Tradução de "its", "say-so"

Olá, pessoal!
Hoje tenho duas dúvidas.

1) Veja a frase abaixo:
Third, the Bible Is—and Must Be—Its Own Ultimate Proof.
Pensei em traduzir assim: Em terceiro lugar, a Bíblia é - e tem que ser- a sua própria prova final (? Ficou estranho)

2) É concernente ao uso de say-so. Veja a frase abaixo:
Jesus did not expect His hearers to accept His testimony merely on His say-so

Eu entendi o significado da explicação em inglês, mas to com dúvidas da melhor forma pra passar para o português
Grato!
MENSAGEM PATROCINADA Você sabe como está o seu nível de inglês? Teste agora GRÁTIS em apenas alguns minutos.

Clique aqui para iniciar o Teste Online!
Hi there Jaime,

One thing that I learned in English is the fact of never translate the sentence literally, otherwise you will get a confusion in your mind. According to The Free Dictionary, there are many meanings to the expression "say-so' which you can see below:

1. An unsupported statement or assurance: I'm not reporting him just on your say-so.
2. An expression of permission or approval: If you want to borrow the bike, you have to get her say-so.
3. The right or authority to decide: Do I have any say-so in this matter?

So, see my sugestions to the sentences:

Third, the Bible Is—and Must Be—Its Own Ultimate Proof. (Em terceiro lugar, a Bíblia é - e deve ser - a sua única e última prova.)

Jesus did not expect His hearers to accept His testimony merely on His say-so. (Jesus não esperava que seus ouvintes iriam aceitar a sua palavra simplesmente com seu mero testemunho.)

I hope I've helped!
Obrigado, Rion
Avatar do usuário PPAULO 39205 6 32 684
2) É concernente ao uso de say-so. Veja a frase abaixo:
Jesus did not expect His hearers to accept His testimony merely on His say-so

http://www.infopedia.pt/dicionarios/ing ... o+to+speak
Say-so: afirmação. em inglês um dos sinônimos seria "assertion".
Jesus não esperava que seus ouvintes aceitassem sua palavras/seu testemunho meramente em sua proclamação. (pois poderia parecer auto-proclamação)

Jesus não esperava (também no sentido de "querer", ele não queria que...) seus ouvintes aceitassem seu testemunho baseado meramente em sua afirmação.

Jesus não esperava que (também no sentido de "querer", ele não queria que...) seus ouvintes aceitassem seu testemunho baseado meramente em sua (própria) afirmação/declaração.

Assim pode-se inferir da frase que Jesus não queria uma fé cega, baseada na auto-intitulação/auto-designação/auto proclamação de que ele era a luz (uma declaração feita no livro de João, na Bíblia - João 5- vers. 12).
Essa declaração foi desafiada no versículo 13, quando os fariseus disseram que ele não podia se auto-intitular, dar testemunho de si mesmo. Era um costume das leis judaícas que para qualquer declaração/afirmação ser verdadeira alguém precisava ter duas testemunhas
http://biblia.com/bible/nkjv/Deuteronomy%2019.15
Portanto Jesus não havia citado nenhuma testemunha para corroborar a afirmação de que ele era a luz, era o que eles pensavam...
É aí que Jesus diz que a sua testemunha é o Pai, mas estava falando em outro plano, em outra sintonia (os fariseus eram muito "literalistas"). Na sequência Jesus dá outra lição, a de que "não julgueis para que não sejais julgados".

Aqui todo o trecho, em inglês e português.
http://bibliaportugues.com/kja/john/8.htm
http://biblia.com/books/nkjv/Jn8.10