To be + gerundio ou infinitivo

Avatar do usuário Daniel Reis 945 1 15
Olá pessoal,

Tenho visto na internet pessoas usando o gerundio depois do verbo to be, mas qual é a regra para usar um ou outro?

Ex: Faith is beliving in God or Faith is to be believe in God

Valeus
MENSAGEM PATROCINADA Faça um teste de inglês e descubra seu nível em 15 minutos! Este teste foi desenvolvido por professores e linguistas certificados. O resultado sai na hora e com gabarito.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Avatar do usuário Cinnamon 15405 15 40 348
Hi Daniel:
No seu exemplo definindo a fé a segunda é correta. ;)
No entanto, se a construção for progressive/continuous o to be sempre será usado com um verbo com ING na sequencia. Só que nem todos os verbos são usados no gerúndio.
Então, para um verbo se usado na forma contínua ele deve aceitar o uso do gerúndio que é o presente particípio. É um tema polêmico pois alguns discordam sobre quais verbos são dynamic e podem ser usados no progressive.

:mrgreen:
Avatar do usuário Daniel Reis 945 1 15
Olá Cinnamon,

Ainda não entendi muito bem, poderia dar alguns exemplos e se possível dizer quais verbos provocam essa confusão ?

Valeus
Avatar do usuário Cinnamon 15405 15 40 348
Hi again!

No seu exemplo temos frases do tipo: Faith is to believe in God.
To live is to dream. To love is to be there. :lol:

Todas corretas, mas não são estruturas de continuous/progressive.
Estas seriam no caso do presente formadas por:
To be + (verbo principal + gerúndio)
Ex. My mother is studying at college.
She is reading a book.

Ocorre que para um verbo principal estar nessa estrutura ele tem que conter o sufixo ING.
Existe um entendimento na gramática de que só verbos dinâmicos podem sofrer essa flexão.
São verbos que envolvem ação direta como bater, comer, dirigir, dormir, andar, pensar...

Verbos chamados stative/state dão uma idéia de estáticos e não seriam colocados no gerúndio...
Verbos como o believe e want estão no topo dessa lista... :lol: ... E muitos outros.
Atualmente, no entanto, vemos loving, wanting com certa frequência.
Não acho isso "big deal" language changes every day.
Mas em alguns casos prefiro a norma ortodoxa. Muitos discutem isso "a lot" :?

Obs. Loving no meu exemplo é controverso como verbo. Como adjetivo " loving parent" tudo bem. 8-)

Desculpe a chatice gramatical, mas tudo é válido, Right!

:mrgreen: