15 minutos! - Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu inglês.

Começar agora!
6 respostas
Marcio_Farias 1 23 214
atyand, as perguntas desse tipo, fazem-nas assim mesmo as pessoas de língua inglesa, sem o did.

Agora, se tivéssemos um objeto em mente, escreveríamos:

Who did Gumercindo write the note to? (Informal) :D
To whom did Gumercindo write the note? (Formal) :D

Who Gumercindo wrote the note to? :cry:
To whom Gumercindo wrote the note? :cry:
tomas 1
atyand ,
Isso se deve a uma regra gramatical,já que nessas frases não há sujeito,logo não se usa o auxiliar(Did)
eX:what happened??(não há nenhum sujeito)
Who works here??(não há sujeito ,logo nao utilizamos o auxiliar:Do/Does.)
Who Do you work with??(Há o sujeito,nesse caso ''you'',logo usa-se o auxiliar)
E como perguntou em relação especificamente ao ''Did'':
Who worked here?
Who did you work with??

Não se usa os auxiliares em frases sem sujeito,é so pensar nisso.

Espero ter ajudado.
Take care!
Henry Cunha 3 17 182
atyand escreveu:Por favor estou com dúvida se na frase (What killed them?) não deveria ser obrigatorio o uso do did? Ex: What did kill them?
O mesmo caso também acontece com : Who wrote the note? Não deveria ser: Who did write the note?

Muito obrigada para que puder me ajudar.

Beijos
Na verdade, ambas as construções estão corretas. O uso de "did" funciona enfaticamente:

Who killed them? = Quem matou eles?
Who did kill them? = Quem de fato matou eles? (Existe um presuposto de informação prévia ter sido errônea)

Who wrote the note? = Quem escreveu o recado?
Who did write the note? = Quem de fato escreveu ...? (Tb num contexto de informação errada ou de falta de certeza)

What happened?
What did happen?

Precisa haver um elemento ou contexto de incerteza para justificar o uso de "did" no interrogativo em orações desse tipo que começam com Who, What.

Regards
Marcio_Farias 1 23 214
... o que, aliás, não consta nas gramáticas. No meu Practical English Usage (edição nova), de Michael Swanson, não consta; numa outra gramática minha (antiga de cujo nome me esqueço) também não consta o uso com o auxiliar did, tampouco consta com o do.

Então voltamos àquele velho binômio: para aprender perfeitamente uma língua, vá ao país dela; para não aprendê-la perfeitamente, não vá -- acabe-se nas gramáticas!
Henry Cunha 3 17 182
Although not in a question form, here's a typical example of the emphatic use of "did" to clarify, or contradict a previous statement:

“No, I didn’t say that,” he answered. “What I did say is look, the typical thing that’s going to happen, and it’s already been happening, is everyone is going to come along with this idea—the value added tax, this thing under $250,000, Social Security, Medicare changes, what have you—and you’re looking for us to say no, yes, no, yes, no, yes—which will mean that the commission has absolutely nothing to talk about and nothing to do. The president has been very clear that we’re not going to play that game.”

http://doctorbulldog.wordpress.com/2010 ... eferences/

There is some difference, for example, between the oral questions

What d'you say?
What did you say?

The first one has a verbal stress on "say," and "did" becomes very abbreviated. This is one way you can informally ask someone to repeat something you didn't quite understand. This is friendly talk.
The second stresses and fully pronounces "did." This is not necessarily a friendly question. It's the way a lawyer, for instance, might question a witness who is testifying.

All the best.
Anúncio Descubra seu nível de inglês em 15 minutos! - Converse grátis por 15 minutos com um professor e verifique como está o seu inglês.

Começar agora!
tomas 1
atyand,
Tentei te explicar o mais correto gramaticalmente,e creio eu que é preferivel em uma situação mais formal.
É claro que não se pode ignorar a dica do Henry,a qual eu não conhecia.
Creio que saber a gramtica é sim muito importante,sem é obvio ignorar a linguagem mais coloquial(Mais usada,creio eu!).
Muito obrigado, Henry pelas dicas e explicações!!
Vivendo e aprendendo.....
Ainda precisa de ajuda? Confira algumas opções:
  1. Clique no botão "Responder" (abaixo) e faça sua pergunta sobre este assunto;
  2. Faça uma nova pergunta;
  3. Converse grátis com um professor nativo por 15 minutos: Saiba como!