Entender 40% é não estar aprendendo?

Avatar do usuário Lucas PAYNE 260 7
Minha dúvida é sobre "ouvir um podcast que eu entenda"

Eu andei dando uma olhada no site e aquele artigo sobre entender o que ouve me deixou com muitas duvidas.

Para aprender inglês eu pego um podcast que sejá interessante para mim e ouço durante uns 3 ou 4 dias depende da dificuldade para entender, vou ouvindo e anotando as palavras e frases que eu não conheço , ouço até eu esquecer que a conversa é em inglês.
Mas quando eu pego assim de primeira para ouvir , as vezes entendo 70% , as vezes 40% ou sejá preciso sempre consultar o transcript até entender 100%.

Muitos dizem que temos que ouvir o que conseguimos entender, mas eu não tenho paciencia de ficar ouvindo "de onde você vem, pra onde você vai,o que você gosta de comer", e os podcast que eu gosto tem sempre um nivel "Intermediario" , minha duvida é ,

Eu nunca vou aprender inglês assim?
Eu vou demorar mais para aprender doque uma pessoa que ouve algo que entende 100%?
MENSAGEM PATROCINADA Para aprender mais sobre os Tempos Verbais baixe agora o: Guia Grátis de Tempos Verbais em Inglês. Ele contém um resumo bem estruturado para revisar os conceitos que você aprendeu na escola.

Clique aqui e saiba como baixar!
Avatar do usuário Ravenna 70 3
Lucas,

Se você está aprendendo, mesmo que seja 10% ou até menos em uma só lição AINDA significa que você ESTÁ aprendendo, pensa bem, aprender um idioma pode levar um tempo relativo, que depende unicamente da vontade do estudante. Mesmo se fosse 1%! Pelo menos você está no caminho certo estudando e se dedicando aos podcasts e lições.
Forçar seu cérebro não vai adiantar e o 'stress' causado pela pressa só atrapalha, take care! :D
Você diz que 'depende da lição' para seu entendimento ser maior, isso é extremamente normal para todos os English students do mundo.
O transcript existe para te auxiliar, não deixe de usá-lo. Ele ajuda muito a conhecer novas palavras, expressões e pronúncias que você acaba memorizando automaticamente com o passar dos dias.

Good luck with your studies!

All the best,

Ravenna.
É melhor você estudar algo mais difícil, mas que você gosta, do que algo fácil que te deixa entediado.

Você vai ter menos trabalho brigando com o dicionário do que se forçando para escutar algo que você não está interessado em ouvir.

O que eu te aconselharia é escolher um dos temas que você gosta e pegar podcasts só sobre esse assunto. (Investiga antes de escolher qual tema tem mais conteúdo disponível).

Você vai encontrar no podcast #2 palavras que você aprendeu no podcast #1, permitindo que você revise essas palavras em um contexto novo, além de diminuir o número de palavras novas no podcast #2. E assim por diante.

Quando você pega conteúdos de temas diferentes, essa repetição é menor.

Você vai estar também aprendendo as palavras mais importantes – que aparecem em praticamente todos os podcasts...

Se você conseguir encontrar alguém para dividir o trabalho duro, os dois vão poder aprender mais rápido.
Parece que a sua compreensão do inglês escrito é melhor do que a do inglês falado. Você pode (e deve) usar a sua habilidade de ler inglês para auxiliar a evolução da sua capacidade de escutar inglês.

É só você ler e escutar ao mesmo tempo.

Algumas pessoas preferem escutar umas 2 ou 3 vezes só com o áudio, tentando entender o máximo possível, para só então começar a ler também.

A vantagem dessa abordagem é que quando você for acompanhar com o texto, você vai saber quais partes “soam novas” e portanto merecem maior atenção.

Efeito Colateral: Acompanhar com o texto me ajudava a me manter concentrado no que estava sendo dito, mesmo com podcasts mais longos.
O problema que eu vejo com os materiais muito difíceis é o tempo enorme que se perde procurando pelo significado das palavras desconhecidas.

Além disso, um texto com 40% de palavras novas vai demandar mais do que o dobro do esforço do que um texto com apenas 20%.

Já que cada palavra pode ter mais do que um significado, quanto mais palavras novas existirem nas frases, maior é o número de interpretações possíveis.

Talvez seja necessário usar mais do que um dicionário. Algumas palavras e expressões vão permanecer obscuras.

Pra mim o tempo gasto com dicionário seria melhor investido tendo contato com o idioma. Para isso eu uso materiais pouco acima do meu nível.

Já aconteceu de eu ter que procurar a tradução no dicionário para saber o que a palavra significava em português...